JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 18 de janeiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Paiva SENTINELA 12/01/2021


Continua depois da publicidade


Cardiologista acusado de estupro continua preso

Morte por eletrocussão 

O Corpo de Bombeiros Militar socorreu nesta terça-feira (12), no período da tarde, dois homens que foram eletrocutados. Eles estavam fazendo a retirada de um toldo de uma fachada de uma empresa que fechou as portas recentemente. Durante a retirada, os dois homens encostaram na rede elétrica e receberam o choque elétrico. Um dos homens morreu na hora.  
 
Na cadeia
O médico cardiologista F.F.V, 48 anos, não está em liberdade e muito menos voltou a trabalhar como médico da Secretaria Municipal de Saúde de Uberaba, como vem dizendo alguns que insistem em defender o acusado e culpar a vítima (neste caso são vítimas).  Ele continua recolhido em uma das celas da Penitenciária Aloisio Inácio de Oliveira em Uberaba. Alias, a situação dele está bem mais complicada que se imagina.
 
Em casa
O cardiologista F.F.V foi preso no dia 28 de outubro do ano passado após ser acusado de estupro por uma paciente de 32 anos. O suposto estupro teria ocorrido no consultório particular do médico, no luxuoso edifício São Lucas, rua Frei Paulino, bairro Abadia. Porém, a prisão aconteceu na casa dele e na frente da família. 
 
Entrevista
O comandante do 8º BBM, tenente-coronel Anderson Passos, em entrevista ao Programa Sentinela, da Rádio JM, informou que Uberaba é a 4ª cidade em número de ocorrências em Minas Gerais. Em primeiro lugar está Belo Horizonte, em segundo Uberlândia e em terceiro Montes Claros. Depois de Uberaba vem Governador Valadares, Divinópolis, Contagem, Juiz de Fora, Janaúba, Varginha e por aí vai. 
 

 Comandante do 8ºBBM, tenente-coronel Anderson Passos, fala do número de atendimentos em 2020

Ocorrências

Ainda conforme o tenente-coronel Passos, Uberaba registrou 579 ocorrências de salvamentos de animais em risco, 448 quedas da própria altura, 367 capturas de animais silvestre perigosos, 245 vítimas de mal não definido, 240 ocorrências de captura de insetos, 219 atendimentos de colisão carro/moto, 214 atendimentos a vítimas de emergências psiquiátricas, 200 ocorrências de primeiros atendimentos moto-operacional, 170 incêndios a lotes vagos e 160 atendimentos a vítimas de quedas de motocicletas. 

Trotes em queda

A boa notícia, segundo o comandante, é a queda significativa dos trotes. Isso graças a experiência e treinamento dos atendentes e a evolução dos aparelhos telefônicos. Praticamente não existe mais o chamado “orelhão” e todos aparelhos possuem identificador de ligações. Mas ainda sim, de 15 a 20% das ligações são trotes ou tentativas de trotes.  

Colecionando...

Com a prisão do médico F.F.V outras vítimas procuraram a polícia e registraram queixa. Uma delas é uma dona de casa de 52 anos. Ela compareceu na delegacia no dia 3 de novembro de 2020 e disse que, “em meados de dezembro de 2016, foi a uma consulta médica com o cardiologista F.F.V, em uma clínica e foi vítima de abuso sexual”. No mínimo essa vítima pode ser uma testemunha. 

...vítimas

Também em 3 de novembro, uma mulher de 39 anos, compareceu na Delegacia de Polícia Civil e disse que, “há aproximadamente 3 anos e seis meses, foi vítima de estupro pelo médico dr. F. (cardiologista), durante uma consulta na unidade de saúde São Cristóvão”. Outra possível testemunha. 

Competência

A mulher de 40 anos, presa pela Guarda Municipal, suspeita de envolvimento com fraude no auxilio emergencial, não foi recolhida a Penitenciária Professor Aloisio Inácio de Oliveira. Ela, que portava um saco com R$60 mil, chegou a ser levada para a Delegacia de Polícia Federal. A mulher conhece bem a penitenciária. Ela chegou a ser recolhida em uma das celas em dezembro de 2017. Naquela época o motivo foi um furto. De qualquer modo serviu para mostrar que a Guarda Municipal tem competência para qualquer ocorrência.  

Mais uma




Continua depois da publicidade

Já uma dona de casa de 28 anos, em 13 de outubro de 2010, registrou queixa na polícia informando que, “durante atendimento médico com o cardiologista F.F.V, foi molestada. E mais: “que enquanto o médico a examinava pediu que deitasse de bruços na maca e levantou seu vestido acima das nadegas, iniciando apalpação em suas pernas próximo aos pés, subindo até próximo a vagina, passando as mãos pelas nadegas”. 

Exame venoso

A dona de casa conta que se levantou e começou questionar o médico F.F quanto a necessidade daquele ato, uma vez que o problema era só no coração. Por sua vez, o médico explicou que era um procedimento normal, pois estava fazendo um exame venoso e percorreu todos os pontos por onde passam as artérias. Neste caso o médico chegou a ser agredido pela paciente e o pai dela. A coisa ficou muito feia. 

Ousado

No dia 4 de novembro de 2020, uma dona de casa de 39 anos procurou a Polícia Civil e informou que, “no ano de 2019 (não se recorda a data exata), acompanhou sua genitora ... em uma consulta médica com o dr. F.F.V, cardiologista, e enquanto sua genitora estava de costas, o médico encostou o pênis ereto em suas nádegas”.

Mandado judicial

Em 26 de novembro de 2020, por determinação juiz de direito, Stefano Renato Raymundo, da 3º Vara Criminal de Uberaba, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na casa e consultório particular do médico F.F.V. Foram apreendidos um notebook da marca Lenovo, um Iphone, um Ipad e um CPU de computador. 

Vice-prefeito

A Polícia Civil em Araxá cumpriu na manhã de terça, dois mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Justiça de Araxá. Segundo inquérito policial, o vice-prefeito registrou queixa informando que uma pessoa estava usando sua foto para aliciar mulheres e oferecer empregos na prefeitura da cidade. Após a denúncia foi identificado o celular utilizado, bem como os endereços. Delegados representaram pela prisão do suspeito e na manhã de terça foi desencadeada operação “Figura Pública”.

Operação “Figura Pública”

Na casa do suspeito de usar o nome do vice-prefeito de Araxá, os policiais civis localizaram mais de R$9.000,00 em dinheiro, vários chegues no valor total aproximado de R$50.000,00 e 16 pen-drives. O telefone celular usado nos crimes e várias CNHs supostamente falsas também foram apreendidas. Há também suspeitas de que o acusado, de 42 anos, esteja vendendo CNHs falsas em toda região, se passando por um sobrinho de um Policial Civil de Araxá. O investigado foi ouvido com seu advogado e liberado logo após.

Última...
Na tarde de ontem policiais penais receberam informações dando conta de que possivelmente indivíduos, ainda não identificados, poderiam ter arremessado ilícitos na área de segurança externa da galeria anexo para posteriormente serem encaminhados para o interior dos pavilhões ou galeria. De imediato o caso foi repassado ao diretor-geral. A Polícia Militar foi acionada e unidades da Rocca e dois cães fizeram varredura e, por volta das 18h, encontraram, no meio da vegetação, próximo à cerca que faz divisa da penitenciária, um tablete com aproximadamente 100 gramas de maconha.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia