JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 24 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Pessoas se aglomeram nas unidades de saúde em busca de vacina da gripe

Mesmo com a orientação da OMS para ficar em casa e evitar as aglomerações, muitos idosos acordaram cedo e foram para as unidades

23/03/2020 - 09:14:27. - Por Michelle Rosa Última atualização: 23/03/2020 - 09:37:41.


Vídeo/Fábio Braga

Mal começou a campanha nacional contra Influenza e nas primeiras horas desta segunda-feira (23) já foi registrada a corrida das pessoas aos postos de saúde em busca de imunização. Mesmo com a orientação da Organização Mundial da Saúde as pessoas para evitarem aglomerações e a circulação nas ruas, ainda tem gente que não compreendeu a mensagem. A Guarda Municipal está nas ruas orientando os motoristas e ajudando no trânsito dos locais da vacinação itinerante.

A Unidade Básica de Saúde Valdemar Hial Junior, no bairro Tancredo Neves, amanheceu já com gente aguardando. A reportagem do Jornal da Manhã passou por lá por volta de 8h30 e muitos informaram que aguardavam há mais de hora para poderem se vacinar.

Em uma unidade de saúde localizada no bairro Valim de Melo, cerca de 50 fichas já tinham sido distribuídas antes das 8h15 da manhã.

Na UMS Maria Tereza, localizada no bairro Nossa Senhora de Lourdes, a situação não era diferente. Muitas pessoas levantaram cedo e se aglomeraram do lado de foram da unidade em busca de vacina.

No Alfredo Freire, recebemos a informação de que as pessoas estavam aguardando do lado de fora, já que a unidade só abre por volta de 9h.

No Jardim Triângulo, 10 fichas já tinham sido distribuídas assim que a Unidade de Saúde da Família, abriu as portas.

As unidades de saúde orientandas pela secretária municipal disseram que os atendimentos estão sendo realizados de uma pessoa por vez no interior dos postos. A organização de quem entra e quem sai está sendo feita pelos profissionais da unidade.

Campanha de vacinação contra a gripe foi dividida em três fases para resguardar o público-alvo, que se encaixa no grupo de risco para o novo coronavírus (Covid-19). A medida evita aglomeração de pessoas nos pontos de vacinação.

A primeira, começando nesta segunda-feira (23), com a vacinação de idosos e profissionais de saúde. A segunda fase da campanha começa no dia 16 de abril e tem como foco os professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Já a terceira fase, prevista para dia 9 de maio, é voltada a crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Leia mais


DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia