JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 15 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Raquel Ribeiro #FICADICA 29/09/2019

APROVEITANDO O QUE O CALOR TEM DE MELHOR
Embora nesses dias o clima esteja um pouco mais fresco, não há dúvidas de que no verão deste ano será um calorão infernal. E eu te pergunto, adianta o que ficar reclamando? Que tal deixar a reclamação de lado e aproveitar o que o calorão tem de bom para nos oferecer? Para os pessimistas de plantão, já adianto: existe, sim, muita coisa bacana que o calor, o sol e o verão nos proporciona. Quer ver só? Mais cervejinhas e chope com os amigos, mais bronze e cor na sua vida, mais esportes ao ar livre, mais piscininha, amor! Mais frutas, saladas e o bom e velho sorvetinho. Isso sem contar com as roupas mais despojadas, frescas e confortáveis, que têm passe livre tanto para os dias de relax e passeio quanto para os dias exaustivos de trabalho.

SINGAPURA FOI DE VETTEL E HOJE?
Não teve para ninguém. Não teve nem para Hamilton, nem para Leclerc, muito menos para Verstappen ou para Bottas; o dia foi de Vettel quebrar seu jejum. Desde o GP da Bélgica de 2018, o piloto não ganhava uma corrida. Isso sem contar com a punição do Canadá deste ano. A vitória em Singapura deu uma levantada na moral do piloto, que andava caidinha, caidinha. Vettel completou 53 vitórias e com Leclerc fez a primeira dobradinha de Singapura. O pódio ficou todo vermelhinho e só no terceiro lugar deu uma azulada, com o meu atrevidinho favorito, Max Verstappen! Mas e o Meu Sortudo favorito? Hamilton ficou em quarto lugar, seguido de Bottas, em quinto. Portanto, neste pódio a Mercedes não subiu. E não subiu porque faltou sangue frio. A espera pelo safety car foi pouca. Um jogo em que a Mercedes teve pressa e comeu cru. Mas na vida é assim mesmo, quem não arrisca não petisca, mas às vezes pode também não levar.

DO MEIO PARA BAIXO
É bacana ver, não só nesta corrida, como durante todo o campeonato, as disputas da galera do meio e do fundão. Em Singapura, em especial, as disputas do pessoal do meio e do fundão fizeram a minha alegria. Lance Stroll, que terminou em décimo primeiro, fez uma ultrapassagem linda em cima de Magnussen, e a embolada de Grosjean, Sainz e Riccardo também foi bem gostosa de ver. Esses meninos também fazem a coisa ficar bem interessante; eu adoro os peguinhas dessa galera. Hoje tem GP da Rússia. Todo mundo ligadinho para ver quem é que vai levar essa. Lembrando que da Rússia vamos para o Japão, do Japão para o México, do México para os Estados Unidos e dos EUA finalmente para o Brasil!

GP BRASIL
Estamos a menos de 50 dias do Grande Prêmio do Brasil, Ueba! Por acaso, você ainda não comprou seu ingresso porque está na maior dúvida? Entre tantas opções, só de arquibancadas são seis com localizações e preços diferentes; áreas vips temos três opções, também, com localização e preços diferentes. Os ingressos estão à venda pelo site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br/ingressos. Se você ainda não comprou, a hora é agora. O campeonato tem líder absoluto, mas as corridas têm sido cada vez mais eletrizantes, com resultados surpreendentes. E se você tem dúvida de como escolher o melhor lugar, aí vão algumas dicas e uma coisa posso garantir: é inesquecível e imperdível. Portanto, procure se apressar para garantir já o seu ingresso.

O MELHOR LUGAR
Para quem nunca foi, eu recomendo o setor A. Nunca fui tão feliz em uma escolha como quando escolhi esse setor no ano passado. A visibilidade é boa, você pega um pedaço considerável de reta, vê meio que de longe, mas consegue acompanhar a entrada dos boxes, vê bem de longe a virada para o S do Senna, tem telão e ainda vê as curvas Laranjinha, Pinheirinho e Bico de Pato. Está certo que não é coberto, mas tem um montão de árvores que ajudam bastante. Agora, o melhor do setor A é a Turma do Portão A. Um povo unido, alegre e fanático, fominha por velocidade, um amor e cheio de histórias para contar. Para os que querem gastar um pouco mais, os setores M e R são superinteressantes. No M a arquibancada é coberta e fica bem de frente para os boxes; pega a tomada do S do Senna e os assentos são individuais. O Setor R é coberto também e garante um friozinho maior na barriga para aqueles que já se cansaram de ver o trabalho das equipes no M. O R está na área de maior aceleração do circuito, com ampla visão do S do Senna e a saída dos boxes; é o lado oposto do setor A. E, então, já se decidiu? Cada setor tem seu atrativo. Particularmente, prefiro ver o circo pegar fogo de longe ou pelo telão do que deixar de aproveitar o melhor do grande prêmio do Brasil. Não há visão privilegiada que pague o encontro com animada turma do portão A.

STOCK TEM NOVO LÍDER
Em algum lugar já ouvi dizer que temos que ser imparciais. Eu até tento, mas quando se trata de Serra, eu não consigo. Portanto, informo a você, leitor #ficadica, que, infelizmente, o Campeonato deste ano da Stock tem novo líder. Os lindos olhos de Ricardinho que me desculpem, ele é, sim, um querido, talentoso, mas não é novidade para ninguém que sou Serra Futebol Clube. Não só por Daniel, mas pelo conjunto da obra. Diante de um bom público e debaixo de um sol forte, Felipe Fraga ganhou a primeira corrida e Rubens Barrichello, a segunda. Os dois foram os vencedores da oitava etapa da temporada, no Velopark. Mas foi Ricardo Maurício quem saiu do Rio Grande do Sul rindo à-toa e na liderança da tabela de pontos. Ricardinho, que somou dois terceiros lugares no Velopark, contra um nono e um sexto do companheiro Daniel Serra, passou pela primeira vez este ano à frente do companheiro de equipe Daniel Serra, que vinha liderando a tabela desde o começo do ano. Quem também se destacou foi Thiago Camilo, que ficou em quarto lugar nas duas corridas e se aproximou mais dos líderes, ocupando a terceira posição na tabela geral. Portanto, temos, agora, Ricardo Maurício em primeiro, com 245 pontos; na sequência, Daniel Serra, com 239; Thiago Camilo, com 221, e Rubens Barrichello, com 206 pontos. A Stock tem encontro marcado no dia 20 de outubro, em Cascavel, no Autódromo Zilmar Beux, onde a turma promete fogo no parquinho e, quem sabe, mudanças ou consolidação na liderança do campeonato. É esperar para ver.

BRONZE NA LAJE
E por falar em bronze e cor, que tal se render à marquinha do verão. Para você, que morre de vontade, tem curiosidade, mas nunca teve coragem, eu recomendo. O bronze na laje é o que há! O negócio, se feito em um lugar sério, com profissionais capacitados e bem preparados, é um sucesso só. Você garante sua marquinha, fica com a cor em dia e ainda com a pele perfeitamente hidratada e cuidada. Não tem segredo. O negócio é sol, hidratação, produtos adequados, horários e técnicas de bronze para que você arrase na marquinha. Conheço, recomendo e não deixo de ir ao Espaço Bella Bronze. Lá é o lugar para quem quer pegar aquela cor, sem se esturricar ou prejudicar a pele, e ficar com o bronze em dia para o verão.

UM DIA EU IREI...
Quem aí tem uma lista de lugares que deseja conhecer antes de partir desta para uma melhor? Eu tenho a minha e ela não é pequena. É bem verdade que ela não é nada convencional, pouco ligada em points da moda. Meu negócio são lugares que vão me oferecer vistas inesquecíveis e contato com as belezas naturais deste mundão de meu Deus. Se você não tem, eu recomendo. Faça! Parece que, quando escrevemos, fica mais fácil de concretizar e isso sem contar que você pode ir anotando os lugares, restaurantes, bares e hotéis que descobre ao longo do tempo e pode visitar quando estiver no seu destino dos sonhos. Começo hoje a compartilhar com você alguns dos destinos que um dia pretendo visitar. Quem sabe você também não resolve passear por lá. Em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, por exemplo, temos: Lagoa da Água Milagrosa, no Pantanal de Cáceres, onde a pescaria e algumas cachoeiras fazem as vezes do lugar. Por lá ainda não tenho um hotel que gostaria de me hospedar, mas em Bonito tem o Hotel Santa Esmeralda, que é um charme só. Na Chapada dos Guimarães tem a Pousada do Parque e no Pantanal, a Pousada Araras Eco Lodge. Cada um desses destinos vale a pena dar um Google; todos eles têm ótimas acomodações e paisagens incríveis, sem contar as comidinhas feitas no fogão à lenha e, possivelmente, preparadas na banha de porco.

ESTÁ NA MINHA LISTA
Como não dá para falar de todos os destinos que me esperam em Mato Grosso, resolvi comentar sobre um lugar que parece ser o pedacinho do céu. Acredito que com no mínimo quatro noites na Pousada Araras Eco Lodge já serei hiperfeliz. As belezas naturais do lugar são fenomenais. Pacotes, claro que eles têm, mas também é claro que eu dispenso. Quero mesmo é fazer o meu roteiro, baseado no dos pacotes é claro. Mas nesse lugar tem redes preguiçosas para deitar, comidinhas gostosas para apreciar, trilhas ao ar livre, torre de observação de um nascer e um pôr do sol inesquecíveis, sem contar as cavalgadas e pescaria. Por lá ainda tem fogueira à luz do luar e piscininha, amor! Merece muito um roteiro livre de compromissos pré-estabelecidos com horários e lugares determinados em grandes grupos. Agora me diz: é ou não é para entrar para a lista de lugares que não podemos deixar de conhecer antes de morrer? #euvou e você?

QUEM SABE...
“Alguém tem que ceder”. Um filme antigo, de 2003, ao qual só assisti recentemente por acaso do acaso. Mas não é porque é um filme lançado há 16 anos que não mereça ser compartilhado. Tudo acontece quando Harry lindo Sanborn, um solteirão convicto, já mais aeradinho, digamos assim, que nunca se casou e só namora novinhas, resolve passar o fim de semana na casa de praia de sua baby girl Marin. O que os dois não esperavam é que a mãe da garota, a Dramaturga Erica Barry, também pretendia passar o fim de semana por lá. Machista de marca maior, Harry consegue em um só fim de semana terminar seu relacionamento com sua baby girl, ter um ataque cardíaco, apaixonar-se por Erica, mãe da sua ex-namorada; negar essa paixão em nome das suas velhas convicções e, com isso, sofrer mais que a Maria do Bairro, com a ausência de sua verdadeira paixão, porém, preso às suas crenças. Ao longo da trama, ele vai virar chacota nacional por se tornar o personagem principal da mais nova peça de sucesso de sua amada. Vê o sucesso de Erica com seu romance malsucedido e, ainda, quase perder Erica – a mulher que, por mais que ele tente, nunca sai da sua cabeça – para um novinho de plantão. Um filme e tanto pelo qual é claro que me apaixonei. E, como tenho uma criativa e lunática cabecinha, já comecei a rascunhar uma linda e atrapalhada história de amor, que quem sabe eu consiga fazê-la sair das primeiras páginas já escritas e virar um folhetim?

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia