JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 12 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Netflix está de olho nas pessoas que compartilham suas senhas

Uma das possibilidades seria, pela primeira vez, limitar o número de dispositivos no qual a Netflix pode ser instalada

23/10/2019 - 00:00:00.

Atenção para aqueles que compartilham a senha da Netflix com todo o grupo de WhatsApp da família: a empresa está pensando em modos de coibir esse tipo de compartilhamento de conta.

Segundo o CFO da Netflix, Spencer Neumann, a empresa tem monitorado de perto essa cultura de compartilhamento de senhas e que tem pensado em maneiras que não sejam nocivas a seus clientes para coibir essa prática.

Esse tipo de coisa acontece porque, atualmente, é possível ativar a Netflix em qualquer aparelho, com a única limitação sendo em quantas telas o serviço pode ser usado ao mesmo tempo. Então, se você tem uma conta única individual para dividir com toda sua família isso é algo possível, já que a assinatura permite que todo mundo tenha o app instalado em seus smartphones e tablets, e só irá barrar alguém caso o número de transmissões simultâneas ultrapasse a quantidade máxima do plano. Dessa forma, se o seu plano permite três ativações simultâneas, é possível que ele seja utilizado por 20 pessoas, mas apenas três conseguirão usar o serviço ao mesmo tempo.

Uma das possibilidades seria, pela primeira vez, limitar o número de dispositivos no qual a Netflix pode ser instalada - como, por exemplo, permitir que uma conta seja acessada por apenas dez dispositivos (incluindo smartphones, tablets, videogames e computadores).

Algo parecido já existe hoje na HBO Go (o serviço onde assinantes do canal HBO na TV a cabo podem acessar os conteúdos do canal pela internet), onde uma conta permite que apenas cinco dispositivos sejam cadastrados para acessar o serviço - no caso de computadores, o cadastro é feito pelo endereço IP da máquina.

Ainda que a Netflix esteja monitorando o compartilhamento de contas, Neumann já deixou claro que a empresa não irá fazer nenhuma mudança no formato de como as contas do streaming funcionam em um futuro próximo.

*Com informações do Canal Tech
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia