JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 10 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Mais de 1,7 mil trabalhadores na cidade perderam emprego em abril

Pandemia interrompeu sequência de resultados positivos de janeiro e fevereiro e nos quatro primeiros meses do ano

27/05/2020 - 15:13:43. - Por Da Redação Última atualização: 27/05/2020 - 16:14:36.

Uberaba fechou mais de 1,7 mil vagas de emprego somente no mês de abril deste ano, segundo dados divulgados ontem (27) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia. Pela primeira vez este ano, o Governo Federal divulga dados relativos ao comportamento do emprego formal, com carteira assinada, no País. Considerando os quatro primeiros meses do ano, o número de vagas fechadas na cidade é de 1,2 mil.

A Pandemia do coronavírus interrompeu uma sequência positiva na geração de empregos na cidade, considerando que no mês de janeiro foram abertas 285 vagas e fevereiro 598. A partir de março os números passaram a ser negativos, quando 355 trabalhadores perderam o emprego com carteira assinada na cidade. No mês de abril, os números apontam para o fechamento de 1.728 postos de trabalho, o equivalente à redução de 2,22% no estoque de empregos existentes em janeiro.

Cidades da região apresentam comportamento semelhante, com exceção à cidade de Delta, que seguiu apresentando saldo positivo, principalmente em virtude da safra da cana de açúcar e o funcionamento da Usina sucroalcooleira, principal geradora de emprego do município. Em Uberlândia, 3,7 mil pessoas perderam o emprego com carteira assinada no mês de Abril, uma redução de 1,88% no estoque e Conceição das Alagoas fechou 294 vagas no mês passado, com índice negativo de 5,63%. Delta, de janeiro a abril mantém saldo positivo de 503 postos de trabalho abertos.

Os números mostram claramente os efeitos da pandemia na economia regional. A Organização Mundial de Saúde decretou pandemia no dia 11 de março e no dia 17 do mesmo mês ocorreu a primeira morte no Brasil. Em Uberaba, a partir do dia 23 de março foi decretado o isolamento social com o fechamento de vários setores da economia, o que foi flexibilizado no início de abril, mas com várias restrições. Desde então um embate jurídico se estabeleceu entre município e Justiça Federal mantendo o comércio funcionando com diversas restrições e vários setores mantidos fechados.

Minas Gerais. Minas Gerais foi o segundo estado que mais demitiu no mês de abril no País, perdendo somente para São Paulo. Em Minas, 88,3 mil trabalhadores perderam o emprego com carteira assinada no mês passado, enquanto São Paulo o fechamento de vagas chegou a 260,9 mil. 

Brasil. De acordo com o Caged, em março, quando os efeitos da crise do coronavírus começaram a ser sentidos, foram fechadas 240.702 vagas formais no país. Já no mês de abril, a eliminação de vagas de trabalho formais se acelerou: foram 860.503 postos fechados, o pior resultado da série histórica da Secretaria Especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, que tem início em 1992. Com isso, foi a maior demissão registrada em um único mês em 29 anos.

Município

Estoque
Janeiro

Janeiro/2020

Fevereiro/2020

Março/2020

Abril/2020

Saldos

Variação Relativa (%)

Saldos

Variação Relativa (%)

Saldos

Variação Relativa (%)

Saldos

Variação Relativa (%)

Uberaba

77.442

285

0,37

598

0,77

-355

-0,45

-1.728

-2,22

Uberlândia

198.439

181

0,09

633

0,32

-1.279

-0,64

-3.715

-1,88

C. das Alagoas

4.721

32

0,68

41

0,86

424

8,84

-294

-5,63

Delta

2.841

66

2,32

138

4,75

288

9,46

11

0,33

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia