JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 22 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Bruno Campos TÁ EM ALTA 29/04/2022



Conheça Katha Maathai, semifinalista do reality apresentado por Pabllo Vittar e Luísa Sonza


Katha Maathai em uma de suas apresentações no Queen Stars Brasil | Créditos: Endemol Shine Brasil / HBO Max

De luzes bem acesas e com uma Bahia que corre viva em seu sangue, Kaio Santos dá vida a Katha Maathai, semifinalista do Queen Stars Brazil, o mais novo reality show da HBO Max, apresentado por duas potências nacionais: Pabllo Vittar e Luisa Sonza e com jurados como Diego Timbó, a cantora Vanessa da Mata e o ator Tiago Abravanel. Além do time fixo, o programa conta com convidados especiais ao longo de sua primeira temporada, como as cantoras Gloria Groove e Duda Beat.

Na Tá em Alta desta semana conheceremos um pouco da artista que deixou para trás Teixeira de Freitas, cidade com pouco mais de 160 mil habitantes, localizada no interior da Bahia, para brilhar frente a um time de peso em São Paulo, mas sem nem por um segundo, se esquecer de onde veio.

Envolta pela música desde 2009, ainda nova, já sonhava em ser artista. Com uma bagagem carregando mais do que apenas roupas e perucas, mas sonhos, medos e anseios, Katha lutou não só nos palcos, mas ao longo de toda sua trajetória enquanto artista, trilhando seus primeiros passos enquanto drag de forma autodidata.

“Eu enxergo minha trajetória como sendo de muita luta. Desde o início foi muito aprendizado. No começo eu não sabia fazer maquiagem, não sabia fazer nada! Com o decorrer do tempo eu fui aprendendo. Eu já tinha um trabalho com o teatro e com a música antes, então resolvi unir em 2018 tudo isso à arte drag. Aí foi só crescimento, mas muitas das coisas foi de aprendizado sozinho mesmo, então eu enxergo como sendo de muita vitória!” conta a drag.

OPORTUNIDADES

Questionada sobre como é ser uma drag no interior da Bahia, em uma cidade com menos de 200 mil habitantes, Katha diz que apesar de Teixeira de Freitas ser uma cidade onde existam algumas coisas, ainda assim é muito difícil exercer a arte, principalmente pela falta de recursos e de espaços voltados para o cenário.

A artista ainda ressalta que a maioria das casas de show são “casas de show héteros e que festas LGBTQIAP+ mesmo, quase não acontecem, é uma vez ou outra”, o que torna um tanto quanto mais complicado não só para ela, mas para que outras artistas da cena drag consigam realizar seus shows.

PRECONCEITO



Katha em um de seus mais recentes trabalhos  | Foto: André Medina

Em uma realidade desconhecida por muitos membros da comunidade, a artista relata que sua família descobriu sobre sua arte ainda no início. Reconhecida já de início, com apenas três meses de drag, Katha foi premiada, na cidade de Porto Seguro, com a faixa de “Top Drag 2019”, momento em que sua mãe descobriu a existência da Srta. Maathai.

“Desde então foi bem tranquilo. Sempre me montei em casa, sempre fiz meus vídeos aqui, sempre foi bem tranquilo mesmo de fazer”, explica Katha.

Entretanto, nem tudo é um mar de rosas. A participante do reality contou a respeito de um episódio que passou enquanto gravava seu primeiro videoclipe. Katha estava em um semáforo em Teixeira de Freitas, montada, quando moradores a gravaram e postaram nas redes sociais perguntando “qual seria a próxima merda que Teixeira iria fazer?".

A drag viu a situação como uma forma de menosprezo ao seu trabalho e sua arte, mas não se abalou. Vestiu novamente a roupa que usava no momento da tentativa de deboche com sua arte e frente à uma câmera, aproveitou da situação para revertê-la a seu favor, gravando um vídeo onde relatava o ocorrido e, também, divulgava a música de trabalho.

Segundo Katha, “aquilo deu uma repercussão legal” e ela acabou “levando na esportiva”, até porque, como pontua, “há pessoas que irão gostar do seu trabalho e outras não” e isso não depende de ninguém.

DENTRO DO REALITY

A participante explicou que foi achada através das redes sociais, mais precisamente pelo instagram, entretanto, não pôde contar muito sobre a seletiva, apenas que “foi um processo longo”. Para Katha, o sentimento de ter conseguido ficar entre as 20 drags selecionadas foi de pura alegria. A jovem drag baiana estava na capital paulista, em meio a artistas que ela sempre admirou e ainda admira.




Continua depois da publicidade


Para Katha, estar naquele lugar causava nela a sensação de “estar ali, mas sem acreditar, simplesmente por ser algo tão maravilhoso”. Além do lugar de deslumbre, o programa foi para a semifinalista, um lugar de aprendizado.

Fora das câmeras, as apresentadoras Pabllo Vittar e Luisa Sonza a aconselharam, principalmente, sobre não desistir dos objetivos e persistir até que sejam alcançados. Sobre a importância de trabalhar e de “fazer o seu independente do que as outras pessoas falarão, porque o caminho realmente é difícil”.

Sobre o contato com as artistas pop, seguida por ambas em seu instagram, a drag diz que ele existe, mas que é bem difícil, principalmente pela rotina das duas e também pela quantidade de pessoas que falam com elas, mas que vez ou outra “elas assistem stories e comentam algumas publicações”.

E mesmo com o pouco contato, a drag é extremamente grata e vê, no follow das artistas, uma forma de validação de que elas gostaram do trabalho dela. Já com as outras 19 participantes, todas mantêm contato em um grupo de whatsapp, e estão sempre conversando e trocando experiências.

O QUE MAIS MARCOU



Katha Maathai em uma de suas apresentações no Queen Stars Brasil | Créditos: Endemol Shine Brasil / HBO Max

Dentre todos os passos dados no programa, um dos momentos mais marcantes para Katha, está justamente em seu tropeço. Em uma performance nacionalíssima, na qual a artista esqueceu parte da emblemática e difícil “Sangue Latino” de Ney Matogrosso, ela vê no erro a importância de ressaltar que artistas são humanos e como todos nós, cometem falhas.

“Há uma expectativa sim! Há uma expectativa em cima de todo mundo ali no programa e também senti muita pressão da minha parte comigo mesma. O episódio acabou culminando na minha saída por conta do esquecimento da letra, mas foi um momento importante, que eu considero maravilhoso, porque mostra que o artista não é um robô, ele também erra!”, justifica a participante.

Além deste, outro momento de destaque para Katha durante a competição foi quando, ainda no terceiro episódio, teve a oportunidade de apresentar “We Found Love”, canção de Rihanna, uma de suas artistas favoritas. Na ocasião, a drag entregou vocais aliados à coreografia, em meio a um cenário holográfico e futurista.

Outro ponto de destaque foi quando Katha deu vida à canção “Taradinha”, da funkeira Lexa. Com uma presença de palco ímpar, a drag deixou uma das amigas pessoais de Lexa, Mc Rebecca, de queixo caído. Como pontuado pelos jurados, naquele momento, a drag resplandeceu sua “qualidade de estrela”, se mostrando uma verdadeira artista pop.

PRÓXIMOS PASSOS



Capa de seu novo single, "Gringo", que será lançado dia 05 de maio | Foto: André Medina

Há novidades chegando e rápido! No próximo dia 5 de maio, Katha lança em suas plataformas digitais, seu novo single. A música que se chama “Gringo”, vem acompanhada de um clipe no dia 6 de maio e da primeira perfomance ao vivo do single já no dia 7. A drag vê no lançamento da música, o nascimento de um filho, tamanho é seu amor pela profissão.

Engana-se quem pensa que a artista parou seus planos por aí. O passo seguinte será o lançamento de um EP, uma forma encontrada por ela de trabalhar um pouco mais suas canções autorais.

Não existem voos rasos quando se trata de Katha. A performer pretende preencher sua agenda cada vez mais com shows, além de ter planos concretos de se mudar para a “selva de pedra” que é a capital paulista, onde enxerga haver mais oportunidades para expandir seu trabalho.

CONTINUE

Por fim, Katha Maathai tem um conselho que vai muito além apenas dos que são consumidos pela arte e anseiam em viver dela. As palavras de Katha, mal sabe ela, transpassam a todos, todas e todes e servem de verdadeira inspiração e força.

“Sobre um conselho que eu daria para as pessoas é: continue! Continue seguindo seus sonhos. Será muito difícil no início e para cada pessoa há uma forma e um momento de crescer. Não se compare com as outras pessoas, o processo nunca será o mesmo. Você não irá acompanhar o caminho de alguém ou alguém irá acompanhar o seu caminho. O crescimento é algo pessoal. Faça por você e faça o que você goste que, com certeza, você chegará em algum lugar. Jamais desista! Quando você persiste, e eu estou tendo a prova disso hoje, você consegue alcançar sim! Deixe que as pessoas falem, elas vão falar. Muitas gostarão de você, outras não. E quando você começa a incomodar, também é um sinal de que você está fazendo diferença de alguma forma, então continue! Continue! Continue!”, aconselha a artista. 

*O Queen Stars Brasil está disponível para os assinantes da HBO Max 


** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia