JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Roberto Moura - Ticha NO BICO DA CHANCA 21/01/2021


Continua depois da publicidade


Independente de 66

carlosticha@hotmail.com

TOQUE DE PRIMEIRA

Esse time do Independente montado para jogar a segunda divisão no ano de 1966, inclusive contratando o zagueiro Ganso, que atuava no Araxá e dando oportunidade ao jovem Marcos Montes, que jogava por amor, pois sempre foi torcedor do azulão. Eu acompanhei essa formação que não foi fixa, pois chegaram outros atletas para fortalecer o grupo. Mas de qualquer forma foi uma equipe que deu início a plataforma para o ano seguinte. 67 foi o ano que o clube Cadete tomou o lugar do Nacional da primeira divisão. Pois tinha Zé Humberto, Paulinho, Normandes, Nena, Zezinho e outros jogadores que acabaram fazendo a diferença. Em outra oportunidade vou falar sobre o Independente de 1967. Mas de uma forma ou outra esse time que parece meia boca, foi em alguns momentos fraco, mas brilhou em jogos fora e dentro de casa. A torcida cadete, principalmente a feminina colocava “fogo” no jogo. O lado masculino também sempre foi apaixonado e comparecia aos jogos. Até que as críticas não eram desgastantes, mas o lado positivo dava força ao azul celeste. A foto inicia se com o zagueiro super forte e que chagava junto: Ganso impunha moral. Belmar foi um lateral de muita força e firme na marcação e apoiava bem. Bill jogava no meio e na lateral; não era um craque, mas correspondia a parte tática. Ninico não era um goleiro de fama e brilho, mas fazia sua parte. Jarbas Cury sempre forme e jogava com inteligência; nas bolas altas, era soberano. Lé, esse jogava mais com a habilidade e boa colocação. Agachados estão: Sabino, que só corria, mas era desprovido de boa técnica. Jú, outro jogador, que não correspondia à altura, mas fazia sua parte. Marcos Montes, começou nas categorias de base, mas não se firmou no time profissional: jogava mais para colaborar. Noé era o ponta esquerda de velocidade, bons cruzamentos e fazia seus gols. Marcenal, esse jogava muita bola, tanto na lateral esquerda como no meio campo: bom jogador. Fechando a foto vem o massagista Ronaldo, que foi um dos melhores na profissão. O Azulão do Bairro Yanque tem história.

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom e realize seu sonho. Inspeção gratuita de 21 itens. Fácil comprar.

CANELADAS

Piada sem graça:

--- Seu amigo morreu de que?

--- Indigestão com quiabo.

--- Como assim?

--- Sei lá. Só sei que foi uma parada botar ele dentro do caixão. Ele escorregava mais do que pau de cebo.

Azar de Botafogo, Coritiba e Goiás querem tentar se ligar só na reta final do Brasileiro. Agora é tarde. A vaca, o bezerro já estão na linha de abate dos juízes e cartolas da CBF.        

Palavras de treinadores de futebol pelo mundo:

--- Vitória a gente comemora. Derrota, justifica-se.         

“A bola ia indo, indo... e iu”. (Esta foi do atacante Nunes que jogou pelo Flamengo na década de 80)         




Continua depois da publicidade


ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir, Oscar, Diego ou Larissa. Construa com qualidade. 38 anos no mercado com os melhores preços. Venha tomar um café conosco. WhatsApp 9.9250-8444.

BOLA DE MEIA

Futebol é mesmo complicado e de muita exigência por parte dos torcedores. Foi só o América jogar um pouco devagar e ficar no empate sem gols com o Brasil de Pelotas, o pessoal começa a dizer que dessa maneira o Coelho vai passar vexame na Série “A”.

Quem está de mal a pior é o Botafogo de Ribeirão Preto, Paraná, Oeste, que começaram por baixo e continuam, mas América e Chapecoense brigam pelo título e mostraram durante a difícil competição que têm “garrafa vazia para vender.

Vem o caso do Guarani que só tem fogo de palha. Começou com dificuldade, cresceu na competição, e na hora de “secar o bagaço”, decepcionou sua torcida perdendo a oportunidade de chegar ao G4. O Bugre Campineiro não conseguiu ter o equilíbrio.

Na sua pior fase, que pode ser considerado como “pandemia do futebol na Toca da Raposa), o Cruzeiro anda sofrendo mais do que mãe de porco espinho na hora do parto. Teve no Z4, foi para o grupo intermediário, ameaçou o G4 e volta a ser ameaçado: Z4.     

 

Não digo que a carreira futebolística do atacante Saldanha, do Bahia, que acabou de ser emprestado para um clube do Japão, seja comparada a do Paulo Rodrigues. Longe disso. Mas o momento do garoto pode ser agora: é aproveitar o “cavalo arriado”.  

Ontem a serie “A” do Brasileiro teve confrontos diretos, com times buscando a liderança e outros tentando se safar. Foram os casos de Botafogo, Bahia, Coritiba e Vasco que esperneiam para fugir da degola. O Cruz de Malta está mais perto de escapar.

Em busca do título os confrontos diretos têm tensão e emoção. Grêmio enfrentando o Atlético. Na ponta a briga entre São Paulo e Internacional. Hoje tem Flamengo buscando a vitória diante do forte e bem treinado Palmeiras. O duelo é no “Mané Garrincha”.

A rodada da segundona, que ainda jogaram Poços de Caldas x Santarritense ainda não tem nada decidido. A vitória do União Luziense por 3 a 1 diante do Contagem, fora de casa acendeu uma luz no caminho do União. A próxima rodada vai ser bem quente.  

Em minha opinião, o empate sem gols na partida entre Aymorés x Uberaba em Ubá ficou de bom tamanho e acabou favorecendo as duas equipes que mantém as primeiras colocações. A primeira parte foi do time da casa; a segunda parte, o Zebu jogou melhor.          

Ver o lado do USC, que viajou mais quinze horas, foi bem positivo. O time teve oportunidade de marcar, mas Vitinho precipitou. A defesa do USC, que teve em Rogerio o gigante da zaga voltou a ser o ponto alto do esquema do Catanoce. TRAVA.      

TA CONFECÇÕES – Há 24 anos no mercado brasileiro com absoluto sucesso. Uniformes profissionais, escolares e promocionais. TA qualidade profissional. Av. Leopoldino de Oliveira, 2084. Telefone: 3338-3050. Faça-nos uma visita.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia