CIÚME

Homem comete feminicídio contra a companheira por ciúmes, diz PC

Carlos Paiva
Publicado em 06/07/2024 às 18:07Atualizado em 06/07/2024 às 18:09
Compartilhar
Imagem de câmera da região mostra o autor colocando algo na caminhonete, o que seria o corpo da companheira (Foto/Reprodução)

Imagem de câmera da região mostra o autor colocando algo na caminhonete, o que seria o corpo da companheira (Foto/Reprodução)

Valmir Rodrigues Batista, de 42 anos, matou a companheira, a dona de casa Fiama da Silva Bento, de 31, por ciúmes excessivos. Esta é a conclusão apontada pelas investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O corpo dela foi encontrado, com a ajuda de cães farejadores do Corpo de Bombeiros Militar, em área de vegetação à margem da BR-262, quilômetro 822, zona rural de Uberaba, na quinta-feira (4).

O delegado PC Cyro Outeiro, titular do DHPP/1ªDRPC, em Uberaba, disse ao Jornal da Manhã que o crime é de homicídio passional, pois o autor nutria ciúmes da vítima, que acabou sendo assassinada por esse motivo.

Segundo apurou o Jornal da Manhã, familiares da dona de casa chegaram a acreditar que ela estava desaparecida e espalharam cartazes nas redes sociais, pedindo à população que ajudasse a procurar Fiama da Silva Bento.

O ex-companheiro da vítima, Valmir Rodrigues Batista, informou aos familiares, somente no dia 26 de junho, que a dona de casa não havia retornado para casa desde o dia 21 de junho, o que acabou chamando a atenção dos parentes.

O caso foi comunicado à autoridade policial titular da DHPP, Cyro Outeiro. Os investigadores encontraram imagens de câmeras de segurança que mostram Fiama entrando em casa, no bairro Morada Du Park, às 6h42 do dia 22 de junho, desmentindo assim a versão do acusado de que ela teria desaparecido no dia 21.

As imagens também mostram o acusado colocando algo, que parece ser o corpo da dona de casa, enrolado em um pano ou lona na carroceria de uma camionete.

Diante das distorções contadas pelo acusado e demais evidências juntadas durante as investigações, o delegado PC Cyro Outeiro representou junto ao Poder Judiciário pela prisão do então suspeito. A ordem judicial foi expedida e o alagoano Valmir Rodrigues Batista foi preso pelos investigadores da DHPP.

Após a prisão, o suspeito indicou aos policiais civis o local onde teria deixado o corpo da vítima. Foi solicitado apoio do Corpo de Bombeiros Militar com cães farejadores para ajudar a encontrar os restos mortais. O corpo da mulher foi encontrado em área de vegetação, próximo a uma mata.

Perito criminal da Polícia Civil compareceu no local e, após colher evidências para confecção de laudo, encaminhou o cadáver para o Posto de Medicina-Legal para exame de necropsia pelo médico legista.

O corpo da dona de casa Fiama da Silva Bento foi sepultado no Cemitério Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, na quinta-feira (5)

O acusado confesso do crime foi recolhido em uma das celas da Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba, onde se encontra à disposição da Justiça.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Logotipo JM Magazine
Logotipo JM Online
Logotipo JM Online
Logotipo JM Rádio
Logotipo Editoria & Gráfica Vitória
JM Online© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por