JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 23 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Kátia Santiago Ribeiro KÁTIA SANTIAGO RIBEIRO 20/02/2022



Fonoaudiologia X Câncer Cabeça e Pescoço

Vamos falar de uma doença que tem sido cada dia mais frequente na Clínica Fonoaudiológica.

O Câncer Cabeça e Pescoço, juntamente com seu tratamento podem causar alterações tanto na fala, quanto na deglutição, podendo afetar a qualidade de vida do paciente.

Os sinais e sintomas podem vir acompanhados de alguma alterações ou sintomas ,como também vir de forma silenciosa.

Alguns dos sinais/sintomas são: alterações na voz ou rouquidão, dificuldade/ dor ao engolir,dor de garganta que nao melhora ,aparecimento de feridas/manchas que não cicatrizam ,inchaço na mandíbula, hemorragias na cavidade Oral, dor no pescoço dentre outros. Durante a Radioterapia muitos pacientes experimentam algum grau de toxicidade, de acordo com a área irradiada, as glândulas salivares podem sofrer com sua radiossensibilidade e vir a desenvolver Xerostomia (redução na produção de saliva) ou Sialorréia (produção excessiva de saliva).




Continua depois da publicidade


A procura por um atendimento Fonoaudiológico é consequência de alguma alteração pós-cirurgia ou no tratamento. A gravidade das alterações pós tratamento, dependem da localização do tumor e o tratamento específico da região afetada. Complicações decorrentes de cirurgias extensas e quimioterapia ,radioterapia para tratar paciente com câncer de cabeça e pescoço podem afetar a capacidade de engolir alimentos e líquidos,podendo apresentar riscos de aspiração até mesmo da saliva, dificuldade de mastigação e problemas na fala. Assim o Fonoaudiólogo pode acompanhar o paciente nos primeiros meses pós tratamento.

A Reabilitação da Fala e Deglutição depende da inclusão de uma avaliação Fonoaudiológica e um planejamento e execução de exercícios fonoterapêuticos.

Para um tratamento eficaz e seguro e importante ao paciente , que procure um Fonoaudiólogo com Formação específica e experiência na área de Reabilitação Oncológica. 

Katia Santiago Ribeiro
Crfa 5372-MG

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia