JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 16 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Raiane Duarte PARALELO MERIDIANO 06/05/2021


Continua depois da publicidade


E se essa fosse a última mensagem recebida? Análise sobre despedidas

É inegável que estamos vivendo um momento de perdas coletivas. O cenário causado pela pandemia é de luto, de morte em massa. Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela Universidade de Brasília (UnB) e pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD) aponta que, no Brasil, 86% da população conhece pelo menos uma pessoa que morreu em consequência da Covid-19, podendo ser um membro da família (17%), amigo (22%), ou uma pessoa não tão próxima (63%). 
 
Sendo assim, fica difícil não pensar sobre a morte e sentir medo de perder alguém, afinal qualquer momento pode ser um dos últimos. Nesta terça-feira (04), por exemplo, o Brasil perdeu o humorista Paulo Gustavo, artista imenso, responsável por levar risadas aos nossos lares. 
 
Pensando sobre isso, a coluna traz para discussão o livro “Últimas mensagens recebidas” de Emily Trunko, obra escrita fora da pandemia, mas que elenca uma série emocionante de últimas mensagens enviadas, seja antes da morte ou do fim de uma relação.  As despedidas virtuais geram uma reflexão: E se essa fosse a última mensagem recebida?



Continua depois da publicidade


 
Confira a análise: 
 

A coluna Paralelo Meridiano é publicada às quintas-feiras, já se inscreva no canal do Youtube também, para não perder nenhum dos vídeos. Mais conteúdo disponível no Instagram @paralelo.meridiano!

 

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia