JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 23 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Raquel Ribeiro #FICADICA 10/05/2020


Continua depois da publicidade


Hoje é "o dia"!

 

FELIZ DIA

Hoje é dia daquela que possui poderes paranormais sobre cada um de nós. É o dia daquela que tem a capacidade de ouvir o silêncio, perceber em nosso olhar nossa tristeza e aflição, bem como vibrar com nossa alegria e realização. Para os que ainda as têm por perto, um conselho: aproveitem! Para os que já perderam o colo e o ombro amigo, tenham a certeza de que você aproveitou como e quanto tempo pôde, e se hoje você não pode sentir a sua mãe bem ao seu lado, de braço dado, feche seus olhos e lembre-se do quão especial era a presença dela em sua vida, nos pequenos gestos e atos do dia a dia. E para os que têm o privilégio de estar com suas mães, mesmo em tempos de isolamento, desligue o seu celular, dê um pulinho na porta da casa dela, um aceno de mão e um sorriso estampado no olhar; já que os lábios estarão cobertos por máscara, será o melhor presente que ela receberá no dia de hoje, pode apostar! A você, mamãe, madrasta, tia, madrinha ou mãe postiça, saiba que você é inspiração diária, eterna e insubstituível, assim, com todas as suas qualidades e defeitos, com todos os seus erros e acertos. Feliz dia!

NOVO OU NORMAL? A BOLA FORA DA VEZ

Uma das maiores e mais bem-conceituadas revistas do mundo lança neste mês de maio mais uma edição no Brasil. Só um instante, a revista que mais dita moda em TODO MUNDO lançou esta semana em nosso país seu mais novo exemplar e resolveu fingir demência. Enquanto a mesma revista, lançada em outros países como Portugal e Espanha, por exemplo, expôs capas superatuais e emblemáticas, que ficarão para a história e mais, conseguiram reproduzir no mundo “elitizado e da moda” o que o planeta está vivendo, no Brasil, a capa da revista é ninguém mais, ninguém menos que a Top das Top Brasileiras Giselle Bündchen, a maior e mais bem paga modelo brasileira de todos os tempos em um ensaio de gaveta. Como se não tivesse como piorar, o título da capa é “Novo Normal”, onde a top model fala da falta que sente das coisas simples do seu dia a dia antes da Covid-19. Hello, acorda, Brasil, passamos da marca dos 10.000 mortos. Em uma era digital e antenada, somos formadores de opinião da hora, que levantamos na hora em que nos deitamos, somos parte integrante de um país que não tem estrutura política e financeira para enfrentar um inimigo tão mortal e desconhecido como este. Se continuarmos a dar os ombros e agirmos à la influencers digitais da elite, seremos dizimados por um vírus e por uma sociedade egoísta e completamente sem modos.




Continua depois da publicidade

VAMOS FALAR DE CONSCIÊNCIA

Quem teve o prazer de conhecer aquelas bandas vai entender o que estou falando. É lastimável e perfeitamente previsível o cenário Covid-19 em Manaus. Aquilo, como nos morros das grandes metrópoles, é tragédia anunciada. A única diferença para nós, que vivemos no Sudeste e pensamos muito no nosso umbigo, é que eles estão longe e os moradores das favelas do Rio de Janeiro estão praticamente aqui do lado. Um lugar repleto de belezas naturais, comidas sensacionais, um povo hospitaleiro, como jamais vi em todo território nacional, do motorista de táxi ao chef de um renomado restaurante, todos eles sabem como ninguém como proporcionar uma experiência única e agradável aos turistas. Um dos grandes problemas chama-se: falta de higiene – definitivamente, é um lugar com pouco asseio, digamos assim. E em tempos de Covid-19, onde a ordem é o mínimo de contato possível e higienização das mãos, realmente aquela região do nosso país era tragédia anunciada. Mas nós, aqui, do Sudeste, preferimos fechar os olhos, nos concentrar em nossos problemas político-partidários e vigiar dia a dia o número de mortos e infectados nas grandes capitais do Sudeste. Agora o caos já está instalado. Mas, quando escrevo aqui sobre educação, voto consciente e mudanças, é sobre evitar este cenário do qual estou falando. Somos um país rico, precisamos ser um país rico e inteligente de uma vez por todas. Vamos eleger com consciência quem nos governa e nos conduz, para que não sejamos plateia de mais tragédias anunciadas como esta. 

É HORA DE FAZER O BEM

É no próximo sábado, dia 16 de maio, que você tem um compromisso delicioso, inadiável e solidário. Dia 16 de maio, a partir de 11h30, teremos o Drive Thru de Feijoada em prol da Oasis. Os tickets estão sendo vendidos pelas voluntárias da instituição e também em sua sede. O valor é de R$40 e serve até duas pessoas. Para quem não conhece a Oasis, dá apoio ao atendimento de crianças com câncer. Sua renda vem de ações, festas e eventos promovidos pela entidade para arrecadar recursos para que os serviços sejam prestados continuamente. Com a pandemia, todos os eventos foram cancelados, por isso o sucesso de vendas desta feijoada é de extrema importância para a manutenção da entidade. Garanta seu ticket e colabore com esta causa, entre nesta corrente do bem.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia