JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 20 de setembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Geraldo Djalma GERALDO DJALMA 23/07/2021


Continua depois da publicidade


Dona Ilka comemora nove décadas de muitas experiências vividas

90 anos de dona Ilka

Viver é a maior das artes e requer muito talento. Prova disso é a querida dona Ilka Cançado Oliveira, que acabou de completar 90 anos muito bem vividos. Ela desenhou uma história admirável e ao longo de 9 décadas construiu uma família unida e amorosa. Com pinceladas suaves, Ilka ensinou valores importantes para seus descendentes. Para comemorar esta data tão importante, seus filhos, netos e bisnetos se reuniram para demonstrar todo o amor que sentem pela matriarca. Foi um dia especial e a felicidade reinou na grande festa. Os amigos mais íntimos também compareceram para dar seu afetuoso abraço. Tudo estava perfeito, a decoração repleta de flores em amarelo e fúcsia prevaleceram sobre os outros tons. O buffet mais uma vez arrancou muitos elogios, como em todas as festas da família Cançado Oliveira. A coluna fica feliz em homenagear uma pessoa tão querida em nossa sociedade e deseja à dona Ilka uma vida repleta de amor e muitas outras celebrações de aniversário tão lindas como esta.

1 Dona Ilka Cançado Oliveira completou 90 anos e comemorou a data mais que especial recebendo o carinho da família e amigos próximos 

A aniversariante cercada pelos filhos, genros e noras. Carmen, João Carlos, Afonso, Beia, Juliana, Fausto Jr. Ilka Maria, Cristiano, Beatriz e Paulo Roberto

Dona Ilka com a irmã Maria Dolores Cançado. Uma vida inteira de cumplicidade e carinho!

Dona Ilka com os filhos, Beia, Carmen, Fausto Jr. Ilka Maria e Paulo Roberto

Ilka com a querida Cíntia Lopes Cançado

Beia com a filha, Luiza e com o netinho Antônio




Continua depois da publicidade


Gustavo, Guilherme Carrara e Frederico Lopes Cançado na celebração que marcou o final de semana passado

A aniversariante com as best friends, Virgínia Adriano, Sandra Martins, Beatriz, Miriam Freire, Maria Angela, Angela Pena e Ana Cristina Andrade

 Ícones da moda uberabense, Ângela Ratto e Ângela Pena marcaram presença no aniversário da amiga de longa data, Ilka Cançado Oliveira

A amizade é tudo

Nesta semana foi comemorado o Dia do Amigo e como diz a letra da canção: "A amizade é tudo, é se dar sem esperar nada em troca dessa união. É ter alguém pra contar na indecisão, nunca se desesperar, sempre ali pra estender a mão. Maior valor não há, é feito irmão." Então preserve, dê carinho e atenção aos seus amigos, porque maior tesouro não há. Muitas vezes os amigos são a nossa família, e esta tivemos o privilégio de escolher. Pessoas que nos entendem e nos amam pelo que somos. Afinidades inexplicáveis e uma energia de amor e acolhimento que não cabe no peito de tão grande que é.  Todos temos lindas memórias com pessoas que marcaram positivamente nossas vidas, através da sua amizade e da alegria proporcionada por sua companhia. Sentimos quando a amizade é sincera na simplicidade de um sorriso fora de hora, no calor de um abraço acolhedor, no silêncio de uma lágrima compartilhada e na confiança de um segredo compartilhado. Se você tem alguém que se encaixe nessas descrições, cuide com carinho e retribua com reciprocidade e lealdade.

 Muito talentosa e querida por todos, a chef Mariza Cury foi aniversariante da quata-feira, dia 21

Francisco José Carvalho Prata completará mais um aniversário dia 27 e recebe o carinho da coluna

Tome a 2ª dose

O Ministério da Saúde vem informando ao longo dos meses que muitos brasileiros não voltaram para completar o esquema de imunização do coronavírus. Entenda que são muitos os riscos para quem abandona o processo vacinal na metade. É importante buscar a segunda dose porque a eficácia prometida foi determinada a partir de estudos que os testaram fazendo duas aplicações. Além de aumentar a proteção contra a Covid-19, a segunda dose ajuda a prolongá-la. Portanto, sem a dose de reforço, você fica menos resguardado contra o coronavírus.  Quem não completa o esquema vacinal está mais sujeito à infecção, em comparação com pessoas que recebem as duas doses. Até por isso, esse indivíduo não contribui tanto para o controle da circulação do Sars-CoV-2. Esse é um problema ainda maior em um cenário onde a maioria das pessoas segue sem acesso aos imunizantes. Como se não bastasse, a aplicação parcial pode favorecer versões mais resistentes do coronavírus. A lógica é a seguinte: uma suposta variante mais potente do vírus poderia não resistir em um corpo que recebeu duas doses, mas se proliferar em outro que só tomou uma. Se o abandono vacinal for considerável na população, ela poderia tomar conta do cenário e causar estragos irreparáveis. Então se você conhece alguém que não tomou a segunda dose da vacina, descubra o motivo e ajude a resolver. Muitas pessoas são idosas e estão ficando sem a imunização completa por falta de informação ou ajuda de terceiros. Fonte: (saude.abril.com.br)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia