JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 21 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Donos de autoescolas vão à Justiça pelo fim imediato de simuladores

Entidade pede a aplicação imediata da Resolução 778/19, do Contran, pelo menos no que tange ao simulador de direção veicular

28/06/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende

Alessandro Dias, presidente do Sindicato dos Proprietários de Centro de Formação dos Condutores (Siprocfc-MG), comunicou ontem que a entidade ingressou com ação civil para suspensão imediata da exigência de aulas com simulador de direção no processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

A entidade pede a aplicação imediata da Resolução 778/19, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), pelo menos no que tange ao simulador de direção veicular. A justificativa é que, como temiam anteriormente, a medida, até entrar em vigor, fez a procura por novos candidatos à CNH cair bruscamente nos Centros de Formação de Condutores (CFCs). Dias expressou que tentará agendar para se reunir com o juiz que analisará o caso, porque considera o assunto urgente. 

O comunicado afirmou que ações individuais e até coletivas não se fazem necessárias, pois o Siprocfc-MG é a única entidade representativa dos CFCs do Estado de Minas Gerais. De acordo com ele, o setor já está sendo afetado. “Uma nova medida está sendo estudada para os prejuízos causados, mas o sindicato está focando esforços inicialmente em restabelecer o trabalho dos CFCs”, declara.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia