JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 23 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Roberto Moura - Ticha NO BICO DA CHANCA 27/11/2021


Continua depois da publicidade:


O nosso homenageado de hoje trocou o doce de leite pelo pequi

TOQUE DE PRIMEIRA
Não é que o nosso homenageado da coluna de hoje trocou o doce de leite pelo pequi. Gostou e por lá ficou. Quem não se lembra do Lélio de Oliveira, que além de suas funções profissionais também trabalhou no esporte. Ele foi casado com Selma Afonso Borges Oliveira e pai no nosso homenageado Lélio Junior, aquele garotinho que jogou pela ponta esquerda e de uma maneira de outra fez sucesso e foi até manchetes de jornais. Como muitos garotos bons de bola ele também foi treinado pelo Tião Valadão, onde iniciou seus conhecimentos de como jogar futebol, mas foi na base que teve um crescimento, isso nas mãos do Zezinho do USC. Agora, quem fez um trabalho profissional que o ajudou a jogar no profissional foi Djalma Santos, que sentiu potencial no garoto e passou a valorizar a prata da casa: Um craque das antigas ele aponta Maradona e Toinzinho, com o qual aprendeu muito. Na atualidade, gosta do futebol do Cristiano Ronaldo. Entre os melhores jogadores que atuaram com ele estão: Toinzinho, Vandinho e Marcinho Coreia lateral direito. O Uberlândia sempre foi um adversário chato de jogar contra. Sua maior emoção dentro de campo foi na vitória sobre o Cruzeiro, em 1988, no Uberabão, época que a Raposa tinha um timaço. Uma partida que marcou sua carreira foi contra o Uberlândia, onde fez sua estreia como profissional, isso aconteceu em 1987. Um dia péssimo dentro das quatro linhas foi na derrota para o Atlético por 3 a 0 dentro do Mineirão, com a torcida do Galo gritando o jogo inteiro. Ele saiu com o Galo gravado na cabeça. Uma escalação que ele atuou e não esquece, pois foi a escalação ideal: Edson Luiz; Marcinho Coreia, Beto Fuscão, Lobão e Aldeir; Vandinho; Toinzinho e Tulinho; Edu Bala, Binga e Lélio. De fato, um time de respeito. Um gol que foi a pintura na sua carreira foi marcado de forma olímpica, em amistoso contra o Frutal. Um gol dos mais importantes foi na decisão de juniores, 1987 quando Colorado foi campeão invicto. Como torcedor, dois clubes tomam conta do seu coração: Uberaba SC e o Vasco da Gama. Sempre tentou se espelhar em Maradona. Um fato que marcou sua passagem pelo profissional foi o de ficar quatro meses sem receber salários no USC, o pessoal, época, jogavam por amor ao clube. Comparando o futebol do passado, que inclusive viveu parte dele, acredita que o moderno evoluiu muito, isso em todos os setores de preparação. Sobre “Maria Chuteira” disse que andou pegando algumas, para terminar tinha de dar aquele “bicudo”, mas fazia parte do sistema. Tem em seu pai, falecido em 2004 como seu maior ídolo, que foi vereador, presidente do USC e do IAC, UTC e Lions Clube. Foi um homem de valor. Batendo uma bolinha no futebol Society, em Goiânia, já foi campeão umas seis vezes e artilheiro das competições. Lélio de Oliveira Junior, cirurgião dentista é casado com Juliana Santana Oliveira e apaixonado pelas filhas de Leticia e Geovana. Lélio, que foi um atacante rápido e de bons cruzamentos, fez seus gols e escreveu seu nome na história do futebol. Foi um jovem de talento e cheio de vida e vontade de vencer no mundo da bola. Fez seu papel e soube valorizá-lo com dedicação. Recordar é viver.


Com a faixa de campeão


Se exibindo segurando a bola


Na escalação do timaço do USC

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom e realize seu sonho. Inspeção gratuita de 21 itens. Fácil comprar.

CANELADAS

Em uma partida noturna, de repente as luzes do estádio se apagaram, e na maior escuridão o árbitro ordenou:
--- Vamos continuar o jogo no escuro mesmo.
--- Um jogador reagiu: - Só quem não precisa de luz para ver é você que é cego.

Quando tomou o segundo gol, um torcedor do Corinthians, nervoso falou:
--- Nossa defesa não tem impulsão, no treino perde de cabeça até para montinho artilheiro...

É o que andam falando por aí:
--- “Para ganhar certas partidas de futebol, mais vale um trio de árbitros do que um trio atacante”.

Antigamente o empresário ia ao jogo para ver algum jogador jogar e contratá-lo. Hoje é o jogador, no campo, que fica olhando para a arquibancada para ver se vê algum empresário para contratá-lo.

ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir, Oscar, Diego ou Larissa. Construa com qualidade. 38 anos no mercado com os melhores preços. Venha tomar um café conosco. WhatsApp 9.9250-8444.

BOLA DE MEIA
O Santos se deu bem diante do Fortaleza. A equipe do Peixe fez um grande jogo, venceu e se safou de vez do fantasma do rebaixamento. Por outro lado, o Corinthians não foi bem no duelo contra Ceará e perdeu. O Timão continua na quarta colocação.

O Cruzeiro não se despediu melancolicamente da Serie B. A torcida compareceu em massa no Mineirão e deu o maior apoio ao elenco e comissão técnica. Sobis que pendurou as chuteiras também foi alvo de gratidão. Agora é se preparar para 2022.




Continua depois da publicidade


A última rodada, aquela que fecha a competição tem jogos importantes. O Avaí vai ter que se garantir no jogo contra o Sampaio Correa: se bobear o “cachimbo cai”. Tem mais três clubes de olho no G4. Na parte de baixo, Londrina, Vitória e Remo. Um escapa.

Na Serie “A”; Bragantino e América-MG promete ser bem disputado. Já o São Paulo, em casa pode acabar de afundar com o Sport. Mas o duelo entre Corinthians que recebe o Athletico-PR, vai ser um duelo de emoção. O Furacão, perdendo complica.

No Mineirão, acredito que o Atlético de Hulk vence e comemora o título. O Fluminense é muito bom, mas o Galo é imbatível. Internacional e Santos é jogo de meio de tabela. Em Goiânia, a briga é para sair de baixo. É mais um desafio para o Bahia.

Partida que vai parar a América do Sul e parte da Europa é o duelo entre Flamengo e Palmeiras que brigam pelo título da Libertadores. Acredito que o duelo entre as duas escolas tem diferença o lado técnico do Flamengo e a velocidade por parte do Palmeiras.

Na verdade, a cidade de Montevideo passou a ser uma cidade brasileira. A invasão dos torcedores tomou conta dos principais “points” da cidade. O estádio Centenário deve ter lotação total para essa decisão que promete ser das melhores. Jogo sem favorito.

Os jogos da volta das quartas de final da Segundona vêm mexendo com os torcedores das oito equipes que estão envolvidas na competição. Quem fez o primeiro jogo em casa, visita o adversário com a vantagem de jogar pelo empate; isso pode ajudar e muito.

Santarritense perdeu o jogo de ida por 1 a 0; mesmo aconteceu com Araxá, que perdeu para o Varginha e o América-TO que foi derrotado pelo mesmo placar. Agora, em casa o troco pode acontecer, mas é preciso saber jogar. Se abrir a guarda pode ir a nocaute.

Sinceramente, confio no time do Araxá, vai ter dificuldade, mas tem amplas condições de devolver o placar. O Ganso tem uma ótima equipe. Agora, nas outras partidas, as forças se equivalem, talvez, campo e torcida podem fazer a diferença.

No Uberabão, o USC joga pelo empate, mas tenho certeza de que não vai ficar nessa. Bruno Barros deve aproveitar a ansiedade do Boston e acertar um contra-ataque, mesmo porque o Colorado tem time para vencer. No mata-mata é saber como jogar TRAVA.

TA CONFECÇÕES – Há 24 anos no mercado brasileiro com absoluto sucesso. Uniformes profissionais, escolares e promocionais. TA qualidade profissional. Av. Leopoldino de Oliveira, 2084. Telefone: 3338-3050. Faça-nos uma visita.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia