JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 13 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Comércio de Uberaba apresenta nível de crescimento maior que o nacional

De acordo com o presidente da CDL, Ângelo Crema, o resultado pode ser considerado como “muito bom”, ao lembrar que em 2018 estava “quase zero”

19/10/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 19/10/2019 - 17:54:16.

Foto/Arquivo


Ângelo Crema, presidente da CDL, diz que o resultado da comercialização no Dia da Criança pode ser considerado muito bom

Comércio varejista de Uberaba apresentou nível de crescimento melhor que o índice nacional. No acumulado dos últimos 12 meses, até setembro, o indicador de Atividade do Varejo apontou crescimento federal de 1,41%, sendo que Uberaba registrou 2,22% de alta. Os dados foram divulgados ontem pelo SPC Uberaba (Serviço de Proteção de Crédito), órgão mantido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Uberaba) em parceria com a Aciu (Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba). 

O indicador é um termômetro da intenção de compras a prazo por parte do consumidor e abrange os segmentos de supermercados, lojas de roupas, calçados e acessórios, móveis e eletrodomésticos. A mesma apuração aponta redução de 1,29% nas inclusões de novos inadimplentes no banco de dados de Uberaba. Em contrapartida, o cancelamento de registros de devedores teve alta de 21,49%.

De acordo com o presidente da CDL, Ângelo Crema, o resultado pode ser considerado como “muito bom”, ao lembrar que em 2018 estava “quase zero”. No mesmo mês do ano passado, a atividade do segmento varejista havia sido um pouco maior, com alta de 1,60%. Já nos anos anteriores, em meio à recessão econômica, os dados estavam no vermelho, com quedas sucessivas de -1,37% em 2017, -5,89% em 2016 e -3,42% em 2015.

Os dados do indicador também mostram que, apesar do crescimento no último mês, o ritmo de alta na atividade do varejo está menor do que o verificado nos primeiros meses de 2019, que encerrou janeiro com avanço de 2,88% e manteve nos meses seguintes altas próximas à faixa de 2%. Crema lembra, a propósito, que o índice leva em conta o desempenho das lojas físicas do varejo, ao reconhecer que as vendas pela internet “vêm crescendo bastante também”. Recomenda que o lojista abra seu site e disponibilize aplicativos, como forma de abrir uma “nova janela” de vendas. 

CDL acredita em crescimento de 5% nas vendas do Natal deste ano ante 2018. A CDL acredita que as vendas no Natal este ano serão 5% maiores que em 2018. A projeção foi feita ontem por Ângelo Crema, presidente da CDL Uberaba. Para chegar à estimativa, o dirigente apontou cenário que teve o feriado do Dia da Criança. “Nós já tivemos crescimento com o Dia da Criança em comparação com o ano passado. Assim, acreditamos em aumento acima de 5% nas vendas para o período natalino”, projeta Crema. Segundo Crema, o crescimento das vendas, no geral, foi de 4,5% frente ao mesmo período do ano passado, enquanto especificamente o segmento de presentes cresceu em torno de 8% no mesmo comparativo. 

Segundo Roque Pellizzaro Junior, presidente do SPC Brasil, “os números comprovam a tendência de recuperação do comércio após amargar perdas no auge da crise econômica. No entanto, o ritmo ainda é lento e demandará tempo para superar o patamar anterior à recessão. Fatores como renda e desemprego, que avançam timidamente, são essenciais para que a atividade varejista possa mostrar resultados mais vigorosos”, explica.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia