JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 31 de maio de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Lídia Prata ALTERNATIVA 03/04/2020


REUNIÃO

Durou mais de três horas a reunião do Comitê de Gestão da Crise do Coronavírus no gabinete do prefeito Paulo Piau e ainda não há definição sobre a reabertura das lojas a partir de segunda-feira. Cá pra nós: acho difícil o governo municipal autorizar o funcionamento do comércio nesse momento, principalmente diante da confirmação de dois óbitos por coronavírus na vizinha Uberlândia. Já são 6 óbitos em Minas, número que poderá aumentar assim que forem conhecidos os resultados dos exames laboratoriais das amostras colhidas de pacientes supostamente infectados.

MAIS APERTO
Em entrevista exclusiva à Rádio JM assim que terminou a reunião agora a pouco, o prefeito revelou que Uberaba já tem 12 casos confirmados de coronavírus. E anunciou que vai editar novos decretos, para endurecer ainda mais o jogo com supermercados e varejões. Dentre as medidas que serão adotadas estão a obrigatoriedade dos supermercados de disponibilizar água, sabão e álcool gel para os clientes, bem como disciplinar a fila para o acesso de clientes ao interior das lojas.Além disso, os caixas terão de trabalhar de máscaras para se protegerem. Obviamente que as máscaras são consideradas equipamentos de proteção individual e terão de ser fornecidas pelo empregador.

NA FRENTE
Aliás, mais uma vez a Rádio JM saiu na frente ao passar em primeira mão e com exclusividade as novas medidas que serão adotadas em Uberaba. Nem bem o prefeito deixou a reunião do Comitê de Crise e entrou ao vivo para falar aos ouvintes da JM.

CORTE DE SALÁRIOS
Mais cedo, o vereador Kaká Carneiro foi entrevistado no programa O Pingo do Jota e sugeriu que o prefeito corte parte dos salários dos ocupantes de cargos comissionados na Prefeitura e o dele próprio, destinando os recursos para medidas de enfrentamento do coronavírus. Indagado a respeito, Piau disse que não está descartada essa possibilidade. Mas disse que não é de fazerem politicagem com coisa séria.

BALÃO DE ENSAIO
A propósito, a entrevista do vereador Kaká Carneiro nesta manhã suscitou uma série de críticas às explicações dele sobre a justificativa para não ter ficado no Podemos. Kaká alegou que foi a Brasília para encontro com o senador Alvaro Dias, que teria ficado “empolgado” com sua filiação. Mas em Minas Gerais a executiva do partido não fala a mesma língua da executiva nacional e aí ele viu que não teria respaldo no partido. Foi além dizendo que fez um “balão de ensaio” para testar onde estavam seus inimigos.

TROCA TROCA
Vale destacar que esse encontro entre Kaká Carneiro e o senador Álvaro Dias gerou um um video que foi amplamente divulgado em redes sociais, anunciando a filiação de vereador ao Podemos. Logo em seguida, o video desapareceu e hoje Kaká confirmou que está se filiando no Cidadania, e pretende disputar a eleição para prefeito.

BOM EXEMPLO

Profissional altamente qualificado, que já esteve à frente das operações de buscas das vítimas da tragédia em Brumadinho, o Comandante Anderson Passos não se fez de rogado. Juntou-se aos seus comandados para cortar a grama do quartel dos bombeiros. Passou a manhã debaixo de sol realizando essa tarefa. Belo exemplo para quem acha que “chefe” não pode botar a mão na massa.

 

DADA LARGADA À BAIXARIA ELEITORAL

O confinamento imposto pela pandemia de coronavírus tem sido mal usado por desocupados, interessados em apimentar a disputa eleitoral. Hoje pipocou nas redes sociais um post mostrando o pré-candidato Antônio Neto com a camisa da Seleção Brasileira de futebol, seguida dos dizeres “Tonin xupxup - o minicraque que foi despedido de onde trabalhava e agora quer ser prefeito”. Pelo visto a baixaria começou cedo…

EFEITO CONTRÁRIO
Acionado pela coluna, o pré-candidato Antônio Neto disse que “a guerra está só no início. Pessoal está desesperado. Mas o efeito está sendo contrário para quem fez esse post. Muita gente que não me conhece está querendo me conhecer. Alguns estão acessando amigos e parentes e recebendo o material oficial”. Não bastasse o post, circularam em grupos de whatsapp alguns áudios com uma série de inverdades a respeito do pré-candidato. Mas o autor da “lambança” deixou rastro ao passar adiante esses áudios. Antônio Neto já acionou sua assessoria jurídica para as devidas providências.

TOC TOC TOC
Véspera de encerramento do prazo para filiações partidárias foi marcado por um corre-corre danado de pré-candidatos que deixaram tudo para a última hora. É o caso do ex-deputado Lerim, que até agora a pouco não havia conseguido abrigo em partido algum e esperava o aval do presidente Irizon Arantes para filiar-se no Cidadania.

VAI AUMENTAR
Médico patologista Guilherme de Oliveira, entrevistado hoje no programa O Pingo do Jota, disse não ter dúvida que o número de brasileiros infectados pelo coronavírus é superior ao divulgado oficialmente. Os laboratórios não estão dando conta de atender à demanda, o que impede o acesso rápido a resultados. Vale ressaltar que as mortes pelo coronavírus cresceram 290% em uma semana, e o Brasil já soma 359 vítima até agora.

ALVO CERTO
Sobre os kits de testes rápidos que o Brasil comprou, o médico Guilherme Oliveira foi claro: eles não funcionam bem. E mais: serão usados apenas para testar profissionais de saúde, a fim de colocá-los em isolamento domiciliar se o resultado der positivo para coronavírus. Ou seja: não serão disponibilizados para toda a população, como muitos estão pensando.

ALTO CUSTO
Nos laboratórios particulares, o exame para confirmação (ou não) do coronavírus custa em torno de R$ 500. Em alguns casos, nem pagando o interessado consegue colher o material. E com razão. Há poucos kits para exames no país. Não dá para desperdiçar com quem cisma estar contaminado.


POLÍCIA NA RUA
PM está nas ruas, para fiscalizar o cumprimento do decreto do governador Romeu Zema, que obriga o comércio a ficar de portas fechadas. O alvo principal de hoje são os barzinhos, lanchonetes, restaurantes e similares, palco de aglomerações de pessoas em tempos normais.

Amanhã a blitz da Guarda Municipal, Posturas e Vigilância em Saúde deverá mirar supermercados, mercearias e varejões.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia