JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 03 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Jorge Nabut JORGE ALBERTO 30/06/2020


OS NEGÓCIOS NÃO PODEM PARAR
TUDO funcionou conforme a programação na carreata de lançamento da JM Magazine, da praça Manuel Terra à sede do Jornal da Manhã, onde pessoas trocavam o voucher por exemplar da revista. Os brasileiros vão inventando as maneiras de viver e sobreviver à pandemia. No alto do carro de som, a banda Samba Surf dava o sangue e animava a volta pelo centro da cidade. Muito mais que os shows, os negócios não podem parar.
Caixinha, obrigado!
 
BREAKFAST & JM MAGAZINE
BOA foto na página de hoje flagra o famoso decorador Luiz Carlos Souza Campos tomando o café matinal, lendo a nova JM Magazine. Quando não é a revista, é o Jornal da Manhã que ele “devora”, diariamente, desde que chegou a Uberaba, há mais de três décadas.
 
COMENTÁRIO FELIZ
SEMPRE antenado, o decorador Luiz Carlos Souza Campos fez inteligente comentário sobre a página de abertura da minha seção de festas na JM Magazine. No dizer dele, o vazio da página representa a situação atual em que vive a sociedade, quando as pessoas evitam os excessos e a ostentação. E estando todos nós no mais completo isolamento, um copo, como o da foto, já diz tudo. Parabéns pela observação, grande Luiz Carlos!
 
PALMEIRAS IMPERIAIS
SEMANA começou superbem para toda equipe da AF Garden Center, a imensa e famosa floricultura que investe alto na disponibilização de árvores de grande porte para que os jovens jardins logo ganhem altura de adultos. As palmeiras exóticas ou aquelas que já se adaptaram ao Brasil, desde os tempos imperiais (ver “Tapete Voador”), são as espécies mais recorrentes do paisagista Alexandre Lico, que ganha projeção nacional com trabalhos importantes para os digitais influencers da hora.
 
TAPETE VOADOR
Palmeira imperial – Vindas das distantes Antilhas, as palmeiras imperiais tornaram-se sinônimo de nobreza no Brasil do século XIX, quando D. João VI plantou as primeiras mudas da Oystonea oleracea no Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
Imperiais – Loucos para imitar o rei, os nobres perdiam as plumas dos chapéus por uma muda de palmeira imperial, cujo comércio fez-se proibido. Mesmo com um dobrão de ouro na bolseta, nem uma mudinha, meu senhor.
O que fazer – Se perderam as plumas, os nobres, essencialmente os barões, não se deram por perdidos e recorreram a uma prática que, nos Trópicos, é infalível: o dinheirinho para o amigo tomar café. Ou seja, corromperam os jardineiros, que lhes passavam as mudas, a desoras, e a troco de dobrões que tilintavam como música para os mal remunerados funcionários públicos do Jardim Botânico.
As palmeiras do imperador – D. Pedro II mandou o paisagista Glaziou, o Burle Marx da época, meter uma avenida das altivas palmeiras no meio de seu projeto de curvas sensuais. O francês estrilou, mas não adiantou. E o acesso à Quinta da Boa Vista passou a se fazer por entre os imensos troncos emplumados.
Assim é se lhe parece – Ainda não havia televisão nem pandemia naquela época e os barões podiam copiar o imperador à vontade, indo, de charrete, até seu palácio. E, ao chegarem às suas fazendas, suas próprias palmeiras os cumprimentavam, como a um imperador.
Palmeiras aqui – Ninguém usou as palmeiras imperiais, em Uberaba, melhor que os dominicanos. Apenas quatro exemplares, mas, tão bem implantados no imenso pátio frontal da igreja São Domingos, que o efeito continua magnífico há mais de 70 décadas.
Final florido – É fato que as palmeiras imperiais anunciam seu fim soltando imensos cachos emplumados. Um belo espetáculo que não esperamos vê-lo ali tão breve.
Vídeo – Roberta Sá e Ney Matogrosso em Peito Vazio, de Cartola, em interpretações muito pessoais.

 

 
  Decorador Luiz Carlos Souza Campos, breakfast with JM Magazine
 
 
Andersom Cadima e Luiz Ciabotti marcaram presença no lançamento da JMM 68
 
Roberto Velludo, Lídia Prata e Jacob Stevam
 
 
 Luiz Dutra, Lídia Prata e Roberto Velludo no lançamento da JMM 68
 
Gema e João Salles emplacaram 64 anos de vida a dois e comemoraram, da maneira mais clean, com os filhos Lúcio, Lívia e Luciene
 
Vanessa Cecílio fez aniversário e também comemorou de maneira clean com Andrea, Filipe e Vaniana
 
Vários tipos de palmeiras – entre elas, as imperiais – fazem o maior sucesso na floricultura AF Garden Center
 
Congresso usou as cores lgbt no dia internacional do orgulho gay
 
** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia