JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 07 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Cemig anuncia aumento na oferta de energia no Triângulo e Alto Paranaíba

De acordo com dados da estatal, são cinco novas subestações, bem como novas linhas de distribuição

14/08/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende

A Companhia Energética de Minas Gerais está ampliando a oferta de energia elétrica para a região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. De acordo com dados da estatal, são cinco novas subestações, bem como novas linhas de distribuição. 

As novas subestações estão localizadas em Pedrinópolis, Nova Ponte, Prata, Lagoa Formosa e Campos Altos. As unidades já foram entregues e possibilitaram ampliação de 75MVA (Megavolt ampère). Ainda de acordo com a Cemig, outras duas subestações, Serra do Salitre e Romaria, estão com a construção em andamento. As duas unidades irão disponibilizar mais 30MVA ao sistema elétrico da região.

As novas instalações utilizam nova concepção tecnológica, conhecida como Subestação Compacta Integrada (Seci) e, juntas, podem atender a cerca de 100 mil residências. O arranjo físico médio das subestações contempla quatro alimentadores de média tensão (13,8 kV) – responsáveis por transportar a energia da subestação aos centros consumidores, banco de capacitores de 3,6 MVA e sistema de rádio digital para telecomunicação.

As subestações Araguari 2 e Uberaba 4 também passaram por melhorias. As duas instalações receberam novos circuitos alimentadores de média tensão e outras obras para melhorar os níveis de tensão e carregamento dos alimentadores. Outras subestações estão em fase de planejamento para garantir o suporte necessário ao desenvolvimento da região nos próximos anos. 

Novas Unidades. A Cemig revelou, ainda, que duas novas subestações serão construídas. Uma será em Uberaba, às margens da rodovia MG-427, e outra em Uberlândia, na região sul da cidade. As duas instalações terão arranjos semelhantes e vão disponibilizar mais 100 MVA quando estiverem concluídas. Para conectar as novas subestações ao sistema elétrico foram necessárias diversas outras obras no sistema de distribuição da Cemig, como a ampliação de outras subestações e a construção de linhas de distribuição. O investimento total é de, aproximadamente, R$80 milhões.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia