JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 01 de abril de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Eliminar o medo da cadeira do dentista já é possível com sedação consciente

A técnica permite tratamento com segurança e tranquilidade para o paciente

Última atualização: 01/10/2017 - 18:30:30.

Divulgação

 

Segundo Pedro Zanin e Sohail Smaili, a técnica permite tratamento com segurança e tranquilidade para o paciente

A frustração em não conseguir eliminar a ansiedade ou o medo ao sentar em uma cadeira odontológica, apesar da existência da anestesia tradicional, já levou muita gente a postergar ao máximo a ida ao dentista, por ser uma daquelas tarefas que, com prazer, o paciente deixaria de fazer, se fosse possível. Esse medo até virou mote de pesquisa que analisou o impacto da odontofobia na saúde bucal – maior incidência de cáries, placas de tártaro, patologias gengivais, perda de dentes e abscessos acima da média.

Mas, hoje, a tecnologia permite realizar procedimentos de complexidade e precisão, sem dor e com o paciente sedado. Essa técnica é conhecida como a sedação consciente. Totalmente diferente da anestesia geral, nela há uma depressão mínima do nível de consciência, onde são mantidos a respiração espontânea, os reflexos protetores e a capacidade de resposta a estímulos físicos e comandos verbais. O método utilizado é de aplicação endovenosa, feito por um médico anestesista, que acompanha, também, todo o procedimento cirúrgico. O paciente permanece consciente e acordado e, após a consulta, a recuperação é completa e imediata.

Esta é uma das técnicas utilizadas por clínica que será inaugurada esta semana em Uberaba. A unidade reúne dois empresários, Expedito Damasceno e Sohail Smaili, e o implantodontista Pedro Antônio Zanin Paiola, em sociedade com o diretor da franquia, Nadim Farid Nicolau Neto.

A clínica é especializada, também, em outras tecnologias modernas, como Lentes de contato dentais, que usa laminados de porcelana extremamente finas com durabilidade que pode se estender por até 20 anos. Há ainda os implantes dentários com pinos que se integram ao osso e são indicados para substituir um ou mais dentes. Outra especialidade é a Bichectomia, uma cirurgia utilizada para remover glândulas de gordura presentes nas bochechas, através de pequena incisão dentro da boca.

Existe, também, o Botox Orofacial, que corrige assimetrias de face, que podem estar ligadas à hipertrofia dos músculos da mastigação, exposição acentuada da gengiva, do sorriso assimétrico, do controle de alguns tipos de salivação em excesso e das dores orofaciais ligadas ao bruxismo. Outra aplicação possível é em tratamentos preventivos, nos casos de implantes de carga imediata e reabilitações estéticas.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia