JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Paiva SENTINELA 23/02/2021


Continua depois da publicidade


Presidiária apanha durante banho de sol na Penitenciária de Uberaba

PM encontra drogas e carro desmontado em chácara
A Polícia Militar apreendeu maconha e prendeu um homem, de 51 anos, acusado de traficar drogas em uma chácara à margem da Rodovia MG-427, quilômetro 5, zona rural oeste de Uberaba, nos fundos do Motel Selva, 18h de ontem (22). Também neste local os militares descobriram esquema supostamente envolvendo uma mulher para fraudar seguradora. Também foi preso um homem que furtou estepe de caminhonete na porta de um restaurante. Tudo teve início com uma ligação para o 190. Na ligação, um denunciante anônimo dava conta que na chácara havia grande quantidade de maconha, estava enterrada em pontos diversos do lote ou escondidas em pontos diversos do imóvel. O denunciante citava até de quem era a droga. A esposa do suspeito autorizou a entrada da PM na chácara, mas devido ao tamanho do imóvel nada foi encontrado. A Rocca foi chamada e o cão de faro Thor localizou escondido numa churrasqueira de alvenaria um tablete de maconha, pesando aproximadamente 598 gramas. Durante as buscas no interior do imóvel, chegou no local o dono da chácara (o homem de 51 anos). Ele assumiu ser o proprietário da droga. Na mesma chácara os militares localizaram várias peças de um veículo (motor com numeração raspada, volante com emblema Jac Motors, estepe e outras peças). O dono da chácara, o homem de 51 anos, alegou que em data pretérita uma pessoa do sexo feminino de nome... procurou o autor para combinar o desmanche do seu veículo, sendo um o automóvel (Jac / J3, preto, placas Mercosul EWN-5I49). Os PMs realizaram pesquisa e localizaram ocorrência de furto do carro no dia 18 de fevereiro passado. No momento em que as equipes da PM estavam no interior da chácara finalizando as buscas, um indivíduo num veículo Ford Escort de cor prata chegou e abriu o portão lateral e, ao perceber a presença da PM, entrou no veículo realizou uma manobra brusca de marcha ré e evadiu em alta velocidade sentido Rodovia MG-427, mas acabou preso na avenida João XXIII. O condutor, de 23 anos, alegou que, no momento em que chegou na chácara, dentro de seu carro Escort, havia um estepe de uma camionete Frontier que havia furtado no horário do almoço de uma camionete que estava estacionada na porta de restaurante na avenida João XXIII. Durante a fuga, dispensou o estepe numa mata próxima à Rodovia MG-427. Ele também disse que iria vender o estepe para o dono da chácara. O estepe foi localizado. O material apreendido foi levado para Delegacia de Plantão da 1ªDRPC/5ºDPC em Uberaba.

USC vira caso de polícia
Dispensa do zelador/caseiro do Uberaba Sport Club vira caso de polícia. Ele procurou a Polícia Militar e disse que foi contratado para trabalhar no Centro de Treinamento do Uberaba Sport, sendo que o combinado seria receber, a título de "pro labore", R$1,3mil mais moradia no local de trabalho, água, energia elétrica e internet. Ontem, por volta das 15h, o zelador/caseiro foi surpreendido por um cidadão que lhe abordou no local de trabalho e disse que ele estava dispensado do serviço, pois não havia condições de honrar com o salário combinado mensalmente. No entanto, realizou o pagamento em cheque no valor de R$650. O zelador/caseiro relata que não lhe deram tempo suficiente para desocupar o imóvel, visto que reside no local. Ele conclui que pertences pessoais e do clube, como, roupas e mantimentos, ficaram no imóvel. O zelador/caseiro afirmou que vai tomar providências.

Agressões na penitenciária
Presidiária de 30 anos foi salva da morte por policiais penais na penitenciária de Uberaba, durante banho de sol no Pavilhão Feminino, por volta das10h20 de ontem (22). Uma presa de 24 anos agrediu a presidiária com socos na cabeça e golpe mata-leão. Na sequência xingou a colega de nomes impublicáveis. Acha que acabou? Acabou não. A presa trancou a presidiária dentro do banheiro do pátio e dizia a todo momento que iria “assassiná-la”. Tortura psicológica para deixar qualquer um doido. A presidiária só saiu do banheiro devido à intervenção rápida das policiais penais.

Ameaças à policial penal
E a coisa não parou por aí. No mesmo pavilhão, na mesma hora, duas presas, de 29 e 33 anos, também agrediram a presidiária de 30 anos. Uma policial penal interviu e foi xingada de nomes impublicáveis e ameaçada de morte: “Desgraçada você não sabe com quem está falando, aqui é o crime, hora que você amanhecer com a boca cheia de formiga você vai ver, sua...". A presidiária foi levada para a UPA Mirante devido às agressões sofridas. As ameaças à policial penal foram encaminhadas à Polícia Civil pra instauração de inquérito policial e precisam ser apuradas e as autoras punidas de formas administrativa e criminal.

Tentativa de homicídio
Mas afinal, o que essa presidiária de 30 anos fez que gerou tanta revolta das colegas do Pavilhão Feminino? A coluna foi atrás e apurou que no dia 14 de janeiro passado, a mulher foi presa em flagrante após tentar matar um pedreiro de 67 anos. No dia, o pedreiro contou que, estava em sua casa e que a mulher teria passado na rua e ele ficou com dó dela, por estar em situação de rua, e teria chamado a mulher para entrar em sua casa. O pedreiro contou ainda que a mulher queria lavar suas roupas e ele não teria deixado, que diante da recusa, a mulher teria se apossado de uma faca e ele então saiu correndo e a mulher teria ido atrás. O pedreiro, temendo pelo pior, entrou em uma mercearia e ela entrou logo em seguida. Sem demostrar a menor dó ou piedade, desferiu um golpe de faca no abdôme do pedreiro. Ele segurou as vísceras nas mãos até a chegada do socorro. A mulher foi presa e não soube ou não quis dizer se quer seu nome. No entanto esse foi caso que lhe rendeu a prisão em flagrante e por esta razão está recolhida na penitenciária.

Denúncia anônima
Mas não podia ser esse o caso que desencadeou a tamanha fúria das presas a ponto de ameaçá-la de morte a até tentar matá-la. Foi então que encontrei, em meus arquivos, notícia que pode ser a causa de tamanho ódio. No dia 8 de maio de 2019, a Polícia Civil, através da DHPP, recebeu denúncia anônima informando que, no dia anterior (07/05/2019), por volta das 17h30, na rua Doutor Epaminondas Bandeira de Melo, 217, bairro Parque das Américas, uma mulher teria saído pra rua gritando que a filha, cerca de 2 anos de idade, teria se engasgado. Na época, populares tentaram salvar a menina, mas foram impedidos pela mãe (presidiária de 30 anos). Ela não deixava ninguém chegar perto da criança.




Continua depois da publicidade


Impossibilitando socorro
A menina (cerca de 2 anos) estava com a boca roxa e com os olhos arroxeados. Houve um momento, segundo testemunhas, em que a mãe (presidiária de 30 anos) disse que ela teria se afogado na banheira durante o banho, o que causou estranheza, pois anteriormente ela havia dito que a menina tinha engasgado. Me lembro que na época alguém cogitou acionar o Corpo de Bombeiros Militar, mas a mulher simplesmente ignorou e disse que o marido estava chegando para levar a criança para o hospital. A menina chegou a dar entrada na urgência do Hospital Mario Palmério, mas já era tarde, a menininha estava morta.

A “Lei do crime”
Na época, a Polícia Militar não foi chamada sequer pelo hospital. Ninguém soube e não saberia de nada se não fosse a denúncia anônima informando a morte da garotinha. Isso sim explica a fúria das presas. Talvez você não saiba, mas as informações chegam primeiro na penitenciária. Para esse tipo de crime não existe perdão e não importa se o pavilhão é masculino ou feminino. Não importa se realmente foi quem matou. Não importa se tem condenação transitada em julgada. Na “lei do crime”, o acusado é preso, denunciado, condenado e sua pena executada e pronto, simples assim. E aqueles que escapam da “lei do crime” aqui fora, quando caem no sistema prisional legal a “justiça é feita” (justiça do crime).

Cuidado
Golpistas estão ligando ou enviando mensagens para clientes de banco e oferecendo quitação total de financiamento de veículos. Fique atento, pois quem acaba alimentando o golpista de informações é a própria vítima.

Agredido e assaltado
Homem de 22 anos foi preso após agredir covardemente, durante assalto, um aposentado de 78 anos, avenida João XXIII, Parque das Américas, às 15h20 de ontem (22). O aposentado informou que se encontrava sentado em um ponto de ônibus quando foi abordado por um homem que lhe pediu um cigarro. Logo em seguida o homem anunciou o assalto, agarrou a camisa do aposentado e tentou retirar o dinheiro que se encontrava no bolso. O aposentado reagiu e o assaltante, usando de força física excessiva, começou a desferir socos no aposentado. Não satisfeito, ainda jogou o idoso de 78 anos no chão e o arrastou até conseguir roubar o dinheiro. O assaltante foi preso, mas deu muito trabalho para a Polícia Militar.

Curva de rio
A Polícia Militar prendeu um desempregado de 26 anos acusado de vender drogas na praça Doutor Carlos Terra (praça do Terminal Rodoviário), por volta das 14h20 de ontem (22). Os militares encontraram 32 pedras de crack e R$ 20 escondidos na máscara do desempregado. Ele contou que, é de Patrocínio (MG), que está de passagem por Uberaba e, como estava sem dinheiro, decidiu traficar drogas para levantar algum dinheiro. O local é o mesmo em que na semana passada um morador de rua foi assassinado por colega. O assassinato estaria relacionado também a drogas.

Motorista de...
Motorista de aplicativo de 41 anos foi assaltado por dois homens na avenida vereador José Osório Guimarães, Residencial Cândida Borges, às 17h30 de 0ntem (22). O motorista dirigia seu Ford Ka, cor branca, placas QMR-7A09, quando parou para ligar o celular e foi abordado por dois homens, sendo que um deles estava portando uma arma de fogo (provavelmente um revólver). Os dois assaltantes mandaram que o motorista descesse: “Perdeu... perdeu, desce do veículo...”.

...aplicativo assaltado
Em seguida, conforme o motorista de aplicativo, os autores exigiram que ele entrasse no banco de trás do veículo e abaixasse a cabeça. Os assaltantes transitaram com o motorista por muito tempo. Depois de rodarem por muito tempo, o motorista foi deixado em uma estrada vicinal à direita da BR-262, sentido Veríssimo, altura do quilômetro 827, próximo ao viaduto de acesso à Capelinha do Barreiro. Além do carro foram roubados pertences pessoais do motorista de aplicativo. O veículo possui emblema de dois Simpsons.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia