JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Wellington Cardoso FALANDO SÉRIO 24/01/2022



Prefeitura atrasa montagem da estrutura para a merenda

Atualizada às 14h19 

Até às 12h30 desta terça-feira, a Soluções de Serviços Terceirizados não havia sido chamada pela Prefeitura para assinar o contrato resultante da dispensa de licitação para o fornecimento de merenda escolar. Desde a semana passada, quando a empresa foi apresentada a poucos vereadores para isso convidados pela Secretaria de Educação, ninguém mais, da Prefeitura, falou com a Soluções.

Pode não ter merenda 
A morosidade do município põe em risco o fornecimento de merenda aos alunos nos primeiros dias de aulas de 2022. O retorno está programado para o dia 7 e até agora a Soluções, por falta de contrato, não pode contratar cerca de 150 pessoas, alugar um imóvel e montar a indispensável estrutura. Na segunda-feira, somente uma nutricionista da Prefeitura acompanhou a visita que a empresa fez às escolas para verificar as condições das cozinhas.

Cobrança do MP
A requerimento do promotor José Carlos Fernandes, o ex-vereador Jorge Ferreira da Cruz Filho será citado a qualquer momento para depositar R$ 450 mil 849 para a Prefeitura de Uberaba. A determinação é do juiz Nilson de Pádua Ribeiro Júnior, da 5ª Vara Cível.

Prazo
Em seu despacho, o magistrado dá prazo de 15 dias para o pagamento pelo ex-vereador, detalhando que deverão ser recolhidas também as custas processuais, caso Jorge não esteja amparado pela Justiça gratuita. Descumprindo o prazo a dívida será recalculada e aplicada multa de 10%.

Condenação
Enquanto vereador, Jorge foi investigado pelo promotor José Carlos, que à época já era o defensor do Patrimônio Público. As acusações estavam centradas em “rachadinha”, denunciada por ex-assessores do edil.

Multa
E ele também foi sentenciado ao pagamento de multa civil equivalente a 12 vezes o salário que recebia à época como vereador.

Pegou pesado
“A causa animal regrediu três anos nesta gestão”. Fala de opositor? Não. É do vereador Caio Godoi, do mesmo partido da prefeita e líder do Executivo no Legislativo até setembro. Mas mostra um comportamento ajustado com o motivo alegado para deixar o posto.

Fiscal
Na ocasião, Caio afirmou que estava deixando a liderança do Executivo para ampliar o seu trabalho e atuar mais como agente fiscalizador.

Muito menos
Ainda sobre a causa animal, o vereador frisou que “em 2021, a Prefeitura castrou 125 animais, média muito inferior à da gestão passada, que, em seu último ano, castrou 485”. Mas, destacou também que os números anteriores eram ruins diante do tamanho do problema.

E não foi só
Caio Godoi reclamou também da paralisação do Ambulatório Pet, na Zoonoses, iniciada pelo então secretário de Saúde, Iraci Neto. A informação – disse – é que a Prefeitura está relicitando a obra, “mas tudo por lá segue parado”.

Sem materiais
E, segundo ele, os castramóveis estão igualmente parados por falta de material veterinário, e a SMS se posicionou que eles funcionarão ainda este ano, o que é uma resposta vaga, pois ainda estamos em janeiro. “E foi a mesma resposta do ano passado” – ressaltou o vereador.

Decepção
Para ele, a Superintendência do Bem-Estar Animal “é uma das maiores decepções desta gestão”, que não teve a aguardada restauração. Caio finalizou afirmando que a sua fiscalização está apenas começando.




Continua depois da publicidade


São José vai a leilão
Marcadas as datas para o leilão de imóveis do antigo Hospital São José: dias 3, 10 e 17 de fevereiro. Depois de 80 anos de atividades, o “São José” foi negociado em 2018 com empresário de Uberlândia. Sob a nova direção, o hospital funcionou por apenas quatro meses, encerrando suas atividades. Dívidas de milhões de reais com os ex-proprietários e funcionários foram deixadas para trás.

Imbróglio
Prefeitura tende a viver novo imbróglio da merenda escolar a partir do segundo semestre. O contrato com a Soluções de Serviços Terceirizados é por seis meses e em nenhuma hipótese poderá ser estendido. Já não se justificaria contratação em caráter emergencial.

Dormiu de touca
A dispensa de licitação feita agora só ocorreu porque alguém dormiu de touca. Era sabido desde o início de 2021 que o contrato com a Nutriplus venceria em fevereiro agora. Além disso, as primeiras reclamações de falta de merenda surgiram na volta às aulas, em agosto.

Das duas, uma
Com isso haviam dois motivos para a abertura de concorrência: as “pisadas na bola” da Nutriplus e o fim do contrato. Ou o município tinha o interesse de prorrogar o vínculo com essa empresa até que os problemas de merenda se avolumaram?

Briga de foice
Uma contratação dentro da legalidade não acontece com menos de três meses e pode ser adiada por mais de um ano, dependendo do nível de disputa. E licitação de merenda escolar é considerada uma “briga de foice no escuro”, pois envolve milhões de reais.

Só aumentam
Em apenas sete dias, entre 17 e 23 deste mês, Uberaba registrou 6 mil 671 novos casos de Covid-19. A cada 60 minutos surgiram 39,7 pacientes ou 953 por dia.

Internações
A rede hospitalar iniciou a semana com 43,67% dos leitos de UTI ocupados e 60,66% nas enfermarias. Em 1º de janeiro, eram 4,59% os leitos da UTI com pacientes e 4,7% nas enfermarias. Os casos ativos saltaram de 905 no início do mês para 9.464 domingo. Aumento de 945%.

Óbitos
E para aumentar as preocupações, cinco óbitos foram anunciados no boletim epidemiológico desta segunda-feira. Todos eles de idosos.

Socorro!
Na sexta-feira a batata lisa foi comercializada a R$ 150 a caixa com 50 quilos (aumento de 30,43%). O quilo no atacado, na CEASA, saiu a R$ 3, mas nos varejões ela custa mais de R$ 5. O tomate subiu 20%, saindo a caixa com 22 kg por R$ 120 (R$ 5,45 o quilo).

Desgosto
Operação do Ministério Público contra donos de postos de combustíveis tem desdobramentos fora do mundo jurídico: pontos de revenda passando para as mãos de empresários de Uberlândia, que já têm significativa presença no setor em Uberaba.

Da saída
Um dos comerciantes locais está se retirando do negócio, mesmo não figurando no processo que levou 11 à prisão em setembro de 2020. Ele tem confidenciado a amigos a angústia experimentada a partir daquela época.

Desconforto
Desconforto entre os servidores de carreira da Secretaria de Administração com a nomeação de secretária-adjunta, que não é dos quadros. Ela chegou à SAD como chefe de departamento, foi promovida a diretora e, agora, ao segundo posto na hierarquia da secretaria. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia