JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Carlos Roberto Moura - Ticha NO BICO DA CHANCA 09/11/2021


Continua depois da publicidade


Malabarista da bola e um dos melhores jogadores de Futsal que vimos jogar, a coluna de hoje é dedicada a Waender Navarro de Barros

TOQUE DE PRIMEIRA

Ele foi um malabarista da bola e um dos melhores jogadores de Futsal que vimos jogar. Este pode ser comparado a Falcão e outros craques que brilharam nas quadras com a bola pequena e pesada (hoje é tudo mais fácil). Mas além do “salão”, o moço foi craque no gramado e chegou a jogar no timaço do Cruzeiro. Waender Navarro de Barros nasceu em 18 de maio em Bom Despacho. Seus pais Júlio de Barros e Deolinda Navarro de Barros sempre foram orgulhosos de seu filho. E foi em 1965 sob o comando do competente Caetano Blancato que “Aender”, começou uma amizade sincera com a bola. No Futebol de Salão, ele considera Washington Madeira como o professor que fez sua carreira ter melhor sentido. Afirma que Pelé foi o melhor de todos os tempos, mas atualmente, o atleta Messi desequilibra. Quando atuava pelo Cruzeiro sentia-se bem jogando ao lado de Dirceu Lopes e Wilson Piazza. Na verdade, não gostava muito de enfrentar o volante Toninho Cerezo do Atlético. – “Era muito complicado e marcava muito”. Suas grandes emoções nas partidas foram as decisões de campeonatos. Um jogo que marcou sua carreira foi Cruzeiro e Vasco na decisão do Campeonato Brasileiro de 1974. Um dia ruim na carreira foi quando jogando pelo Botafogo-SP enfrentou o Santos, nada deu certo, isso foi em 1977. Ele fala que os melhores times que jogou foram: São Benedito (Futebol de Salão) e Cruzeiro (campo). De fato, aquele time do São Bené foi incrível. Êdo, Clevinho, Aender, Ivo e Toinzinho. Time que jogava um futebol cinematográfico. Além de jogar futebol profissional, conseguiu se formar em duas faculdades: Ciências Econômicas e Direito. Dois gols, considerados bonitos, marcaram sua carreira. O primeiro foi no Futsal contra o Cruzeiro. O segundo fez um golaço jogando pelo Uberaba SC. Acredita que a vaidade prejudica a carreira e até mesmo o clube. Embora não exista mais, o time do São Benedito foi e continua sendo sua grande paixão. Quando jogava no futebol de grama, tentava se espelhar no craque Ademir da Guia. No futebol, não teve nada que abalasse sua carreira, sempre foi tranquilo. No seu tempo o futebol era mais clássico e cheio de habilidade e técnica, nos dias de hoje a intensidade tomou conta: quem não acompanhar não pega na redondinha. No seu tempo, as “Marias Chuteiras” amavam os jogadores e o clube e marcavam em cima. Aender gostava de ver Sócrates jogar: sempre técnico e passes na medida. Waender ou Aender como queiram é casado com a dona Cida e tem dois filhos. Júlio José e Wander. É aposentado, mas continua trabalhando na advocacia. É um pedaço da história de um moço que sempre teve disciplina no esporte e na vida social. Parabéns!

 

No USC com Toinzinho.

Aender feliz depois de uma vitória.

 No timaço do Botafogo-SP ao lado de Socrates.

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom e realize seu sonho. Inspeção gratuita de 21 itens. Fácil comprar.

 

CANELADAS

 

Jogador Paulo Henrique do USC pode ser contratado por empresa que presta serviço para a Cemig:

---- Como assim? O que ele sabe fazer?

--- Não viu sábado? Corta luz...

             

No intervalo do jogo contra o Botafogo, um jogador do Vasco foi entrevistado:

--- Por que o Vasco está encontrando dificuldades?

--- O jogo está bom, mas tem colegas jogando por si só. Vem daí, eu também vou começar a jogar por mim só... 

  

São Pedro barra um camarada na porta do céu:




Continua depois da publicidade


--- Você não foi um cara tão ruim, mas pecou por mentir demais!

--- Quebra esse galho ao São Pedro. Senhor também foi pescador!

 

     A insegurança chegou a tal ponto, que cidade nesse mundão, que para ser assaltado você precisa marcar com antecedência...Vapuuuuuu.

 

ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir, Oscar, Diego ou Larissa. Construa com qualidade. 38 anos no mercado com os melhores preços. Venha tomar um café conosco. WhatsApp 9.9250-8444.

 

BOLA DE MEIA

Olha, “zoar” um adversário com gozações cômicas e com alegria tudo bem, mas acho que o jogador Patrick, do Internacional faltou com respeito. Acredito que o exagero, naquele momento, foi extrapolado. Não se esqueçam de que o ditado diz que a bola pune.   

Sinceramente, não sei o que vem acontecendo com o time do Vasco da Gama? Um time que se transformou com a chegada do Diniz e Nenê, de repente, caiu vertiginosamente de produção, provocando revolta nos torcedores. Futebol e surpresas.

Não sou cruzeirense e não torço para nenhum time da capital mineira, mas o momento é de engrossar a torcida da Raposa, para o time não cair para a série “C”.  O que fizeram com o clube Cruzeiro foi pura sacanagem. Acredito que ainda escapa.        

Não sei se é um exagero, mas tenho a opinião de que apenas Coritiba e Botafogo voltam a Serie “A”. O Vasco não está bem, as chances têm diminuído muito e precisa de vencer seus últimos quatro jogos e torcer pela queda de outros. Goiás passa apertado.    

O Brasileirão da Série “A”, na sua 30ª rodada apresentou placares mínimos. Três partidas os jogos ficaram no 1 a 0. Apenas Atlético-PR e Palmeiras fizeram dois cada. Ontem, Chapecoense e Flamengo completaram a rodada. Pegar o Galo, é impossível.

Sem muito entusiasmo do torcedor, começou no final de semana os jogos da Taça Uberaba de Futebol Amador, que envolve todas as categorias dos clubes inscritos na LUF. No Mirim, o Vila Nova venceu de goleada. Os demais empataram em dois gols.  

No Infantil, em quatro partidas, três delas foram de goleadas. No Juvenil/Juniores teve um WO: o Beira Rio não apareceu para jogar contra o Vila Nova. No Amador, só o Olímpico conseguiu marcar quatro gols. O Independente, remodelado, ganhou da Merceana de 2 a 0. Vila Esperança e Flamengo não saíram do placar mudo.

No Máster, o Fabrício fez 6 a 0 no Flamengo, Bonsucesso ganhou do Madureira. Mas foi no Sênior que aconteceu a maior goleada da “paróquia”. O Fabrício emplacou 18 a 0 no Havaí. O Pinheiros foi bem. Madureira ficou no empate com o Independente.

Não é que este Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, que começou “ôcho” e agora “pega fogo”. Definido mesmo, só o Grupo B, que tem Araxá e Uberaba já classificados. O Inter de Minas espera por milagre, mas na bola tudo pode acontecer...

No Grupo “A”, os quatro times têm condições de se classificar, pois a matemática vai mudar as condições na tabela. O Grupo “C” é outro que não tem nada definido em colocação, mas tem quatro times em busca de três vagas. Moleza é o que não vai ter.

Depois da estupenda vitória por 4 a 1 diante da Patrocinense, que antecipou sua classificação para outra fase, a comissão técnica e todo o elenco do USC voltaram aos trabalhos. Sábado tem o duelo no Uberabão, contra o Araxá. Vale a liderança. TRAVA.          

TA CONFECÇÕES – Há 24 anos no mercado brasileiro com absoluto sucesso. Uniformes profissionais, escolares e promocionais. TA qualidade profissional. Av. Leopoldino de Oliveira, 2084. Telefone: 3338-3050. Faça-nos uma visita.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia