JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 21 de janeiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Entenda as mudanças nas regras de privacidade do WhatsApp

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

14/01/2021 - 00:00:00.

Nos últimos dias, após a divulgação de que o WhatsApp passou a obrigar seus usuários a compartilhar dados pessoais com o Facebook, milhões de pessoas começaram a cogitar o uso do Signal e Telegram.

Com isto, a empresa veio a público afirmar que o teor das mensagens e ligações trocadas dentro do aplicativo continua sendo criptografado, ou seja, o conteúdo não pode ser acessado pelo próprio WhatsApp. "Esta atualização não muda as práticas de compartilhamento de dados entre o WhatsApp e o Facebook, e não impacta como as pessoas se comunicam de forma privada com seus amigos e familiares em qualquer lugar do mundo".

O WhatsApp passou a notificar seus usuários na semana passada que a atualização dos seus termos de serviço e de sua política de privacidade entrará em vigor dia 8 de fevereiro e que só poderá continuar usando o aplicativo quem aceitar as mudanças. A notificação indica como o usuário pode deletar sua conta, caso discorde da atualização.

Essa mensagem diz ainda que as mudanças envolvem atualizações importantes sobre "como tratamos seus dados", "como as empresas podem usar os serviços de hospedagem do Facebook para armazenar e gerenciar suas conversas no WhatsApp" e "como a nossa (do WhatsApp) parceria com o Facebook possibilita a oferta de integrações entre os Produtos das Empresas do Facebook".

A BBC News Brasil entrevistou a especialista em segurança de dados Mariana Rielli, líder de projeto do Data Privacy Brasil, a mudança de fato não significa uma grande atualização na política de privacidade do WhatsApp. Ela explica que, na verdade, boa parte dos usuários do WhatsApp já compartilham seus dados com as outras empresas do Facebook, mas possivelmente não estão conscientes disso.

O comunicado à imprensa do aplicativo de mensagens disse ainda o seguinte: "Para aumentar a transparência, o WhatsApp atualizou suas Políticas de Privacidade para que descrevam que, daqui para a frente, as empresas podem optar pelos serviços seguros de hospedagem do Facebook para ajudar no gerenciamento das comunicações com seus clientes no WhatsApp. Embora, é claro, continue sendo uma decisão do usuário se ele gostaria ou não de se comunicar com uma empresa no WhatsApp". Número de telefone e modelo do aparelho estão entre as informações que poderão ser divididas.

Após o anúncio da nova política do WhatsApp, a procura por seus principais concorrentes disparou. De acordo com dados da empresa de análise Sensor Tower, o Signal foi baixado globalmente 246.000 vezes na semana antes do WhatsApp anunciar a mudança em 4 de janeiro, e 8,8 milhões de vezes na semana seguinte. O Telegram se mostrou ainda mais popular, com downloads crescendo globalmente de 6,5 milhões na semana que começou em 28 de dezembro para 11 milhões na semana seguinte.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia