JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 24 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Lídia Prata ALTERNATIVA 18/01/2022



Candidatura de Anderson não incomoda Marão

CALDEIRÃO EM CHAMAS
Terça-feira foi um dia de rebuliço nas redes sociais, provocado pela notícia da provável pré-candidatura do ex-prefeito e ex-ministro Anderson Adauto a deputado federal. Não faltaram os que vaticinaram: “Com Anderson, não tem pra mais ninguém”. Outros acharam absurdo que o ex-prefeito volte à cena política, por conta da chamada “ficha suja”. Mas a maioria analisou que AA é um efeito complicador para a eleição de nomes novos, tanto quanto para a reeleição dos atuais deputados federais eleitos por e com os votos de Uberaba.

COM ANDERSON, OU SEM ANDERSON
De volta ao trabalho nesta terça-feira, depois de enfrentar a Covid-19, o vereador Ismar Marão avalia que a provável candidatura do ex-prefeito Anderson Adauto não vai interferir em nada no seu projeto de disputar cadeira na Câmara federal este ano. Segundo Marão, o futuro político do ex-prefeito ainda está no plano das conjecturas, assim como não se sabe se AA irá se filiar ao PSD, mesmo partido de Marão. “Se houvesse alguma movimentação nesse sentido, o Dr. Marcos já saberia. Dr. Marcos ainda é um dos homens fortes do PSD, tem muito respeito no partido, em especial do Kassab” - diz o presidente da Câmara. Marão é um dos nomes novos na disputa para deputado federal.

PERFIS DIFERENTES
Por outro lado, o vereador Ismar Marão destaca que o eleitorado dele e o de Anderson Adauto são completamente diferentes. “Isso não prejudica em nada a nossa pré-candidatura”, analisa, ressalvando, no entanto, que no contexto geral poderia trazer alguma dificuldade para todos. Veja a análise que ele faz: “O Anderson ainda tem muitos votos no município de Uberaba e na região, é muito respeitado, foi ministro, é inteligentíssimo politicamente falando. De qualquer maneira causa um distúrbio nas pré-candidaturas e nas reeleições também. Mas, seguimos tranquilos e vamos continuar trabalhando, até que chegue o panorama fique mais claro em março, com o fim do período para as filiações”.

MUDAR PRA QUÊ?
Pelo menos por enquanto não está nos planos de Marão qualquer eventual troca de partido. Presidindo o PSD em Uberaba, ele diz que está satisfeito com a sigla, e pretende seguir as orientações de seu líder, o vice-ministro Marcos Montes. “Se lá na frente tivermos de conversar com a sigla em nível nacional, vamos conversar. Temos ainda dois meses pela frente para as definições. Mas por enquanto vamos seguir firmes no nosso propósito” - arremata o pré-candidato a deputado federal.

CORDA BAMBA
Na avaliação dos “analistas de plantão” nas redes sociais, o maior prejudicado com eventual candidatura de Andersons Adauto deverão ser os deputados Aelton Freitas - lançado na política pelo ex-prefeito - e Zé Silva. O primeiro, porque anda sumido de Uberaba, onde teve poucos votos na eleição passada e ficou ressentido com esse resultado das urnas. O segundo, porque está aparecendo somente agora, com a eleição da prefeita Elisa. Mas ainda não caiu nas bênçãos dos eleitores e espera que Elisa faça o milagre da multiplicação dos seus votos este ano.

DE VOLTA
Depois de mais de um ano sumida de Uberaba, a ex-candidata a prefeita pelo PT, Patrícia Melo, reapareceu neste fim de semana no Mercado Municipal. E foi logo pedindo votos para sua pré-candidatura a deputada estadual. Lembrando: ela conseguiu nada menos do que 19 mil votos para prefeita, em 2020.

DOBRADINHA?
Nos bastidores comenta-se que o PT vai lançar a dobradinha Anderson (federal) e Patrícia (estadual). A conferir.

NAS ALTURAS
O boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira pela Secretaria municipal de Saúde registrou nada menos do que 1.246 casos novos de Covid em 24 horas. Fechamos o dia com 7.839 casos ativos na cidade e um óbito. Alguma coisa não está “batendo” nesses números. No domingo foram registrados 570 casos novos de Covid, caindo para 325 na segunda-feira, e, de repente, na terça os números chegaram a 1.246, o maior registrado desde o início da pandemia. Vale destacar que na semana passada os números oscilaram entre cerca de 800 até 1.148. Mas nos últimos dias vieram numa gangorra muito estranha.

EXPLOSÃO DE CASOS
Na vizinha Uberlândia os números da Covid continuam em alta. Nesta terça-feira foram registrados 2.310 casos novos em 24h, segundo boletim divulgado pela Secretaria municipal de Saúde da cidade vizinha, e 4 óbitos. Na segunda-feira os números já haviam sido recordes pelo 5º dia consecutivo, totalizando 2.195 diagnósticos positivos, enquanto no domingo chegaram a 2006. Pelo menos lá os números parecem mais coerentes do que os de Uberaba, que um dia estão lá na estratosfera, e no outro, no fundo do poço.

MEDIDAS IMEDIATAS
Uberaba tem certas peculiaridades difíceis de entender e de explicar. Veja o seguinte: no dia 3, o vereador Professor Wander esteve no Hospital da Criança acompanhado pelo vice-prefeito Moacyr Lopes e por equipe da Secretaria municipal de Saúde. Lá eles constataram algumas incongruências, que motivaram o vereador a oficiar o Ministério Público. O vice-prefeito, por sua vez, apresentou uma série de propostas ao secretário de Saúde para melhorar o acolhimento de pacientes, chegando a mandar uma tenda para ser instalada do lado de fora do prédio, visando melhor acomodar os pacientes e seus familiares enquanto esperavam o atendimento. Pois bem. Não deixaram montar a tenda, que já poderia estar lá desde o dia 10. Porém, depois que as críticas, queixas e protestos populares se multiplicaram contra o atendimento na UPA Infantil, a tenda surgiu como uma das medidas para melhorar oacolhimento. Quem entende? Por que já não deixaram essa tenda lá, desde o começo? É cada uma…




Continua depois da publicidade


PROVIDÊNCIAS DO DIA
Nota distribuída hoje pela Prefeitura informa que o Hospital da Criança vai tomar ainda outras medidas para atender à população, além da tenda do lado de fora para acomodar os pacientes e seus familiares. Vai, por exemplo, separar as crianças com sintomas gripais das outras sem sintomas.

SEGUNDA UNIDADE
Num ponto o vereador Professor Wander tem toda razão. Já passou da hora da Prefeitura oferecer um segundo ponto de atendimento aos pacientes infantis. O Hospital da Criança está sobrecarregado, em especial a UPA Infantil. Em que pese todo o esforço, a boa vontade, a dedicação dos profissionais ali lotados, a demanda por atendimento cresceu absurdamente com a nova onda da pandemia. Impossível exigir da Hospital da Criança e da sua equipe muito mais do que eles já estão oferecendo. Cabe ao município agir rapidamente e providenciar, o quanto antes, uma alternativa de atendimento para não deixar parte da população assim desassistida, como está.

NOVAS MEDIDAS
A propósito, logo depois da visita ao Hospital da Criança no início deste mês, o vice-prefeito Moacyr Lopes enviou um memorando ao secretário Sétimo Bóscolo Neto, sugerindo várias medidas para melhorar o atendimento na UPA Infantil no Hospital da Criança. Dentre as medidas estavam a avaliação das reais necessidades do hospital para conseguir esse objetivo, inclusive para a contratação de mais médicos. Moacyr chegou a pedir ao secretário que avaliasse a possibilidade de atender o pleito do Hospital para reajuste contratual, uma vez que os valores estão congelados desde 2019. Sugeriu também a inclusão de um fiscal do contrato, como existe com o contrato de gestão das UPAs pela Funepu.

Bem informada: é assim que a prefeita Elisa começa o seu dia, lendo o Jornal da Manhã, na versão impressa
(Foto/Jairo Chagas)

 

 

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia