JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 05 de abril de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Raquel Ribeiro #FICADICA 15/03/2020

 TÔ DE GRAÇA

O Multishow já está gravando a quarta temporada de “Tô de Graça”. Que agora já tem data marcada para a estreia, anota ai, dia 15 de junho, em dose dupla. Dois episódios inéditos para o publico matar a saudade e morrer de rir. Na nova leva de episódios, a catadora de latas Graça (Rodrigo Sant’Anna) decide licenciar franquias do seu ramo para conseguir sustentar a família, que ganha mais um membro: Shubakira, sua 14ª filha e ainda terá um piscinão na comunidade e quem quiser conhece-lo terá que pagar à Graça. A nova temporada terá 30 novos episódios transmitidos pelo Multishow a partir de junho, save the date!
 
 
OUTRA VEZ
Como é bom redescobrir e descobrir músicas que tocam o coração e dão sentido à vida, e as várias histórias que protagonizamos ou presenciamos. A tempos venho colecionando algumas canções como “Outra Vez”. A música é muito conhecida na voz de Roberto Carlos, mas foi composta por Isolda Bourdot e é na voz de Oswaldo Montenegro que ela completa uma das playlists mais especiais do meu Spotify, e claro, não sai dos meus ouvidos. “Outra Vez” embora pareça falar sobre o fim de um relacionamento amoroso, na verdade foi composta por Isolda, aos 20 anos, para seu irmão, o cantor e também compositor Milton Carlos, que morreu em um acidente de carro, com apenas 22 anos, em 1976. Milton Carlos era seu parceiro e essa canção foi a primeira em que fez sozinha letra e música em 1977. Para a compositora uma linda homenagem ao seu companheiro de vida, para os apaixonados um prato cheio e repleto de significados retrata as marcas de um grande amor que nunca será esquecido e para os corações apaixonados, resistentes e esperançosos uma letra carregada de significados de um amor que ainda será vivido e revivido outra vez por quanto tempo se permitir e existir. Uma canção que vale a pena ouvir, descobrir e redescobrir. 
 
 
SEM DATA MARCADA
Para quem estava contando as horas para o início da temporada de Fórmula 01, o Corona deu um show. Com o parquinho montado, movimentação intenção na Austrália, um caso de contaminação confirmado na Mc Laren, desistência do time em participar da prova e muita pressão das equipes, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo não teve para onde correr, cancelou a estreia da temporada de F1 2020 e antes mesmo que o parquinho fosse montado no Bahrein, a FIA suspendeu as corridas no Bahrein e no Vietnã e ainda deixou em dúvida sobre a realização das provas na Holanda e na Espanha, ao anunciar que as férias podem ser esticadas até o final do mês de maio devido ao forte aumento nos casdos de Covid-19 na Europa nos últimos dias. Mas, como ninguém tem certeza de nada, obviamente que a FIA e a Liberty Media, grupo que detém a F1 não definiram a nova data de início do campeonato, até ver onde o mundo vai parar com o Corona. 
 
 
 
AUTOMOTOR ESPORTE 
Falando neste universo, uma coisa boa e superinteressante para quem ama velocidade e quer se distrair enquanto a próxima temporada da F1 não começa, que tal dar uma boa folheada no 28ª Anuário AutoMotor Esporte. A edição está imperdível com detalhes das corridas, fotos e textos escritos por Reginaldo Leme. Além de tudo que rolou na última temporada, uma homenagem a Niki Lauda, o tricampeão Mundial de Fórmula 1 que morreu em maio do ano passado. O anuário acaba de sair do forno, e teve uma festa de lançamento no último dia 10 de março em São Paulo no Showroom da Maior e Melhor Blindadora do Brasil a BSS. Por lá uma festa linda, cheia de gente bonita e apaixonada por velocidade deram início as vendas da publicação.
 
 
IMPERDÍVEL
Pensa numa delícia de lugar, triplica! O resultado é o SEEN. O badalado restaurante fica no 23º andar do luxuoso hotel Tivoli Mofarrej e tem uma vista MaraviDeusa da cidade de São Paulo. A cozinha fica sob o comando do chef William Ribeiro. Um parêntese para a Barriga de Leitão à Pururuca com maionese de Batata doce, que é de dar água na boca e fazer qualquer um perder o juízo. Além da vista e do menu sensacional, um bar, um sushi bar e uma carta de saquês super especial dão o tom ao lugar que é realmente parada obrigatória em São Paulo. O restaurante tem assinatura do chefpreneur Olivier da Costa, franco-português responsável por diversas casas badaladas em Portugal.
 
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia