JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 15 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Programa de Educação Ambiental foca na coleta seletiva de resíduos

Programa foi lançado pela Secretaria de Meio Ambiente e vai atuar, inicialmente, em condomínios no bairro Santa Maria

11/09/2019 - 00:00:00. Última atualização: 11/09/2019 - 14:44:13.

Marco Aurélio/PMU


Secretário de Meio Ambiente, com equipe, apresentou projeto ontem ao prefeito Paulo Piau

Secretaria Municipal de Meio Ambiente lança programa de Educação Ambiental com o foco na implantação da coleta seletiva de lixo na cidade. O Programa de Educação Ambiental para Coleta Seletiva (Peacs) vai trabalhar a conscientização, cidadania e coletividade e será desenvolvido inicialmente em condomínios residenciais. 

Segundo o secretário de Meio Ambiente Marlus Salomão, o piloto do programa está sendo no bairro Santa Maria. O objetivo é, gradativamente, que todos os cidadãos tenham consciência de que estão colaborando ambientalmente e socialmente, já que o material reciclável é uma fonte de emprego e renda. “Implementaremos esta ação com o pé no chão, começando pequeno mas com uma visão grande. A partir do momento que esta etapa no Santa Maria se consolidar vamos expandindo”.

Marlus destaca que os condomínios residenciais do bairro foram mapeados, diagnosticados e já foi iniciado o contato direto com os moradores. “Os cidadãos são peças fundamentais para que haja a separação do material e a coleta seletiva por meio da Cooperu. É um programa participativo, cujo objetivo é ir expandindo para escolas, universidades, empresas e outras instituições da sociedade civil organizada de cada bairro”, reforça ele.

A partir de um trabalho em rede, o modelo adotado consiste no sistema de coleta binária, que separa e destina os resíduos recicláveis e não recicláveis. “A gestão de resíduos sólidos tem se mostrado como um dos maiores desafios enfrentados pelos municípios no caminho da sustentabilidade urbana. O lixo é considerado um problema socioambiental grave, já que ele desencadeia impactos à saúde pública e à preservação dos recursos naturais. Portanto é um projeto significativo”, avalia Marlus Salomão. 

A gerente do Programa, Letícia Rezende Giani, explica que a Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelece que a gestão ambiental seja compartilhada com a população. “Para obter resultados é necessário que a população compreenda a importância do seu papel neste cenário. É a partir da educação ambiental que vamos trabalhar esta conscientização”, diz

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia