JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 21 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Lídia Prata ALTERNATIVA 10/05/2021


Continua depois da publicidade


Novo decreto sobre Covid deve sair nesta quarta-feira, com foco na testagem

Deve sair nesta quarta-feira, dia 12, o novo decreto com as normas regulamentares do enfrentamento à pandemia em Uberaba. A hipótese de lockdown está totalmente descartada, conforme a prefeita Elisa deixou claro durante reunião com representantes da Igreja católica, dentre os quais Dom Paulo Mendes e padres signatários do polêmico manifesto divulgado na semana passada. Na reunião com o clero, a prefeita explicou detalhadamente as dificuldades para adotar essa medida, concluindo que o fechamento total da atividade econômica neste momento poderá comprometer irremediavelmente o emprego e a renda da população. Aliás, Elisa tem razão: parar o comércio por 15 dias, prorrogáveis por mais 15, poderia colapsar a economia de Uberaba e condenar à fome e à miséria milhares de trabalhadores que ainda estão com carteira assinada atualmente. Sem contar que oportunizaria a realização de mais festas clandestinas, já que as pessoas estariam “em casa”, por conta de lockdown. 

POLITIZAÇÃO DA PANDEMIA

Em reunião virtual na tarde passada com representantes de entidades de classe que compõem a sociedade civil organizada, a prefeita reclamou da politização em torno da pandemia. Sem citar especificamente o MDB de seu antecessor, Elisa manifestou descontentamento com a “guerra” política que vem sendo travada em torno do lockdown. No entanto, tudo leva a crer que a queixa teve um endereço certo, pois no fim de semana o MDB criticou a condução do enfrentamento à Covid pelo governo Elisa e defendeu abertamente o fechamento total do comércio como forma de evitar a circulação do vírus e redução dos casos de óbito e contaminação na cidade.

TESTAGEM EM MASSA

Uma das apostas do governo Elisa para conter a escalada da Covid-19 em Uberaba pode ser a testagem em massa da população. Estão chegando cerca de 60 mil kits para testes, comprados pela Prefeitura. Objetivo é tirar de circulação pessoas contaminadas, sejam sintomáticas ou assintomáticas. 

NO TOPO

Talvez por serem os bairros mais populosos da cidade, Boa Vista e Abadia têm o maior número de casos positivos de Covid em Uberaba até agora.

RECORDE

Mais alto número de vítimas da Covid em Uberaba está no boletim epidemiológico desta segunda-feira. Foram registrados 15 óbitos confirmados e 1 em investigação, em 24 horas. Um recorde. Vale destacar que a cidade vinha se mantendo na faixa dos 6 a 7 óbitos diários nos últimos dias e, de repente, deu um salto olímpico. Desse total, apenas 4 óbitos foram registrados em hospital particular. Os demais, em hospitais públicos. Idade das vítimas varia de 33 anos a 95 anos. 

AVISO PRÉVIO

Vice-prefeito Moacyr Lopes tratou de postar nos seus grupos de whattsapp o aviso sobre sua vacinação contra Covid. “Estou avisando a todos que irei vacinar esta semana, pois sou diabético e possuo IMC maior que 40. Estou avisando antes que os críticos não sejam pegos de surpresa. Estou com os laudos prontos desde a semana passada”.

RETOMADA




Continua depois da publicidade


Em entrevista à Rádio JM nesta segunda-feira, o secretário de Desenvolvimento Econômico adiantou que até o mês que vem estará formatado um programa completo para a retomada da economia em Uberaba. Dentre os itens que irão compor o pacote estarão a desburocratização da máquina pública, a concessão de incentivos e isenções, principalmente para os setores econômicos mais impactados pela pandemia.

AGILIDADE, PALAVRA DE ORDEM

Uma das medidas que estão sendo estudadas é a unificação da fiscalização de obras particulares. A intenção é evitar que o proprietário ou construtor continue sendo obrigado a uma peregrinação sem fim pelas diversas secretarias municipais em busca de documentos visando obter o habite-se. Se der certo, essa medida será música para o ouvido das construtoras e, por outro lado, deverá acabar com o serviço dos “despachantes” de obras.

FUNDÃO

Ressuscitado pelo governo Elisa, o Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico já tem saldo superior a R$ 200 mil em menos de 60 dias de vida (nova). Esses recursos são provenientes de contrapartida de empresas que recebem algum tipo de incentivo por parte do Município. Antes, a contrapartida era dada em obras ou em recursos que reforçavam apenas o caixa da Prefeitura, segundo Elisa. Agora servirão para apoiar as pequenas e microempresas em dificuldades. Os critérios para concessão desse apoio ainda serão divulgados pela PMU.

DE VOLTA

A propósito, Elisa quer retomar o quanto antes as discussões sobre o Plano Diretor de Uberaba. Projeto está na Câmara desde o ano passado, mas certamente será revisado agora.

CADÊ O TUTU?

Distrito Industrial 4 e o minidistrito do Alfredo Freire vão consumir cerca de R$ 12 milhões para obras de infraestrutura, incluindo arruamento, antes de serem ocupados por novas empresas. Estimativa é do secretário Rui Ramos.

TEM GREVE?

Sintracol garante que greve do transporte coletivo será deflagrada às 4h desta terça-feira. Mas o Município ingressou na Justiça do Trabalho nesta segunda-feira, com medida chamada interdito proibitório, visando conseguir a declaração da ilegalidade do movimento paredista. Fundamento do pedido foi a impossibilidade total de atendimento à exigência da categoria, que pretende a vacinação dos motoristas de ônibus contra a Covid. De acordo com o Plano Nacional de Imunização, não é possível ao Município estabelecer os grupos prioritários. Ao contrário: está obrigado a seguir a lista de prioridades ditadas pelo Ministério da Saúde. No pedido, o Município pede a aplicação de multa diária no valor de R$ 100 mil ao Sintracol, em caso de greve. Ação foi distribuída à 4ª  Vara do Trabalho.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia