JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de julho de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Paiva SENTINELA 17/06/2022



Menor é injuriada e difamada em grupo de WhatsApp

Agressão, bullying, intimidação e omissão...
Conceituado colégio particular em Uberaba pode estar prestes a responder a inquérito policial e processo na Justiça. No dia 15 de maio passado, quando o colégio realizava o evento "Dia das Profissões", uma aluna de 11 anos teria sido agredida com socos e chutes e imobilizada pelo pescoço em plena sala de aula por uma colega de sala. E tudo isso sem a intervenção de um único funcionário do colégio que tem uma das mensalidades mais caras da região. As agressões foram filmadas por uma outra aluna e em seguida exibidas em redes sociais. Um único aluno foi quem tentou separar a agressora da vítima, mas também não obteve êxito. As salas de aula são equipadas com câmeras de segurança, mas segundo a mãe da vítima, estavam desligadas da tomada e inclusive com uma fita na tela. Ainda de acordo com a mãe da estudante, nenhuma providência foi tomada pelo colégio quanto ao ocorrido. E como o colégio se omitiu, segundo a própria estudante, passou a sofrer bullying dos colegas. Eles fizeram figurinhas com a imagem dela apanhando, faziam gestos demonstrando que ela estava surrada e outras. Ela também conta que por diversas vezes se sentiu coagida a dar lanche e chicletes para a agressora e outra aluna temendo que fosse agredida novamente. Diante de tamanha covardia e omissão total do colégio que se gaba por ser o melhor da cidade, a mãe optou por retirar a filha do colégio.

Assalto a loja Irmão Soares
Um homem negro, estatura mediana, magro, aparentando cerca de 28 anos, trajando camisa de cor verde ou bege com escrita bordada em cor branca, usando boné, calça jeans, tênis branco com duas listras coloridas, se passando por cliente, assaltou uma loja de roupa feminina infantil, rua Doutor Mozart Furtado Nunes, bairro Irmão Soares, na tarde de ontem. Ele fugiu levando R$6,00 e um cartão bancário que estavam no caixa. Ele conseguiu fazer algumas transações com cartão da loja, sendo um saque no valor de R$1.070,00; uma compra no valor de R$7,25; uma compra no valor de R$9,50; uma compra de R$4,00 e uma compra de R$15,99, totalizando um prejuízo de R$ 1.106,74. A Polícia Militar demorou ser acionada, o que acabou prejudicando o princípio da oportunidade. Quanto mais rápido o 190 é acionado, maior é a possibilidade de prisão do autor e recuperação do objeto roubado.

PEC 53 volta novamente ao plenário
Está novamente pronta para ser votada em 2º turno, no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 53/20, que tem como autor o deputado Delegado Heli Grilo. Em reunião nesta quarta-feira (15), os deputados que integram a comissão especial constituída para analisá-la aprovaram parecer favorável à matéria, que trata do funcionamento da Polícia Penal no Estado. A PEC 53/20 tem o objetivo de ajustar a Constituição Estadual às inovações trazidas pela Emenda à Constituição Federal 104, de 2019, que criou as Polícias Penais federal, estadual e do Distrito Federal. Ela estabelece a subordinação ao governador e prevê uma lei orgânica própria e avaliações de desempenho para promoção e progressão na carreira, sujeitas a regras especiais. A proposição já estava na pauta de votação do Plenário, em 2º turno, nas reuniões programadas para a última terça (14), mas recebeu a emenda nº 1, de autoria do próprio Delegado Heli Grilo, e teve que retornar para nova análise da comissão especial. A emenda apresentada pelo parlamentar altera a redação do artigo 4° do substitutivo nº 1 ao vencido, de forma a estabelecer que à Polícia Penal caberá a fiscalização do cumprimento da pena e a segurança dos estabelecimentos penais do Estado.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 53/20, que tem como autor o deputado Delegado Heli Grilo, está pronta para ser votada em 2ºturno.

Chuços nas celas
Policiais penais encontraram sete chuços em duas celas na Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba, no feriado de Corpus Christi, na quinta-feira (16). Tal fato chega a ser preocupante, afinal chuços são armas letais. Na cela 25, Galeria Anexo a Ala “B”, em um buraco na parede, foram encontrados 6 chuços. Um preso de 41 anos assumiu a propriedade dos objetos ilegais. Suspeita-se que os presos desta cela estejam se armando para outros presos. Já na cela 14 da Galeria Anexo Ala "A", policiais penais encontraram um chuço dentro de um colchão. Um preso de 29 anos assumiu a propriedade do objeto. Todos os chuços foram encaminhados a Polícia Civil.

Menor é injuriada e difamada
Uma estudante de 16 anos, acompanhada de sua mãe, uma dona de casa, de 32, registrou queixa na polícia dando conta de que vem sendo vítima de injúria e difamação em um grupo de WhatsApp. Ela conta que uma mulher postou uma “mentira” em seguida passou a sofrer um linchamento virtual. Pessoas que não a conhecem passaram a denegri-la com postagens extremamente ofensivas. Tem mais: pessoa próxima a vítima enviou para grupo foto íntima da menina que é menor de idade. A foto íntima vem circulando em outros grupos de WhatsApp, bem como outras redes sociais. Os envolvidos foram identificados com nome e celular. O caso foi encaminhado à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher.




Continua depois da publicidade


Golpista das festas
Um arquiteto de 26 anos foi vítima de golpe ao tentar comprar ingresso para Copa Inter Atléticas (Cia), avenida Nossa Senhora do Desterro, Jardim Siriema. Ele conta que estava acessando a página oficial da Cia, momento em que viu uma mulher oferecendo um ingresso por R$240,00. Ele passou um Pix do valor e não recebeu o ingresso. Ele não foi o único a cair nesse golpe. Suspeita-se que esse golpista seja o mesmo que fez inúmeras vítimas na ExpoZebu 2022 e outras festas e sempre agindo da mesma forma.

Maconheiro confesso
Policiais militares da 40ª Companhia do 4ºBPM passavam pela rua Santo André, Parque São Geraldo, quando sentiram forte odor de maconha. Três jovens que estavam próximos foram abordados e foram encontrados dois cigarros de maconha. Um lavador de 18 anos assumiu a propriedade das drogas e ainda disse que na casa dele tinha mais um “fino”. Na verdade tinha muito mais que um simples “fininho” (cigarro). Os militares apreenderam três tabletes, uma porção e um cigarro todo de maconha. O rapaz foi levado para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

Golpe da venda pelo OLX
Motorista de 47 anos perdeu R$38 mil após cair no golpe do anúncio da venda de uma camionete pelo site OLX. Um assistente técnico de 46 anos anunciou a venda de uma camionete F1000 de cor vermelha pelo valor de R$60 mil. O golpista entrou em contato, contou uma lorota, pediu fotos e passou a vender a mesma camionete por R$38 mil nas redes sociais. O motorista fez contato com o golpista que mandou ele ver a camionete com o assistente técnico, mas de forma alguma falar o valor que estava pagando. Dito feito. Ele viu a camionete e não falou nada. Certo de que estava fazendo o melhor negócio da sua vida, o motorista passou um pix de R$38 mil para conta bancária do golpista. A camionete não foi entregue.

É tudo muito bom!
Os lanches e pizzas do Primo têm qualidade do começo ao fim. Aliás, tudo no Primo é de muita qualidade. Os ingredientes são escolhidos a dedo e a higiene segue um rigoroso controle. No Primo também tem caldos, porções e o mais delicioso macarrão da cidade. Para acompanhar tem suco de laranja, refrigerantes ou uma cerveja geladíssima. Primo Lanches e Pizzas, praça Carlos Gomes, 174, bairro Estados Unidos, ligue: 3333-3000. WhatsApp: 99972-4977. Visite o Primo nas redes sociais.

No Primo, você encontra mais deliciosas porções da cidade e a entrega mais rápida - 3333-3000
 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar