JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 22 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Roberto Moura - Ticha NO BICO DA CHANCA 12/05/2022



Feliz e realizado, Marcelo Palis relembra sua época de craque do Futsal

TOQUE DE PRIMEIRA

Hoje é dia de falar sobre um cracaço do Futsal. Quem não recorda de Marcelo Palis, que nasceu em Ituiutaba no dia 10 de novembro de 1962 e chegou a Uberaba em 1972. Veio para estudar e mostrou toda sua categoria no Futsal e ainda, por cima, através do vereador Ismar Marão recebeu o título de Cidadão Uberabense, formou-se em Direito. É filho de Mário Correa de Vasconcellos e Catharina Palis Vasconcelos, casou-se com Anneliese, tem duas filhas, Marcela (advogada e assistente judiciária em Belo Horizonte no TJ com o desembargador Dr. Ricardo Motta); e Giovanna, cursando o quarto período de Medicina em Ribeirão Preto. Além dos estudos, é claro, começou a jogar futebol no estádio Boulanger Pucci, isso em 1976. Disputou o primeiro Campeonato Mineiro, tendo como técnico Julinho Teixeira. Tem como seu melhor treinador de Futsal o famoso Washington Madeira, que na verdade foi um mestre na matéria. Sempre gostou do futebol do Douglas Meneses, volante do Cruzeiro e Seleção Brasileira que jogou com ele na seleção Mineira de Futsal. Nos dias de hoje, Palis não vê ninguém como craque no futebol do Brasil. Lembra do Joãozinho que foi um ponta endiabrado. – “Hoje não tem ninguém que joga igual a ele” - falou. Como craque ele aponta Douglas, que pertencia ao Cruzeiro, que jogou com ele. Lembrando que seus primeiros clubes foram Uberaba (Campo) e Jockey Clube (Futsal), isso em 1976. Uma de suas maiores emoções foi quando vestiu a camisa do USC e entrou em campo para jogar contra o Atlético, ainda por cima foi no dia de seu aniversário. Outra foi quando jogou pela Seleção Mineira contra a Seleção de Pernambuco em Recife, jogo pelo Campeonato Brasileiro. Palis conta que um dia triste na bola foi pelo Campeonato Paulista, defendendo o Pontal, que sofreu uma sonora goleada. Palis ainda diz que jogou em vários times bons, apontar um seria difícil. Um dos gols inesquecíveis foi pelo certame paulista, quando fez o gol da virada em cima do Alcan; vitória por 2 a 1. Para ele vaidade na bola sempre existiu por isso que os boleiros empregam a palavra “trairagem”. Seu time do coração é o Cruzeiro. Palis fala que; - “Vários fatos me impressionaram no futebol, mas soube tirar proveito das amizades”. Fala ainda que o futebol do passado tinha vários craques, hoje o atleta nem tem tempo de dominar a bola. Nunca se deixou levar pelo lado da Maria Chuteira: era no na base do "bicudo''. Um grande craque e ídolo foi o Dirceu Lopes. Ele diz: - “Fato curioso que tão pouco tempo joguei campeonatos universitários, mineiro, paulista taça Brasil de clubes, campeonato brasileiro de seleção; fui campeão Brasileiro Juvenil de 1980.” – Completa – “Um outro fato que o emocionou foi quando foi quando fui agraciado com a premiação do Jornal da Manhã em 1980 como Destaque dos Esportes daquele ano”. Depois que parou de jogar oficialmente montaram um time no Jockey com o nome de Tanguinha que era show de bola, no ataque tinha Luizinho Teixeira, um verdadeiro craque de bola, que recebeu vários convites para jogar profissional, mas devidos seus afazeres não aceitou os convites. Marcelo Palis é advogado, trabalha na Câmara com o presidente Osmar Marão na Controladoria Geral e Gabinete. É presidente do Tribunal de Justiça Desportiva e dedica seu tempo de forma gratuita. Sua maior alegria é a de estar com a família e amigos. É a história que fez. Recordar é viver, como é bom lembrar de você.

Com a esposa Anneliese.

Com a filha Marcela.

Com a filha Giovanna.

Time do Jockey.

Feliz da vida. Realizado.

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. WhatsApp 9.9918-0717 Visite nosso showroom e realize seu sonho de ter uma moto 0 quilômetros. Inspeção gratuita de 21 itens. Fácil comprar.

CANELADAS

Essa não. Karrapixo de foguetão parou no poste para fazer xixi e o poste falou:

--- Não adianta me regar, não cresço mais…

Karrapixo parou no sinal, veio um pivetinho pensando que ia arrumar um trocado e disse:

--- Moço, me dê um dinheirinho pra comprar um pão.

--- Não. Porque já são sete horas da noite, e depois você não janta...

 Você sabe que mesmo em “lua de mel” o casamento acaba quando o marido liga para casa dizendo que vai chegar tarde e a secretária eletrônica responde: “O jantar está no micro-ondas”.




Continua depois da publicidade


Eu não acredito, mas foi o David Augusto quem falou:

--- A situação está tão feia que um sujeito atirou no próprio estômago para matar a fome...

ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir, Oscar, Diego ou Larissa. Construa com qualidade. 39 anos no mercado com os melhores preços. Venha tomar um café conosco. WhatsApp 9.9250-8444.

BOLA DE MEIA

Será mesmo que o voleibol é mais emocionante do que o futebol? Eu fico apreensivo que assisto uma partida de vôlei, principalmente como aquela entre Minas x Praia Clube. E por falar sobre o assunto, o Praia virou freguês do Minas. 3º- vice.

Ontem foi dia de Flamengo, Tombense, Villa Nova-GO, Corinthians e Palmeiras decidirem suas sequências na Copa do Brasil. Pela qualidade de cada time, Flamengo é melhor do que Altos, Palmeiras é superior a Juazeirense. O Corinthians foi o favorito.

Hoje tem mais decisão nos jogos da volta o Santos encara o Coritiba na Vila Belmiro; Fortaleza tem jogo mais complicado, o Botafogo pode passar de fase, acredito que o São Paulo está tranquilo. No Independência, o Cruzeiro tem o difícil: Remo.

Ontem foi dia do líder Betim, como favorito para encarar Coimbra. O União Luziense enfrentou o Boa Esporte e tentou sair de baixo. Na lanterna e cheio de problemas, Varginha encarou o Nacional de Muriaé. Aimorés bateu de frente contra o Tupi.     

Tite convocou os jogadores para os primeiros três amistosos antes da Copa do Mundo no Catar. A imprensa em geral queria a convocação do meia-atacante Veiga do Palmeiras, mas Tite chamou Danilo. Quanto ao Arana, é um lateral diferenciado.  

O Flamengo tem mais jogador na enfermaria do que pronto para jogar, mas segundo alguém da imprensa carioca que acha positivamente, que é só o Paulo Sousa deixar o cargo, que todos melhoram na hora. Eu vi coisa parecida em outro clube.

No próximo sábado, no estádio Glayer Leite, vamos ter o clássico Nacional x Uberaba SC na categoria sub 23. Com time em reconstrução, o técnico do USC Djavan Moraes não esperava por isso, pois acreditava que a partida seria realizada no dia 21.      

A coluna não sabe como ficou o resultado da partida entre Uberaba SC e Democrata Jacaré, mas na soma dos jogos, o esperado é que o Colorado tenha evoluído nos seus setores, jogado bem e conquistado um resultado positivo. A guerra continua.

O encaixe defensivo era um problemão, mas atuou de maneira regular contra o Nacional de Muriaé. Bruno Barros parece confiar na dupla de zaga Marquinhos e Davy. Ele sabe o que faz, então é esperar pelo sucesso. Welerson e Martinelli estão de olho.

O meio campo era outro setor de preocupação, mas todos sabem e conhecem o futebol da dupla Marcio Adriano e João Paulo. Jogam muito e tem pegada. O que vem destoando o meia de ligação, que ainda não funcionou com Andrey, falta confiança.

O ataque tem quem sabe fazer gols. É como diz meu sobrinho Marinho: “Espingarda tem, só farta a porva”. Com a munição é puxar o gatilho e a rede balança. Mas na verdade, o jogo de ontem foi de suma importância. Três pontos valeram muito. TRAVA.   

TA CONFECÇÕES 25 anos de sucesso no mercado Brasileiro. Av. Leopoldino de Oliveira, 2084. Telefone: 3338-3050 – Whatsapp 9.8857-2440. Toda ocasião é especial com TA Confecções. Venha ser feliz. Atendimento classe “A”. Faça-nos uma visita.

 

                               

  


** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia