JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 19 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Wellington Cardoso FALANDO SÉRIO 27/06/2022



Transportador escolar é acusado de fazer perguntas indecorosas a menina de 13 anos

A se confirmar o relato feito à direção de escola municipal rural por menina de 13 anos é muito grave o episódio citado publicamente pela Semed como de “constrangimento” à menor (talvez para não entrar em detalhes sobre as palavras do suspeito).

Receio
A criança escondeu da família o aparente assédio sexual de que teria sido vítima no dia 15, temendo a reação da mãe. Optou por narrá-lo à vice-diretora da escola no dia 20.

Assédio sexual
E, segundo contou, o motorista do transporte escolar usado por ela lhe fez perguntas do tipo “você é virgem (?)”, “já beijou e namorou(?)” e “já tentou com pessoas mais velhas(?)”.

Providências
Também ciente do relato feito pela menina à sua vice, a diretora entrou em contato com a Semed e a Guarda Civil foi acionada. O motorista foi imediatamente suspenso das suas atividades e a secretaria fez mais uma notificação para a empresa prestadora do serviço, enquanto o caso é devidamente apurado.

Tornozeleiras
Conselho da Comunidade está cobrando do Governo do Estado a volta da instalação e manutenção de tornozeleiras em Uberaba, acabando com a dependência de Uberlândia. E outras providências, segundo a sua presidente, a advogada Thaísa Haber Faleiros.

Trâmite
Por seu assessor especial Rodrigo de Freitas, o Governo informou a Thaísa que o pedido foi submetido à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública.

Progressão
Cada vez mais o Judiciário tem recorrido ao equipamento na hora de conceder prisão domiciliar ou liberdade condicional a condenado recolhido à Penitenciária “Aluízio Ignácio de Oliveira”. Mas, no momento, também há falta de tornozeleiras em todo o Estado.

Alimentação
O mesmo Conselho da Comunidade, que atua junto à penitenciária e é integrado por voluntários, tem recebido com frequência reclamações de detentos quanto à qualidade da comida que lhes é servida, e das condições de higiene. O serviço é terceirizado.

“Provando”
Por duas vezes, a titular da Vara das Execuções Criminais acionou a Vigilância Sanitária para inspecionar a comida. A juíza Letícia Castelo Branco e a promotora que atua na VEC visitam o complexo prisional rotineiramente e até comem as mesmas “quentinhas” servidas aos presos.

É tempero
Já se verificou em algumas oportunidades que as queixas quanto à qualidade da comida se referiam ao tempero (são mais de 1,4 mil detentos e cada um com um gosto). Mas, eles reclamam também da substituição da carne bovina pela de frango em vários dias da semana.

Pactuação descumprida
Mais um programa federal sofre as consequências da falta de recursos: o de Aquisição de Alimentos junto aos pequenos agricultores. Em 2020 e 2021, o Ministério da Cidadania não fez o repasse de recursos pactuado com a Prefeitura de Uberaba, mas os agricultores continuaram entregando parte dos seus produtos ao banco de alimentos, na expectativa de pagamento posterior (em 2020 haviam recursos de 2019). Mesmo sabendo da inexistência de recursos em 2021.

Sem perspectiva
O secretário do Agronegócio disse à coluna nesta 2ª feira que não há perspectiva de que o repasse seja feito em 2022. Segundo Agnaldo Silva, o programa, de nomenclatura mudada para Alimenta Brasil, foi afetado pela pandemia. Diante do considerável aumento de municípios nele interessados, o Ministério decidiu usar como critério de seleção o Índice de Desenvolvimento Humano, beneficiando os de pior IDH, no que não se enquadra Uberaba.

Suspensão




Continua depois da publicidade


A Prefeitura decidiu suspender o recebimento dos produtos (à exceção de doação real) até que sejam encontradas alternativas. Uma delas seria os pequenos produtores se unirem em cooperativa que participaria de licitação a ser feita pela SEDS. Uma compra que poderá ser de R$ 200 mil. A mensagem está sendo levada aos agricultores – afirma o secretário.

Treinamento
Todos os agentes de Trânsito passam por período de instrução na Central de Monitoramento do Cidade Vigiada, preparando-se para o início da fiscalização remota, prevista para o fim de semana. As imagens que gerarem notificação ficarão armazenadas.

Revezamento
No dia a dia, haverá revezamento de agentes na central, onde também atuam Guardas Civis. Um grupo deles se encarregará da fiscalização presencial pela cidade.

Preço do leite
Os preços do leite tiveram no fim de semana aumentos entre 10% e 25%, dependendo do tipo e da marca, e a tendência é que continuem subindo. Há falta do produto no mercado, o que está levando alguns laticínios a reduzirem a industrialização do leite e de derivados.

Anunciado
Considerado o segundo maior laticínio do País, o Bela Vista, detentor da marca Piracanjuba, anunciou oficialmente a redução das suas atividades, desde a segunda-feira da semana passada (20), diante da falta de leite em todo o Rio Grande do Sul.

Generalizado
Delegado da Associação dos Produtores de Leite no Triângulo, o uberabense Luiz Carlos Saad diz que o setor não escapa ao quadro de dificuldades, que é nacional, também com redução de produção.

Remuneração
Acrescenta o ex-secretário do Agronegócio no segundo mandato de Piau que atualmente o produtor, para pagar os custos e ter renda, precisa de uma remuneração de R$ 2,80 a R$ 3,40 por litro, conforme a classificação da qualidade.

Inevitável
Argumenta Saad que farelo de soja, milho e outros insumos tiveram significativos aumentos e “é inevitável o repasse até ao nível do consumidor”.

Passaporte
Reunido nesta 2ª feira, o Conselho Universitário referendou a decisão do reitor Luiz Fernando Resende de suspender a exigência de passaporte vacinal para acessar instalações da UFTM. Medida havia sido recomendada pelo Ministério Público Federal, que a considerou ilegal.

Votação
Dos 35 conselheiros presentes, 21 votaram pela suspensão que havia sido determinada pelo reitor, 8 foram contra e 6 recorreram à abstenção.

Covid-19
Levantamento de dados feito pelo ativista Jurandir Ferreira mostra que em 25 dias de junho quase que dobrou o número de vítimas fatais da Covid-19 em relação ao mês de maio (21 a 11)

Contaminados
Na semana de 19 a 25, o levantamento mostra que também foi maior o número de pessoas contaminadas, na comparação com a semana imediatamente anterior. Houve 1 mil 199 novos pacientes diante de 823.
 


** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar