JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 01 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Lídia Prata ALTERNATIVA 24/11/2021


Continua depois da publicidade


Elisa descarta desapropriação de jazigos nos cemitérios públicos

TENDÊNCIA
Embora ainda não esteja batido o martelo, é praticamente certo que Uberaba não terá carnaval popular patrocinado pela Prefeitura. Em entrevista ao programa O Pingo do Jota desta quarta-feira, a prefeita Elisa destacou que o governo tem responsabilidade não apenas com a população uberabense, como também com a vizinhança, por ser cidade-polo na região. Por essa razão, Uberaba poderá seguir a decisão dos demais municípios associados à Amvale, que suspenderam a realização dos festejos de Momo em 2022, temendo uma nova onda da pandemia.

HORA DE PRUDÊNCIA
Presidente da Fundação Cultural, Cássio Facure, revela que o projeto do carnaval 2022 está pronto. “Mas não entendo que seja prudente decidir isso agora. Uberaba é uma cidade pólo regional. Os municípios vizinhos dependem da nossa estrutura. Precisamos ter responsabilidade” - ressaltou, defendendo aguardar a posição do Comitê Técnico de Enfrentamento à Covid.

BONS NÚMEROS
Se dependesse apenas do quadro atual da pandemia e não tivesse essa responsabilidade com as cidades do entorno, Uberaba poderia perfeitamente realizar o carnaval. O secretário municipal de Saúde, Sétimo Bóscolo Neto, diz que “estamos tranquilos, porém atentos ao movimento desse vírus. A doença está se mantendo estável em patamares bem mais baixos, com tendência de queda”. Além disso, ele destaca que Uberaba registra mais de 90% da população com idade acima de 18 anos já vacinada. “Vemos, em algumas partes do mundo, uma elevação de casos positivos, porém em países que não têm uma cobertura vacinal como a nossa”. É justamente nesses países, especialmente da Europa central, que a Covid está se alastrando agora.

CAUTELA E CALDO DE GALINHA...
Em relação à tal quarta onda da Covid do outro lado do mundo, o infectologista Vitor Maluf sugere cautela e acompanhamento cuidadoso da situação. Estudando o perfil dos casos recentes e constatando aumento da taxa de transmissão, assim como do número de casos, ele avalia que se essa tendência se mantiver ou mesmo aumentar, será necessário pensar rapidamente em novas medidas restritivas, especialmente para evitar eventual superlotação dos leitos hospitalares, como visto este ano. Essa regra vale não apenas para Uberaba, obviamente.

ABACAXI “DAQUELES”
“Não entendo o que está acontecendo com a Nutriplus. A empresa presta serviços ao município há tanto tempo e só agora está trazendo problemas? Ou não era fiscalizada pelos governos passados, ou está fazendo uma ação orquestrada para desgastar o nosso governo”. Esta foi a reação da prefeita Elisa, ao ser questionada sobre o futuro da relação comercial entre Prefeitura e a fornecedora de merenda escolar. Segundo a prefeita, não dá para romper o contrato agora, e deixar as crianças sem merenda neste fim de ano. Melhor que termine o ano letivo, enquanto o governo deflagra nova licitação. Um fato é certo: Elisa não vai deixar barato para Nutriplus, que poderá até ser declarada inidônea e ser impedida de participar de novas licitações no município. Cá pra nós: a Nutriplus está “aprontando”... ora fornece pão mofado, ora verduras podres, ora feijão de péssima qualidade, e por aí vai.

PLENA RAZÃO
Ainda na entrevista ao Pingo do Jota, a prefeita Elisa deu plena razão ao vereador China em relação ao aumento dos preços dos serviços e jazigos no Cemitério Park. “Não é mesmo hora de dar aumento para nada. Mas no caso do Cemitério, fomos obrigados a cumprir o contrato. Esse reajuste estava previsto lá” - frisou a prefeita. Ela também criticou a cláusula de exclusividade no contrato para a empresa que administra o cemitério particular na cidade e revelou que o governo está estudando meios para revisão deste e de outros privilégios concedidos à iniciativa privada pelo Poder Público. Ela quer acabar com as exclusividades.

SEM DESAPROPRIAÇÃO
Por falar em cemitério, a prefeita descartou a possibilidade de desapropriação de jazigos considerados ociosos nos cemitérios públicos de Uberaba. Hipótese foi ventilada pelo vice Moacyr Lopes, enquanto Elisa estava em Dubai. Mas, segundo a prefeita, o mais provável é que seja ampliado o cemitério Medalha Milagrosa para contemplar as famílias pobres ou em situação de extrema vulnerabilidade.




Continua depois da publicidade


QUE PELEJA!
A construtora HC Com, de São Paulo, deve ser convocada para assumir a obra de implantação da ZPE, já que a vencedora “jogou a toalha”. A HCom perdeu a licitação por apenas 40 centavos de diferença no preço.
O governo tem pressa. O prazo para conclusão da obra terá de ser dilatado mais uma vez. Eita novela interminável, credo!

PONTO DE HONRA
Melhorar as entradas da cidade e embelezá-las será ponto de honra para a prefeita neste primeiro mandato. A primeira delas será a do conjunto Volta Grande, segundo Elisa.

MOMENTO AGRO
Secretário executivo do Ministério da Agricultura e Pecuária, Marcos Montes, recebeu esta semana a Medalha Mérito Estado Maior Conjunto das Forças Armadas. Nesta sexta-feira ele estará em Uberaba, para proferir palestra no Curso de Estudo de Política e Estratégia promovido pela Adesg. MM vai falar sobre o agronegócio e seus desafios.

HOMENAGEM
Por falar em homenagens, o Ten.Cel. Anderson Passos também recebeu a medalha do Mérito Acadêmico da Polícia Militar de Minas Gerais, esta semana. Passos comandou o nosso 8ª Batalhão de Bombeiros Militar e atualmente comanda a Academia dos Bombeiros, em BH.


 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia