JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 22 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Luiz Henrique Cruvinel NO CONTROLE 18/04/2022



RMR das Américas: a ascensão brasileira e o declínio norte-americano

“É tudo Brasil?”. Das 16 equipes que buscavam uma vaga para o PGL Antwerp Major no Regional Major Ranking AM, nove eram do Brasil, contra apenas cinco estadunidenses. Em que pese o servidor norte-americano ter sofrido bastante com a migração de jogadores para o Valorant, é inegável que o Brasil busca, mais do que nunca, a posição de mandante nas Américas.

FURIA (4-0), MiBR (3-1) e Imperial (3-1) consolidaram o favoritismo e levaram três das seis vagas, enquanto Liquid (3-1) e COL (3-1) foram os representantes classificados do NA – que fique registrada a retomada incrível da 9z (3-2), argentina/uruguaia, que levou o 6º lugar.


Line-up da FURIA com Kscerato, drop, tacitus, saffee, arT e yuurih (Foto/PGL)

Além da superioridade numérica, foi possível observar equipes brasileiras totalmente competitivas e preparadas. Case (2-3) e São Caetano (2-3), como os projetos mais novos, cravaram boas séries contra os principais concorrentes e mostraram que a bala não é o problema.

FORÇA

Isurus (1-3) e TeamOne (1-3) amargaram duras derrotas contra os favoritos, mas apresentaram um jogo coletivo extremamente decente. Apesar da atuação magnífica de Maluk3 no mapa decisivo da T1, senti falta de uma faísca na estrela de algum dos jogadores…


TeamOne tentou, mas não conseguiu a classificação (Foto/PGL)

FRAQUEZA

A 00 Nation (1-3) talvez tenha sido a principal candidata brasileira que não conseguiu alcançar todo o potencial durante o torneio. Depois de uma vitória massacrante em cima da Liquid no primeiro jogo, por 16-8, a equipe comandada por coldzera sufocou contra a COL e a EG. Com o desempenho de 2-1, o time ainda jogou a vida contra a empolgada 9z, mas sem sucesso.

Fica claro o potencial magnífico da 00, isso é inegável. Try, malbsmd e leo_drk é um trio de inveja, mas foi possível sentir uma falta de entrosamento ainda, como se as peças ainda não estivessem encaixadas corretamente. Quando o quebra-cabeça se formar, poderemos estar diante de um dos times mais perigosos do mundo.


Agora IGL, coldzera tem um ótimo elenco nas mãos (Foto/PGL)




Continua depois da publicidade


NA PONTA DO MOUSE

Ah, paiN (3-2)… tão perto! Os tradicionais devem ter saído com a cabeça erguida depois desse RMR. Não é para menos! Vitória contra a EG no primeiro jogo e uma derrota apertadíssima para a MiBR no segundo já carimbaram a expressão e a condição poderosa da equipe da paiN. A saída de saffee parece ter sido bem resolvida com a chegada de nython, que, inclusive, foi alvo de inúmeros elogios pelas equipes de transmissão.

NEKIZ deu as caras e carregou o piano em diversos momentos. Na humilde opinião do colunista, o melhor jogador da equipe desde a saída de saffee.

Mas nada disso foi suficiente. As derrotas para MiBR e Liquid deixaram a paiN na desconfortável situação de 1-2. Vitórias imponentes contra TeamOne e Case deixaram o sonho vivo, mas no desempate, na última partida para decidir o último classificado, os brasileiros bateram de frente com o trem desgovernado da 9z… fora do Major, agora é hora da paiN botar a cabeça no lugar e dar mais tempo a um trabalho nitidamente positivo.


Rato feliz foi o manager da paiN durante o RMR (Foto/PGL)

DEFINIÇÕES

No final do RMR, duas coisas ficam claras: os brasileiros estão pedindo passagem a todo o vapor e o servidor norte-americano precisa de uma repaginada completa. O domínio brazuca é uma realidade, e já começou a incomodar.

Expectativas para o Major Antwerp continuam altíssimas. FURIA, Imperial e MiBR mostraram que estão preparados e empolgados para os desafios no maior campeonato do mundo, além de alçarem a bandeira verde e amarela em todos os cantos do globo. Ótimos jogadores, equipe técnica de primeira e muita, muita torcida. Vamos por mais!


Jogadores da mibr cumprimentam FalleN e fer após vitória contra a Imperial (Foto/PGL)

O PGL Antwerp Major acontece dos dias 9 a 22 de maio, na cidade de Antwerp, Bélgica. O vencedor leva, além da glória eterna, US$ 1 milhão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia