MAIS 12 MESES

Prefeitura estende contrato com empresa acusada de fornecer carne imprópria para escola

Gisele Barcelos
Publicado em 10/07/2024 às 21:45Atualizado em 11/07/2024 às 08:04
Compartilhar

Mesmo após denúncia de fornecimento de carne imprópria para consumo, a Prefeitura prorrogou o contrato com empresa responsável pela merenda escolar. O prazo para prestação de serviço encerraria agora em julho, mas a validade foi estendida por 12 meses.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação justificou que a ampliação do contrato até julho do ano que vem foi para evitar prejuízos na produção e entrega das merendas escolares. “Com a medida, a Semed garante que as crianças não fiquem sem a alimentação escolar adequada, balanceada e de qualidade”, continua o texto.

A pasta ainda manifestou que a prestação do serviço segue sob rigorosos critérios de fiscalização. “A Educação se mantém alerta, atenta e operante para garantir o cumprimento do contrato, onde estão claros os requisitos para a oferta do alimento nas melhores condições de higiene, preparo e transporte”, acrescentou.

Além disso, a Secretaria de Educação reforçou que um processo sancionatório já foi aberto contra a empresa responsável pela merenda escolar e a terceirizada foi notificada para apresentar defesa quanto aos alimentos recolhidos por solicitação da equipe de nutrição.

No entanto, a nota informa que a apuração foi instaurada por fornecimento de produto diferente do previsto em contrato. “A ordem de recolhimento ocorreu pela entrega de um corte de carne distinto do acordado contratualmente e não pelo fato de estar impróprio para consumo humano”, destaca o comunicado. 

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Logotipo JM Magazine
Logotipo JM Online
Logotipo JM Online
Logotipo JM Rádio
Logotipo Editoria & Gráfica Vitória
JM Online© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por