JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Morador reclama de terrenos baldios para Prefeitura há seis meses

Lotes no Elza Amui são foco do mosquito da dengue e não passam por limpeza

20/08/2019 - 00:00:00. - Por Raiane Duarte Última atualização: 20/08/2019 - 13:59:52.

Foto/Reprodução/Morador

Na tarde desta segunda-feira (19), o Jornal da Manhã recebeu uma denúncia de um morador do bairro Elza Amui I. Segundo o homem, uma série de loteamentos baldios, cerca de 16, na rua Nilton Rosa Nunes, vêm causando problemas à população local.

“Esses lotes estão infestados de bichos mortos. Quando chove vira uma lagoa enorme lá, não tem calçada, não tem meio fio, não tem nada”, explica o morador Ulisses Leal. Ainda de acordo com ele, há água parada e focos de mosquito da dengue, o que o fez contrair a doença mais de uma vez.

O morador afirma que os terrenos pertencem à Prefeitura e que já os comunicou da situação diversas vezes. “Estou em uma demanda com a Prefeitura já tem uns seis meses. Eu já fui lá na Secretária de Obras, estão fazendo pouco caso, fui lá na Posturas e nada, não tomaram nenhuma providência”, pontua Ulisses.

O morador ainda mostrou indignação com a fiscalização da cidade, pois, “os terrenos particulares a Prefeitura multa, já os deles não fazem nada”.

A assessoria de comunicação da Prefeitura encaminhou um posicionamento sobre a questão e esclareceu que “a demanda do senhor Ulisses Leal é de conhecimento da Prefeitura de Uberaba, visto que foi recebida em vários setores, inclusive o Cidade Ativa. A Secretaria de Serviços Urbanos e Obras vai colocar na programação de serviços da equipe operacional a demanda. Mas é necessário que ele entenda que será na programação, pois há também outras demandas em andamento”. A administração municipal, no entanto, não definiu data para solucionar a demanda do morador. A reportagem continuará acompanhando o caso.

Faça sua denúncia ao WhatsApp JM: (34) 99777-7900 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia