JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 06 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Pais e responsáveis terão material para auxiliar na rotina de estudo da Educação Especial

01/06/2020 - 00:00:00. - Por Agência Minas

Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) está elaborando guias para orientar pais e responsáveis por estudantes da educação especial da rede estadual. O material vai ajudar no desenvolvimento das atividades remotas durante esse período em que as aulas presenciais estão suspensas por tempo indeterminado como medida de prevenção e enfrentamento à covid-19.

O primeiro material já está disponível e destaca a importância de estabelecer uma rotina diária de estudo com os alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e com Deficiência Intelectual. “No guia, explicamos para a família a necessidade de se criar uma dinâmica de estudo regular para que o estudante se organize. Essa ação acalma as pessoas com autismo e as auxilia a executar algumas tarefas com mais êxito”, destaca a superintendente de Políticas Pedagógicas da SEE/MG, Esther Augusta Nunes Barbosa.

A apostila lembra que os responsáveis também devem incluir no dia a dia as atividades que o aluno gosta. O material traz um cronograma de rotina diária a ser preenchido pelas famílias. 

Novos guias

Um material com orientações para as famílias de estudantes com deficiência visual que ainda não fazem uso do Braille e estão em processo de aprendizado do sistema de leitura também está sendo elaborado. Além disso, o Estado está em contato com as 23 escolas especiais para que os guias construídos por elas possam ser socializados com as demais unidades de ensino.

PETs adaptados

Professores de apoio e de sala de recurso de cada escola são os responsáveis por fazerem as adequações dos Planos de Estudos Tutorados (PETs) para os alunos da Educação Especial que necessitam do material adaptado. A iniciativa leva em consideração as especificidades de cada estudante, como explica Esther Augusta. “Cada aluno com deficiência é único. Então, para cada um, será um material”, frisa.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia