JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 15 de maio de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Paiva SENTINELA 25/03/2021


Continua depois da publicidade


Homem ligado a facção criminosa é preso em Uberaba após investigação no Paraná

Revoltante
As últimas decisões do Poder Judiciário só colaboram com o aumento da insegurança jurídica no Brasil, mas uma em especial chama bastante a atenção do povo mineiro. Ocorre que o acórdão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou as sentenças dos quatro criminosos que mataram, no dia 10 de julho de 2017, em um assalto a banco, na cidade de Santa Margarida (MG), o cabo da Polícia Militar Marcos Marques da Silva, na época com 36 anos, e o vigilante bancário Leonardo José Mendes, além de fazerem três pessoas como reféns durante a fuga. Segundo a Justiça, o motivo da anulação da sentença foi o acesso às mensagens de WhatsApp dos celulares dos criminosos, durante o flagrante sem autorização judicial. Com essa decisão, o processo volta para o Juízo de primeira instância e as provas obtidas deste procedimento devem ser desentranhadas e as provas derivadas e nova sentença deverá ser prolatada (se for o caso) pelo juiz de primeira instância. Na decisão inicial, os autores foram condenados a 63 anos, seis meses e 22 dias de reclusão, o motorista da picape Fiat Toro, a 68 anos e sete dias de reclusão e 58 dias-multa, um outro a 49 anos, 6 meses e 15 dias de prisão e o último homem a ser preso, já no domingo após o crime, em Orizânia, foi condenado a 49 anos, 6 meses e 15 dias de reclusão.

Superior Tribunal de Justiça anulou as sentenças dos quatro criminosos que mataram militar e vigilante, no dia 10 de julho de 2017, em um assalto a banco, na cidade de Santa Margarida (MG)

Policiais serão vacinados
Enquanto o governador de Minas Gerais Romeu Zema sequer falou em vacinar profissionais da Segurança Pública, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou que vai começar a vacinar os policiais (civis, militares, penais, guardas civis e bombeiros) contra a Covid-19 no dia 5 do próximo mês. Ao todo serão 180.000 profissionais. Já a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, que ontem testou positivo, também não falou em vacinar os Guardas Municipais e muito menos os fiscais da Postura.

Operação policial
A Polícia Civil em Uberaba desencadeou na manhã desta quarta-feira (24) operação de combate ao tráfico de drogas. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão. Em alguns locais foram apreendidos: drogas, dinheiro, material destinado à fabricação e embalagens para venda de entorpecentes.

Lista com nomes...
Um dos primeiros locais onde a equipe de policiais civis cumpriu a ordem judicial foi em uma casa na avenida Geraldo Formiga, bairro Terra Nova Uberaba. No local, o investigado de 28 anos foi conduzido até a Delegacia de Plantão da Polícia Civil (DPPC), pois os policiais encontraram drogas, o que caracteriza flagrante. Também foram apreendidos no imóvel: dinheiro, balança de precisão, dichavador, lista de possíveis clientes, aparelho celular e 43 pinos de plástico vazios.

Skank, ecstasy, LSD, haxixe...
Policiais civis também cumpriram mandado de busca e apreensão em uma residência na rua Professor Antônio Cavatorta, bairro Maringá. Neste local, o investigado, um homem de 28 anos, também foi levado para a DPPC. Na casa dele foram encontrados: três bolas de haxixe, dinheiro, pontas de cigarros de maconha, três invólucros de skank, nove pontos de LSD, 39 comprimidos de ecstasy. A motocicleta Yamaha 250cc, cor preta, placas HGW-3888 também foi apreendida por ter sido, supostamente, utilizada no tráfico de drogas. Os policiais civis também apreenderam celular e embalagens.




Continua depois da publicidade


Policia Civil em Uberaba apreendeu dinheiro, drogas e material de embalagem de entorpecentes durante cumprimento de sete mandados de busca e apreensão em Uberaba

Material para fabricação...
Na rua Uberlândia, Vila Maria Helena, onde uma mulher de 24 anos é a investigada, foi cumprido o mandado de busca e apreensão e policiais civis apreenderam dois aparelhos celulares. Já em uma casa na avenida José Soares de Azevedo, Parque São José, o mandado de busca e apreensão foi cumprido e apreendido R$7,5 mil, folha com anotação, cocaína, dois celulares, folha de cheque e cartão bancário. Neste caso o investigado é um homem de 29 anos. Ele foi levado para a DPPC devido a apreensão da cocaína. E na rua Eufrásia Santana Machiyama, bairro Alfredo Freire 2, na casa de um homem de 40 anos, foram encontrados e apreendidos dois pacotes de pinos, três balanças, seis potes com resquício de ácido bórico, embalagens para drogas, máquina de cartões bancários e três celulares.

Uberaba em todas...
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também cumpriu mandado de busca e apreensão/prisão nos primeiros minutos da manhã de ontem (24) em Uberaba, mas não tem nada a ver com a operação da Polícia Civil. Neste caso a operação é da Polícia Civil do Paraná, as ordens judiciais são também daquele Estado e tinha como único alvo um homem de 55 anos que faz uso de tornozeleira eletrônica. Ele é acusado de envolvimento com uma quadrilha que roubou mais de 800 pneus em Curitiba. Os agentes da PRF e dois policiais civis do Paraná foram inicialmente em uma casa no Condomínio Moradas Uberaba, Recreio dos Bandeirantes, onde o procurado não mais reside. Em seguida foram para uma casa na rua Hélio de Andrade. Ele foi localizado no portão e recebeu voz de prisão. O mandado de busca e apreensão também foi cumprido na casa onde estava o procurado.

Policiais civis do Paraná e policiais rodoviários federais de Uberaba cumpriram mandado de prisão de acusado de envolvimento no roubo de mais de 800 pneus (Foto/Divulgação PC Paraná)

Roubo milionário
De acordo com a Polícia Civil, foram cumpridos cinco mandados de prisão e mais 17 de busca e apreensão em Curitiba e região e em cidades de São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais (Uberaba). O roubo dos mais de 800 pneus aconteceu no dia 3 de maio de 2020. Segundo a polícia do Paraná, cerca de 15 homens fortemente armados invadiram o depósito, renderam três funcionários e levaram os pneus, além de celulares das vítimas. Os assaltantes usaram três caminhões e uma caminhonete para roubar toda a mercadoria. Funcionários foram ameaçados e obrigados a ajudar no roubo. Os suspeitos fazem parte de uma organização criminosa com ramificações em São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso. A polícia do Paraná vai investigar também o que um dos integrantes deste bando fazia em Uberaba.

Celular na cadeia
Policiais penais apreenderam um aparelho celular que estava escondido dentro de uma escova de lavar roupas. O objeto chegou pelo Sedex, foi detectado graças ao aparelho de raio X e tinha como destinatário um preso de 35 anos lotado na cela 9 do pavilhão 3 da penitenciária de Uberaba. Suspeita-se que o remetente seja a mãe dele.

Assalto no Laranjeiras
Um empresário de 33 anos e uma atendente de 25, foram assaltados por dois homens que estavam a pé e armados de revólver, rua Dercio Rocha Marques, Parque das Laranjeiras, às 19h15 desta quarta-feira (24). As vítimas estavam em um carro Fiat Toro, cor marrom, placas QXN-3116. Eles estavam naquele local para apanhar algumas ferramentas emprestadas com um colega. Os dois assaltantes queriam que o empresário abrisse o portão da casa, mas ele explicou que não morava ali. Diante da situação, os autores passaram a roubar os pertences pessoais das duas vítimas. Foram roubados: celulares, carteira e jóias. Por fim os autores tentaram colocar as vítimas na Fiat Touro, dizendo que iriam abandoná-las em outro local. O empresário e a atendente recusaram e um dos autores teria, inclusive, engatilhado o revólver como forma de ameaça, mas resolveram fugir levando a Fiat Touro e pertences. Antes de fugirem, um dos assaltantes pediu para que o empresário lhe ensinasse a ligar o carro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia