JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 15 de maio de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Renato Abrão RENATO ABRÃO 23/08/2020


Continua depois da publicidade


O que comemos pode influenciar no aparecimento do câncer de mama?

Bom dia, leitores do Jornal da Manhã!

O tema que vamos abordar hoje é dieta e câncer de mama. A dieta rica em açúcar aumenta o aparecimento do câncer de mama? Existem alimentos que reduzem radicais livres e por consequência reduz-se o risco de desenvolver câncer de mama? Para responder a esta pergunta, convidei a Dra. Adriana Treme, médica com atuação na área de nutrologia e medicina integrativa, para falar sobre o assunto.

Bom dia, leitores do Jornal da Manhã! É um prazer imenso poder falar sobre um assunto tão relevante como a influência de hábitos alimentares e o risco de câncer de mama. É fato confirmado que o alto consumo de açúcares e carboidratos refinados aumenta a chance do surgimento do câncer de mama! Acredita-se que 35% de todos os tipos de cânceres ocorram em decorrência de dietas ricas nesses tipos de alimentos. Quando existe uma alta ingesta de açúcar, o organismo produz uma substância conhecida como “fator semelhante a insulina”. Este, por sua vez, acelera o metabolismo das células e desencadeia mutações, tornando-as cancerígenas. Quanto maior a taxa sanguínea de açúcar e insulina (hormônio responsável por colocar o açúcar dentro da célula), maior será o processo inflamatório a nível celular e, dessa forma, maior o risco de desenvolvimento de qualquer tipo de câncer. Por isso, indica-se cada vez mais as dietas com baixo consumo de açúcares e carboidratos refinados conhecidas como: lowcarb ou cetogênica, quando o objetivo é prevenir um evento inicial ocasionado pelo câncer ou sua recorrência.

Quanto a alimentos que podem servir como protetores contra o câncer de mama, não podemos atribuir a nenhum alimento específico o poder da cura. A alimentação saudável deve ser variada e composta por diferentes tipos de alimentos protetores como frutas, legumes, feijões e outras leguminosas, cereais integrais, castanhas e oleaginosas. Existem evidências claras que uma alimentação saudável auxilia na prevenção e no tratamento do câncer de mama.




Continua depois da publicidade


A recomendação é consumir no mínimo 400g por dia de vegetais, divididos em porções de frutas e porções de legumes sem amido (como cenoura, couve-flor, berinjela e tomate) e verduras. Quanto mais cores tiver no seu prato, mais saudável será sua refeição.

Espero que eu tenha ajudado, foi um prazer participar da coluna de mitos e verdades sobre câncer do Dr. Renato Abrão, e estou sempre à disposição.

Obrigado Adriana, mais um assunto resolvido com excelência.

Bom domingo a todos!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia