JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Jorge Nabut JORGE ALBERTO 29/08/2020


Continua depois da publicidade


Despedindo-me do JM

Vídeo: Pressentimento, de Elton Medeiros

DESPEDINDO-ME DO JM

Bem, tudo tem seu dia, sua hora, com sua licença, meu senhor, minha senhora, pego meu chapéu, vou-me embora.

Neste sábado (29/08), logo cedo, pela manhã, eu me despeço do Jornal da Manhã. Aqui depositei o melhor mim. Lançamentos, desfiles, bailes, baladas, boates, boutiques, salões de festas, jantares, clubes (Uirapuru, Jockey, Sírio-Libanês) de campo, academias de ginástica (todas!), quermesses, estúdios fotográficos, reuniões de ocasiões, até à comemoração-solo, organizada pela pandemia - um só bolo, uma só vela, uma só pessoa - tudo de excelente tem sido mostrado por aqui, dentro desta quadra, que é a folha de jornal, em quatro superativas décadas. Desde 1976!

Que, na saída, não me venham as chinelas, as bermudas florais, a rede rendada que a varanda colonial ainda pede corpo e cumplicidade. Nada disso ainda faz sentido. E acredito que nunca fará. A não ser na lírica literatura que nos aguarda a leitura. O barco quer traçar outro arco, vagar noutra correnteza, mesmo a desejada incerteza. Quereria enfrentar os jogos eletrônicos da criatividade que ainda viceja. Pois que assim seja. Apostar no oposto, como é do gosto.

A fila anda, mesmo que a dois metros uns dos outros, com máscaras, mas com olhos muito mais ativos, para sabermos se ainda estamos sorrindo para os semelhantes que vêm vindo ou para os dessemelhantes que vão indo. E como sempre fazem as letras, instrumento de meu trabalho, haverá vários meios de nos vermos, várias maneiras de nos lermos.

Foi excelente estar com vocês!

Há mais de quarenta anos estou com vocês e com a família Prata (dr. Edson e Lídia), escrevendo, reportando, contando, comentando. A chegada da internet nos usurpou a novidade e o que ficou de mais interessante passaram a ser os comentários. Que nunca foi feito à esmo. Sempre havia uma referência por trás dos comentários. Algo que tinha lido, visto, ouvido e que soprava a ideia para eu desenvolvê-la, levando em consideração máxima a importância do leitor.

Saio do Jornal da Manhã com o mestrado em paciência (paz-ciência, ou seja, a ciência da paz), e doutorado em jornalismo no nível suma cum laude. Assim espero. Brincar faz bem, sempre.

Abraço fraterno a toda equipe da casa, sem distinção de posição.

Lídia Prata e Luiz Ciabotti com quem estive junto, dia a dia, por mais de 30 anos, e Larissa, que ganhou relevante espaço no JM e na minha convivência

Com energia saindo pelas tampas, Mônica Gondim é exemplo de ânimo e superação, no JM; na foto com Júnior

Geraldo Djalma, aqui representando todos os colunistas com quem trabalhei

Seria necessário inventar legenda muito especial, para a qual me sinto incapaz, no momento, para falar da elegante Ana Paula e do empreendedor Silvio Jr., parceiros e amigos, desde sempre

Ivalda Bessa e Abílio Lima não descuidaram do colunista um só ano, um só mês, um só dia. O que dizer a eles? Muito simples: Brigadú!

Renata e Carlos Alberto Cardoso foram grandes parceiros da coluna, durante muitos anos

Marina e Adriana Lyrio ampliaram a amizade para o relacionamento profissional, o que me deu grande prazer e continuará assim, sempre

Querida Neide Vasques com a fi lha Cristina Beatriz, elos de amizade, dentro e fora do JM




Continua depois da publicidade

Marilda e Beto Nóbrega representam todas as diretorias do Jockey Club de Uberaba, clube que frequentamos desde os tempos do Mingau, até hoje

Homem culto e mestre em administração, Rogério Terra reforça sua presença em companhia de André Detoni, Neto Detoni, o parceirão William Kepler e Lalazinho no espetacular Uirapuru Iate Clube

Mônica Hial trouxe bom humor ao ambiente de trabalho e o relacionamento em sociedade

Super profissional e parceiro, Luiz Carlos Souza Campos é visto com Suzanne Jardim e Maria Alice Veludo, alegria e boas gargalhadas

TAPETE VOADOR

• Descontraindo o ambiente – Sempre considerei o Jornal da Manhã, Fundação Cultural, Belgrávia, Uniube, Jockey Club, Museu de Arte Sacra e o Arquivo Público os melhores espaços para trabalhar. Porém, nunca com seriedade excessiva. O prazer de trabalhar inclui alegria e boas risadas.
• Fotógrafos e parceiros – Com a foto de Ramon, Ana Nery e Babi Magela, publicada na edição de terça-feira (25), homenageio todos os fotógrafos da cidade, que foram meus grandes e indispensáveis parceiros.
• Aniversário – Aquele mesmo “Rum”, de bronca, que Gilberto Gil deu em “Aquele Abraço”, para as pessoas que durante quarenta anos cumprimentei pelo aniversário e nunca foram capazes de fazer o mesmo por mim.
• E daí? – Leitores têm todo direito de dizer que “ninguém pediu, ninguém mandou” que se publicasse isso ou aquilo, as favor deles, mas o que quero dizer é que a profissão de colunista não é feita somente de obrigação, mas também de gentilezas e estas funcionam como vínculo de afetividade.
• “Iago” – E vem à tona a coluna, “Iago”, dos primeiros tempos meus de colunismo, do Lavoura e Comércio ao Jornal da Manhã. Muita gente brinca comigo, me chamando pelo nome da antiga colunaã.
• E que me desculpem aqueles que não foram citados nestas páginas de despedida. Falhas, são constantes, em qualquer setor de nossas atividades.
• Samba do bom – O samba sempre paixão, para mim, gênero mais consagrado da música brasileira, outra paixão, somada à música erudita. Daí eu escolher “Pressentimento” de que tudo vai continuar dando certo, de Elton Medeiros para sacudir a edição final da coluna.

Cristina Hueb e Cecilinho representam também os segmentos empresarial e a colônia libanesa, sempre presente em minhas páginas

Marisa Árabe manteve antigo elo familiar com amizade e presença constante conosco

Pianista e professora de música, Lucy Fantato jamais descuidou da amizade com o colunista

Arahilda Gomes jamais desafinou no quesito amizade e já agenda lançamento de livro na Europa, em 2021; vamos lá abraçá-la

Jairo Chagas o fotógrafo que tornou-se amigo e parceiro

Linamarina no sábado mais fashion da temporada; imperdível

A bem-sucedida empresária, Cynthia Horiuchi

Marta Queiroz Fabri (Colégio Nossa das Dores), nunca abriu mão da parceria conosco

 

Mônica e José Luiz Hueb de Menezes (Colégio Nossa Senhora das Graças), parceiros indispensáveis

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia