JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 15 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Jefferson Genari TV MIX 10/10/2019

VERDADES SECRETAS 2

A novela de 2015, que fez muito sucesso tanto na telinha quanto na internet, vai, sim, ter continuação. A aprovação pelo público foi tão boa que, pela primeira vez, a Rede Globo dará sequência a uma trama. Walcyr Carrasco já prepara o enredo, que deve estrear em 2021. Inicialmente, o projeto seria feito em 2022, mas furou a fila e tomou a frente das prioridades da emissora. Camila Queiroz retorna como protagonista, no papel de Angel, uma jovem que vira garota de programa enquanto luta pelo sonho de ser modelo. Marieta Severo e Reynaldo Gianecchini também foram confirmados para atuar na sequência, como Fanny e Anthony, respectivamente. Parece que as novidades não param por aí. A produção vai viajar pelo Brasil para compor o restante do elenco com modelos. No ano passado, Walcyr comentou pelas redes sociais que sonhava com a continuação da trama e parece que o sonho se tornou, finalmente, realidade. Já estamos ansiosos!

SE JOGA

Mal estreou e o programa Se Joga, que veio com o objetivo de inovar a programação da Globo após o fim do Vídeo Show, vem colecionando críticas na internet. Até Angélica, apresentadora da emissora, mostrou desaprovação ao curtir uma postagem em rede social que dava nota baixa para o programa. Internautas notaram, também, que no programa exibido na sexta-feira (4) os apresentadores estavam em uma sintonia estranha, tanto que Fernanda Gentil teria interrompido sua companheira de atração, Fabiana Carla, por diversas vezes. Aos poucos, a emissora vem inovando no formato das suas atrações. Por enquanto, o público ainda não embarcou nessa onda. O Se Joga vem amargando baixa audiência. A previsão é deixar de lado quadros que não tiveram muita aceitação e criar novos nas próximas semanas. Fato positivo é o contato íntimo com contratados da emissora. Durante o programa, diversas Lives com atores são feitas. E você, curtiu o novo programa?

SEGURA O TCHAM!

Compadre Washington está sendo acusado de não pagar regularmente a pensão do seu filho de 9 anos. Segundo a mãe da criança, o cantor não estaria depositando regularmente os valores acordados, de dois salários mínimos. Ela ainda contou para a imprensa que registrou o filho sozinha e que depois Compadre Washington teria pedido exame de DNA para confirmar a paternidade. Ela e o cantor se conheceram em 2006 em uma rede social e mantinham um relacionamento, mas não chegaram a se casar.

ME SERVE!

E estreou no Vale a Pena Ver de Novo uma das novelas mais comentadas dos últimos anos. Avenida Brasil também foi um dos assuntos mais comentados do mundo no Twitter. O bom desempenho refletiu na audiência, que, segundo o Fórum Eplay, que acompanha as audiências, o retorno da novela marcou 22.5 pontos de média de audiência, com 24,1 pontos de pico. No mesmo horário, o SBT marcou 6,2 e a Record, 5,6. A trama foi exibida há pouco tempo, mas deixou personagens marcantes e atuações memoráveis. Até a exibição do filme Malévola ganhou um final especial para apresentar a volta da novela. A personagem interpretada por Angelina Jolie teve um filtro parecido com o da novela, com a imagem congelada e os efeitos de fim de capítulo. Veja na foto. GE-NI-AL!

VITÓRIA

A apresentadora Ana Furtado celebrou o primeiro Outubro Rosa após cura do câncer. O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e o segundo no Brasil, perdendo apenas para o de pele não melanoma. A apresentadora publicou um vídeo emocionante em seu Instagram. Ela disse que o momento é de Renascimento. Seu câncer foi descoberto em 2018 e representou um verdadeiro choque. “No final, aprendi mais com a doença do que sofri. Me redescobri, evoluí como pessoa e, com muita fé, consegui encontrar uma força em mim que eu não sabia que existia. Pude me dar conta da mais profunda importância do amor, do apoio e do afeto, da generosidade”. Ana agradeceu também à família amigos e aos fãs.

REPRESENTATIVIDADE

Disney contrata Instituto Geena Davis para checar viés dos roteiros. Uma inteligência artificial irá mapear a diversidade de gênero das suas próprias produções e identificar se a participação de homens e mulheres está equivalente nas obras. O recurso ainda pode monitorar a presença de personagens LGBTQ+, negros e outros grupos que aparecem em minoria nos filmes e séries. O instituto é da atriz e ativista Geena Davis e foi criado em parceria com a Universidade do Sul da Califórnia. 

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia