JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de fevereiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Obra de drenagem na Álfen Paixão irrita moradores diante da demora

Secretaria de Serviços Urbanos e Obras diz que o andamento do cronograma está prejudicado por causa das constantes chuvas

25/01/2020 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 25/01/2020 - 17:08:22.

Jairo Chagas


Moradores se queixam da demora da obra, que está na confluência da rua José Felício dos Santos e causando transtornos

Moradores da rua Álfen Paixão, no bairro Mercês, reclamam mais uma vez do cronograma de obras de drenagem na via e da atuação da construtora. Queixas de duas moradoras foram enviadas por meio do aplicativo de mensagens [99777-7900] do Jornal de Manhã

Eliana é comerciante e dispara que a via está interditada há cinco meses e ontem (24) a construtora responsável pela obra dispensou os colaboradores, sem previsão de retorno. “É claro que está chovendo muito, mas tem muitos serviços que eles poderiam continuar fazendo, como: limpeza de lixos que escorreram, tirar a lama que está escorrendo para dentro das casas. Isso é um descaso com os moradores; nunca fomos tão maltratados assim”, reclama.

Outro ponto questionado é que o período escolhido não é adequado. “Vão deixar para começar as obras no fim do ano e agora está esse caos. Todo dia estão caindo carros nos buracos que se formam na via e eles [construtora e colaboradores] só falam que vão embora e deixam nós sem suporte nenhum”, queixa-se Eliana.

Vanessa aponta que em algumas residências houve invasão de dejetos de esgoto. “O esgoto sopitou, as fezes entraram na casa da minha vizinha. É um clamor de todos que moram na via”, expõe a moradora, em tom de desânimo.

Por meio de nota, a Secretaria de Serviços Urbanos e Obras diz que a interdição em trecho da Álfen Paixão atende a necessidades da obra de drenagem, onde estão sendo feitos bocas de lobo e novos ramais no local. A pasta alega que o andamento dos serviços está prejudicado devido às fortes chuvas, porém, as equipes da Sesurb estão em monitoramento ininterrupto da região para que sejam sempre feitas as limpezas necessárias após o volume de chuva. “É importante reforçar que todo o trecho em obras está devidamente sinalizado e totalmente interditado, bloqueado para circulação de carros. Portanto, a orientação é redobrar a atenção, respeitar a sinalização e optar por rotas alternativas”, diz o comunicado.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia