JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 23 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Roberto Moura - Ticha NO BICO DA CHANCA 02/12/2021


Continua depois da publicidade:


Como já dizia o nosso Netinho: Naça é Naça, o resto é pirraça!

TOQUE DE PRIMEIRA
Nacional, time que dá satisfação a gente! Acho que o dono desta frase é o Ataliba Guaritá Neto, o nosso Netinho, com também aquela outra frase que diz "Naça é Naça, o resto é pirraça" Tudo isso mexia com o nosso futebol da época de 80, quando a cidade tinha, bons times e o bicho pegava pra valer. Os clássicos entre Nacional e Uberaba eram emocionantes. Do lado das cabines ficavam (e ainda fica) a torcida do USC, do lado oposto chamado de “Mão Preta” ficava (deve voltar a ficar) a massa alvinegra, que mesmo no sol vibrava com seu time. A foto que a coluna publica hoje mostra um Nacional que se preparava para jogar o Mineiro de 1983. Se não me engano, o treinador foi o competente Da Silva. Nesta foto, figuram jogadores que são poucos lembrados e comentados pelos torcedores, talvez a maioria pergunta que é esse? Não lembro? Ele jogou por aqui”. Muitas interrogações, mas na verdade as coisas tiveram uma crescente. Esse time era recheado de excelentes jogadores que faziam a diferença. A começar pelo Paulinho Rodrigues, que foi um verdadeiro craque de bola e campeão brasileiro pelo Bahia. Seu maior fã é o técnico Evaristo de Macedo que entrevista disse “Aquele magrelo de pernas longas que se chama Paulo Rodrigues foi um dos craques de bola que tive o prazer de trabalhar”. Paulinho sempre foi indiscutível. Pedrinho, este, acredito que poucos devem lembrar, pois ninguém comenta sobre ele, mas na verdade, se está na foto foi porque teve mérito para isso. Luiz Fernando zagueiro de muita qualidade: muita raça e disposição nas jogadas. Shell, este sabia bater na bola. Foi um zagueiro de muita qualidade e colocação. Eudes, goleiro de presença, fez a sua parte com a camisa do Nacional. Pelo setor esquerdo vem Batista, outro jogador que a torcida não comenta, mas deve ter sido eficiente, do contrário não seria escalado. O massagista Ronaldo, que juntamente com Costinha fizeram história no Naça. Ronaldo trabalhou nos três clubes da cidade. Tepa, foi meia atacante de muita qualidade. Jogador que não inventava, mas criava lindas jogadas dentro de campo. Veio de Paracatu para brilhar no Elefante, e posteriormente no América-MG. Givaldo foi outro monstro do futebol. O moço jogava muito: dribles e jogadas de ataque que faziam o adversário sentir mal. O moço criado no Bairro Abadia foi parar no Cruzeiro. Foi monstro de bola. Outro nome que fez sucesso com a camisa preta e branca da rodovia foi Jorge Leitão. Artilheiro de muita qualidade. Jogava com inteligência. Na meia, vem o nosso Figueiroa, moço criado no Fabricio, que até nos dias de hoje marca presença nas reuniões do Nacional. Figueiroa foi um jogador tranquilo. Fechando a formação, pela ponta esquerda aparece Riva, jogador voluntarioso e de presença no ataque. Na verdade, esse foi uma das melhores formações do Nacional, que até hoje, os comentários entre os torcedores permanecem acessos. A história bem traçada de um clube que permanece em férias, mas está vivo.


Time do Nacional de 1983. O mascote é George Henrique, filho do Sr. Constantino Calapodopulos

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom e realize seu sonho. Inspeção gratuita de 21 itens. Fácil comprar.

CANELADAS

Segundo o repórter Karrapixo, o ex-jogador Makarrão, que ainda diz que joga, só marca gols quando seu time vence por WO...

E o David Augusto perguntou ao Karrapixo:
--- Karrapa você sabe o que é outdoor?
--- Acha que sou burro? Claro que é “cachorro-quente”.

É apenas uma opinião do pessoal, mas não concordo:
“Mulher feia e fruta azeda, só com pinga”.

Papo de secretárias:
--- Meu chefe vive passando a mão nas minhas pernas. E o seu?
--- O nível do meu é mais alto...

ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir, Oscar, Diego ou Larissa. Construa com qualidade. 38 anos no mercado com os melhores preços. Venha tomar um café conosco. WhatsApp 9.9250-8444.

BOLA DE MEIA

Mesmo sem estar em campo, o Sport Recife acabou sendo rebaixado a Série “B” do Brasileiro. Foi um ano que nada deu certo para o Leão. Na sua companhia tem a Chapecoense. O Grêmio é outro que está bem próximo de abraçar a causa. Que fase?

Gostei mesmo foi da molecada do Palmeiras que atropelou o Cuiabá. Aquele gol do Gabriel Veron foi de cinema. O América Mineiro vem subindo de degrau, isso é muito bom para o futebol de Minas. Parece que o Bragantino esqueceu de como vencer. Tinta.

Ontem jogaram as seleções femininas do Brasil contra as chilenas. O que vem agradando é a remodelação que vem passando a seleção do Brasil. Muitas meninas de “boas de bola”estão sendo convocadas e mostrando serviço. Isso é muito bom.




Continua depois da publicidade


Esta noite, ou seja, a partir das 18h o Atlético-MG começa a comemorar o título brasileiro de 2021. A expectativa da matemática já não funciona mais. A caminhada do Galo, na prática mostra ser um time imbatível e comprometido com a conquista.

O Flamengo também já cravou seu nome na vice-liderança, não perde mais a posição. O Mengão deu bobeira e não acordou a tempo. Não vou culpar só o Renato Gaúcho, mas tem diretores que brincam de ser profissionais. Chega de curiosidade.

Além do Galo se consagrar de vez no jogo contra o Bahia, fico pensando na situação do Grêmio, que mesmo recebendo a equipe do São Paulo, pode carimbar de vez a sua queda para a Série “B”. Pelo elenco que o tricolor Gaúcho tem, é inacreditável.

Diretores, jogadores e torcedores do Manchester de Juiz de Fora ficaram revoltados com a atitude da Vigilância Sanitária cidade, que não liberou o estádio “Jornalista Mário Helenio” para o jogo contra o Uberaba. A cidade de Ubá recebe a partida sem público.

Um duelo bem equilibrado deve ser entre Varginha e América-TO. Primeiro porque as forças se equivalem, e com isso não se pode apontar um favorito neste primeiro encontro, mas dependendo do resultado, as coisas podem pender para o lado do América.

Nos seus preparativos, desde a segunda-feira, o USC vem procurando sanar alguns problemas, isso na ordem médica e desfalques (jogadores que foram amarelados). Como o jogador Luiz Eduardo se recuperou, uma luz deu aquela clareada no setor defensivo.

Lucão deve ser mantido na meta. É um bom goleiro; acredito que o jovem Elzo deve ter condições de pelo menos ficar no banco. Douglas Pelé está suspenso, mas Elivelton deve suprir sua falta. João Vitor vai ser o zagueiro pela direita: Martinelli não joga.

USC viaja amanhã, às 7h e enfrenta pelo menos 12 horas de viajem (pela longa estrada da vida). O grupo folga na parte da tarde de sábado e no domingo entra com inteligência para encarar o Manchester na cidade de Ubá. Campo neutro. TRAVA.

TA CONFECÇÕES – Há 24 anos no mercado brasileiro com absoluto sucesso. Uniformes profissionais, escolares e promocionais. TA qualidade profissional. Av. Leopoldino de Oliveira, 2084. Telefone: 3338-3050. Faça-nos uma visita.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia