JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 22 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Continua depois da publicidade



Vacinômetro: 90% dos mineiros com 12 anos ou mais já tomaram primeira dose contra Covid-19

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

03/12/2021 - 06:12:35.

O vacinômetro em Minas Gerais aponta que 90% da população com 12 anos ou mais, está com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 tomada. Se tratando da dose única ou segunda dose, o índice ultrapassa a marca dos 78%.

O acompanhamento da pandemia no estado é feito pelo Comitê Extraordinário Covid-19, que são, inclusive, os responsáveis por apresentar os dados disponíveis no painel vacinômetro.

Entretanto, é importante ressaltar que mesmo com o avanço da imunização, ainda há uma parcela de pessoas que não completou o esquema vacinal no estado. Segundo informações do secretário-adjunto de Saúde de Minas Gerais, André dos Anjos, mais de 2,5 milhões de pessoas ainda precisam completar o esquema. André dos Anjos reforça a importância de que todos procurem os postos de vacinação, a fim de fechar o ciclo de imunização.

A campanha de vacinação segue em ritmo acelerado pelo estado, mostrando uma melhora nos indicadores, com uma queda de 44% na incidência da doença nos últimos 14 dias e manutenção do patamar médio de 25 casos para cem mil habitantes. Quando comparados os dados atuais com os de março deste ano, por exemplo, quando Minas vivia em onda roxa, a queda fica mais evidente. No período em questão, esse número chegou a mais de 370 casos para cem mil habitantes.
Em quatro semanas, os pedidos de internações reduziram 22% no estado e a ocupação de leitos de UTI SUS exclusivos para covid está na casa de 18%. Já os de enfermaria em 5% com pacientes infectados pelo vírus, segundo informações da Secretaria de Saúde.

Com a situação epidemiológica controlada, o Comitê Extraordinário Covid-19 manteve todas as 14 macrorregiões de saúde mineiras na onda verde do plano Minas Consciente. O secretário-adjunto lembra que, mesmo com a queda nos números, é preciso manter todos os cuidados já conhecidos, como uso obrigatório de máscaras e higienização constante das mãos, a fim de evitar novos surtos da doença.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia