JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Lídia Prata ALTERNATIVA 11/07/2019

Mais um passo
Avançaram as tratativas para a mudança do perfil do Hospital Regional. Essa é a avaliação do secretário municipal de Saúde, após a reunião dessa quarta-feira com o Colegiado Gestor do HR. Segundo Iraci Neto, serão atendidas várias demandas apresentadas pelos municípios que participam do rateio do custeio do hospital, principalmente no que se refere às cirurgias de média complexidade, como apêndice, hérnia e outras consideradas “cirurgias de barriga”. Elas já serão programadas, tanto para atender às urgências quanto as eletivas, mediante a contratação de equipe médica cirúrgica para absorver essa demanda.

Em busca de adesão
Já são oito municípios junto a Uberaba fazendo a cooperação técnico-financeira do Hospital Regional. O secretário Iraci Neto conta que esse número dobrou nos últimos 60 dias, uma vez que eram apenas quatro até então. Nos próximos 30 dias – prazo para entender a mudança do perfil do HR – ele espera que outros municípios passem a participar do rateio das despesas.

no branco
Uma primeira avaliação desse novo perfil e da sua respectiva atratividade junto aos municípios próximos de Uberaba ocorrerá no mês que vem. Se houver a esperada adesão dos vizinhos, o secretário de Saúde acredita que o Hospital Regional estará consolidado, considerando ainda os repasses feitos pelo governo federal. Claro que ainda falta o Estado fazer o “dever de casa” e honrar o compromisso de participar financeiramente do custeio do HR. Iraci Neto espera conseguir essa façanha ainda este ano. Oremos.

Investimentos
Para viabilizar essa mudança de perfil do HR com a inclusão de cirurgias de “barriga”, alguns investimentos serão necessários, especialmente para respaldar essas equipes médicas com novos equipamentos.

Novas mudanças
Nos bastidores, há quem entenda que as mudanças no perfil do Hospital Regional precisam ser até mais amplas. Sem mudanças profundas no modelo operacional atual, dificilmente ele conseguirá sobreviver. Ou pior: vai acabar como tantos outros hospitais públicos no Estado e no país.

Olhos bem abertos
Licitação para compra de massa asfáltica pela Prefeitura de Uberaba deve movimentar soma financeira considerável na segunda-feira. O investimento será da ordem de R$11 milhões! Espera-se que, neste caso, o menor preço não signifique asfalto de má qualidade. Aliás, a Prefeitura precisa se assegurar de medidas de fiscalização rigorosa, sob pena de torrar uma grana preta num asfalto que logo estará cheio de buracos...

Vai ser ruim pra lá!
Até quando a Prefeitura vai aceitar o serviço de péssima qualidade realizado na “revitalização da praça Rui Barbosa e calçadão? Bancos quebrados, grelhas quebradas, tampas de caixas de passagem quebradas... e a obra não tem nem seis meses de concluída. Vai deixar por isso mesmo? E o dinheirão que foi gasto nessa reforma? Socorro!

Compostagem
Fazu e Prefeitura firmaram parceria para viabilizar um projeto interessante de compostagem. Os materiais provenientes de podas de árvores e gramados da cidade deixam de se avolumar nos aterros sanitários
e passam a ter uma destinação útil: o adubo proveniente da compostagem será utilizado em hortas do município e da Fazu, bem como na adubação dos jardins da faculdade.

Proposta
Esse projeto de compostagem da Fazu com a Prefeitura vai ao encontro da sugestão apresentada pelo ex-secretário de Agricultura José Humberto Guimarães, para aproveitamento dos terrenos baldios da cidade em programas de parceria para cultivo de hortas, dando oportunidade de trabalho e sustento às pessoas que hoje estão desempregadas e sem perspectivas de recolocação no mercado de trabalho a curto prazo. Bem que a Sagri poderia encampar a ideia e colocá-la em prática.

Quem se habilita?
A julgar pelos números divulgados pelo Sine, revelando crescimento de mais de 100% na oferta de vagas de trabalho em Uberaba este ano em relação a 2018, é de se concluir que emprego tem. O que falta é mão de obra específica para ocupar essas vagas. Não será hora de pensar em qualificação e requalificação profissional do pessoal que espera por um emprego?

Presente!
Prefeito Paulo Piau estreia hoje um novo formato de diálogo com a população, através do projeto Prefeitura Presente. O primeiro local escolhido foi a rotatória da Nossa Senhora do Desterro, próximo ao supermercado Bahamas Mix, onde, às 9h30, será assinada a ordem de serviço para início da obra do córrego dos Carneiros. O mais interessante, porém, é que toda a estrutura do governo municipal estará no evento, porque em seguida a ideia é ouvir as demandas da comunidade. Será uma espécie de “prefeitura itinerante”. Daqui pra frente o prefeito pretende cumprir uma agenda de compromissos semelhantes, percorrendo vários bairros da cidade.

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia