JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 18 de maio de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Paiva SENTINELA 24/04/2021


Continua depois da publicidade


Proprietário de clínica odontológica é preso após servir bebida alcoólica para menor

Mortes na rodovia
A Polícia Militar Rodoviária (PMR) registrou acidente (colisão traseira) com duas vítimas fatais na rodovia LMG 799, quilômetro cinco, na região da Capelinha do Barreiro, por volta das 18h30 desta sexta-feira (23). As vítimas, o empresário, Vicente Airton de Souza, 51 anos, e o assessor contábil, Adailson Rezende Borges, de 46 anos. Eles eram residentes em Araxá (MG), mas estavam em Conceição das Alagoas (MG), onde prestavam serviços de assessoria contábil à Câmara e à Prefeitura Municipal da cidade. O carro em que estavam as vítimas, um Fiat Weekend Adventure, cor preta, placas GAF-9007, bateu na traseira de uma carreta carregada de elementos que seguia para Teresina (PI). O motorista da carreta não ficou ferido. Objetos pessoais das vítimas fatais, como notebooks, relógios, pulseiras, celulares, anéis, documentos de uso pessoal, carteiras, cartões de crédito, quantia de R$ 1.742,00, e o carro Fiat Weekend foram entregues a terceiro. Os corpos foram encaminhados ao IML em Uberaba e devem ser liberados na manhã deste sábado (24).

Preso por servir bebida a menor
Proprietário de clínica odontológica, de 52 anos, foi preso em sua casa após servir bebida alcoólica para uma adolescente de 17 anos, na rua Vigário Silva, região central de Uberaba, à 1h10 deste sábado (24). A confusão que terminou em prisão começou quando a adolescente (que trabalha como auxiliar de dentista) não chegou em casa e o pai acionou o 190. Familiares e a Polícia Militar foram para a casa do empresário e o encontraram com sintomas de embriaguez alcoólica (andar cambaleante, hálito etílico, olhos vermelhos). Ele negou ter servido bebida alcoólica para adolescente e disse que apenas a chamou para fazer uma faxina em seu apartamento. Disse também que não manteve relações sexuais com sua funcionária, e no final deixou escapar que a adolescente bebeu umas latinhas de cervejas. Já auxiliar de dentista, de 17 anos, firmou que seu patrão lhe serviu quatro latas de cerveja Brahma Duplo Malte, e uma dose de pinga do engenho, mas que não manteve relações sexuais com o seu patrão. No final das contas, a auxiliar estava muito bêbada. A moça se encontrava com andar cambaleante, chorando muito, olhos vermelhos, hálito etílico, e a todo momento pedia para o pai não tomar providências contra o patrão.

O outro lado
Na coluna Sentinela desta sexta-feira (23), noticiei que um estudante, de 42 anos, fez graves acusações a uma jovem de 28. Ele disse à polícia que após uma viagem a Serra da Canastra (MG), a moça estaria tentando extorquir dinheiro dele. Também nesta sexta-feira (23), após ler nesta coluna a acusação do estudante, a jovem, indignada com a acusação do estudante, procurou a Polícia Militar e registrou uma queixa de difamação contra ele. Ela ressalta que nunca houve tentativa de extorsão e sim uma cobrança das despesas na Serra da Canastra.

Investigação
No documento já encaminhado à Polícia Civil, a jovem relata que faz parte de um grupo de ciclistas, e neste grupo conheceu o estudante, e que por diversas vezes ele "deu em cima" dela. Ela conta que teria informado a ele que é homossexual assumida e não possui interesse por homens.

No passeio
Já na Serra da Canastra, ainda conforme a jovem, pernoitaram no local e no dia seguinte, ao se levantar, foi abordada pelo estudante lhe pedindo desculpas por algo que teria ocorrido na noite anterior, o qual ela não entendeu de que se tratava, pois não tinha percebido nada. Ela perguntou o que tinha acontecido e ele disse que acreditava que tinham mantido relação sexual. Ela é categórica em afirmar que não houve relação sexual e não notou nenhuma anormalidade em seu corpo, mesmo porque estava menstruada.

Pílula do dia seguinte
O estudante continuou afirmando à jovem que pode ter havido a relação sexual e sugeriu que ela tomasse uma pílula do dia seguinte. Após retornarem do passeio, no dia seguinte, ele mandou entregar na casa dela uma pílula do dia seguinte, momento em que novamente a jovem perguntou se haveria essa necessidade. Ele disse que era “melhor prevenir”. Diante da afirmativa e da insistência, ela tomou e foi aí que aproveitou para cobrar o dinheiro das despesas da viagem. Ele se comprometeu a pagar posteriormente.

Golpe do Pix
Golpistas não estão perdoando nem doce, que o diga uma empresária de 39 anos que especializou doces finos e bolos decorados. Ela conta que uma mulher, que disse morar no Parque Mirante, fez uma encomenda de doces e bolo para serem entregues em seu endereço. O pagamento seria efetuado na entrega da encomenda, porém ao realizar a entrega dos produtos, a cliente tentou efetuar o pagamento de R$ 227,50 através de Pix, só que não foi concluído. A mulher então pediu os dados bancários da empresária para realizar uma transferência bancária, o que também não aconteceu.

Falso sequestro com Pix
Aposentada de 64 anos acabou perdendo mais de R$17 mil após cair no golpe do falso sequestro, rua Jorge Zaidan, Vila Santa Inês. Ela conta que recebeu uma ligação telefônica de madrugada, onde um homem disse que estava com sua filha sequestrada e em seguida uma mulher apareceu no telefone gritando pedindo por socorro. A aposentada acreditou se tratar da filha dela. O homem passou a exigir dinheiro e o resto você já sabe. É desnecessário contar detalhes, é tudo igual. A novidade é que desta vez os bandidos usaram o Pix como forma de transferência do dinheiro. Ela chegou a fazer sete transferências num total de R$17.850,00 e só descobriu que era um golpe quando seu dinheiro acabou e foi pedir emprestado a seu vizinho.




Continua depois da publicidade


Encontrado morto
Durante operação de enfrentamento ao crime de homicídio, uma guarnição da Patrulha Rural da Polícia Militar foi empenhada a comparecer em um estabelecimento comercial na rodovia Ligação 798, Chácaras Santa Fé, por volta das 20h30 desta terça-feira (23). No local se depararam com o corpo do comerciante José Osvaldo de Campos, 53 anos. A Polícia Civil também esteve presente através do perito criminal. O corpo foi encaminhado ao IML.

Moda feminina
A empresária Graziela Rodrigues da Sabryza Modas preparou uma live inesquecível pra você. As melhores marcas em moda feminina (tamanho “P” ao 52) pelo menor preço. Durante a live sorteio de muitos brindes. Aproveite e compre o presente do dia das mães e pra você também. É hoje, dia 24, as 14h. Acesse: @sabryzamodas. Sabryza Modas, (34) 3321-4281, rua Marquês do Paraná, 1132, bairro Estados Unidos.

Assalto na madrugada
As polícias Militar e Civil estão à procura de dois que estavam em uma moto grande e assaltaram um analista de custos de 30 anos, na avenida Nossa Senhora Desterro, Jardim Esplanada, por volta das 5h40 desta sexta-feira (23). O rapaz estava a caminho do trabalho em uma usina, quando teve seu celular tomado de assalto pela dupla que simularam estarem armados.

Delegacia da mulher
Uma operadora de banco, de 20 anos, procurou a Base de Segurança Comunitária da Polícia Militar para informar que descobriu que sua rede social foi hackeada e fizeram uma página fake. Ela garante que as mensagens são ofensivas e denigrem a sua imagem, inclusive em seu trabalho e teme represálias. A moça garante que tomará providências para localizar a autoria das mensagens. O próximo passo é procurar a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher e pedir providências.

Estupro de vulnerável
A Polícia Militar procura por um homem de 67 anos que é suspeito de cometer “estupro de vulnerável” contra uma menina de 8 anos, no Conjunto Cartafina, as 11h desta terça-feira (23). A mãe da menina, uma dona de casa de 43 anos, contou que o homem foi a sua casa para apanhar umas cadeiras. Enquanto a dona de casa foi ao portão, o homem tocou com uma das mãos as partes íntimas da menina, acariciando-o por cima das roupas que ela utilizava. Em seguida a dona de casa adentrou ao imóvel e o suspeito foi embora. Com a saída do suspeito, a menor, aos prantos, relatou à dona de casa o que havia ocorrido. A dona de casa pediu ao suspeito que retornasse e devolvesse as cadeiras, pois não iria consertar mais nada. Ele retornou e disse que só encostou na menina. A Polícia Militar foi chamada e fez diligências pela cidade. No local de trabalho do suspeito, policiais militares foram atendidos por dois filhos do homem. Eles disseram que pai não estava. Disseram também que já sabiam do fato e contaram que o suspeito estava temendo ser preso e havia dito que iria para casa de familiares em Araxá. O caso segue para a Delegacia de Orientação e Proteção à Família.

Furto da FAB
Uma mulher de 35 anos, prestadora de serviços da Força Aérea Brasileira (FAB), cuida da área em que fica uma torre de antena e um container pertencente à FAB, notou que o container estava sem o cadeado e a porta entreaberta. Ao abrir o contêiner viu que algumas caixas de madeira tinham sido mexidas. Ela informou que pode ter sido levado rolos de fios e algumas antenas, não soube informar com precisão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia