DOCUMENTO FALSO

Aposentada é presa em Campo Florido ao tentar fazer saque no Itaú com outro nome

Carlos Paiva
Publicado em 19/06/2024 às 19:20
Compartilhar

Aposentada, de 70 anos, e homem, de 46, foram presos, e um adolescente, de 16, foi apreendido, por suspeita de tentativa de golpe contra o Banco Itaú, na região central de Campo Florido, na terça-feira (18). A aposentada estava se passando por outra pessoa e, com o uso de documento falso, tentava fazer saques. Ela tem passagens pelo mesmo crime. Os três foram levados ao plantão da Polícia Civil. O carro em que estavam foi apreendido. 

Guarnição da Polícia Militar fazia patrulhamento pelo centro de Campo Florido quando notou o veículo GM Vectra GLS, cor prata, ano 1998, placas GWX-3657 de Uberaba, circulando pela área central da cidade, após deixar uma mulher na entrada do Banco Itaú.

Durante rastreamento, o veículo foi localizado estacionado na praça Eteocles Vilela. Nesse momento, o motorista percebeu a aproximação da guarnição e tentou empreender fuga, sendo interceptado. Os ocupantes do carro, o homem e o menor, foram abordados. Eles disseram que eram pai e filho.

Inicialmente, os dois afirmaram que haviam buscado uma mulher no Povoado do Rio do Peixe, município do Prata (MG), e que a tinham deixado no Banco Itaú, porém não sabiam o nome dela e que a aguardavam enquanto ela realizava uma transação financeira.

Diante das suspeitas levantadas, foi realizado contato no Banco Itaú, onde a idosa se apresentou e tentava realizar o saque de benefício de amparo ao idoso, com cartão vencido, utilizando-se da identidade, sem senha e ou biometria.

A idosa também foi abordada e confessou que havia encontrado o “cigano do carro”, acompanhado do filho, em um bar e que recebeu a proposta de se passar pela beneficiária “Luzia” e realizar o saque de qualquer quantia que encontrasse na conta com aquele nome. Pelo golpe, ela receberia a quantia de R$300.

Em consulta ao sistema informatizado, ficou constatado que a aposentada, no ano de 2023, foi presa em flagrante delito na cidade de Uberlândia, onde naquela ocasião praticou a mesma modalidade de delito em uma agência do Banco Itaú, onde apresentou carteiras de trabalho nas quais se identificou por “Maria Alcides” e por “Creusa Modesto”, sempre tentando realizar transações financeiras de milhares de reais, seja em saque ou empréstimos.

Foi realizada busca no interior do veículo e nada de ilícito foi localizado, contudo foi observado que o veículo não possuía pneu de estepe e que os pneus dianteiros se encontravam lisos, sendo as placas estavam ilegíveis. O carro foi removido para pátio conveniado do Detran. 

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Logotipo JM Magazine
Logotipo JM Online
Logotipo JM Online
Logotipo JM Rádio
Logotipo Editoria & Gráfica Vitória
JM Online© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por