JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 17 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Raquel Ribeiro #FICADICA 21/07/2019

GRIPE

O inverno está chegando e com ele as gripes e resfriados. Para garantir a sua saúde e a da sua família conte com a melhor equipe de Uberaba e região quando o assunto é vacinação. A Vacinar tem um time de profissionais que faz a diferença na hora da vacinação. E para a campanha contra a gripe deste ano, o time Vacinar está a postos com os dois tipos de vacina. A Tetravalente, que garante a prevenção contra quatro tipos de vírus, e a Trivalente, que previne contra três tipos de vírus. Procure uma das unidades Vacinar mais próximas de você. Em Uberaba, em dois endereços: avenida Santos Dumont, 644, e avenida Guilherme Ferreira, 767. Para dúvidas e atendimento domiciliar, ligue 3316-3700 ou via WhatsApp 9 9652-3700. Não deixe para depois; a imunização é a melhor prevenção.

AGORA SIM O CAMPEONATO DESPERTOU
Antes tarde do que nunca! Acredito que esta seja a frase perfeita para definir o campeonato de F1 deste ano. Silverstone foi sensacional. E foi realmente tão sensacional que, quando alguém me perguntou como ficou a corrida, a última coisa que queria contar era o resultado final. Quis contar como foi a disputa entre Hamilton e Bottas. Isso sem falar nos agora “eternos rivais” Charles Leclerc e Max Verstappen e, como se não bastasse a disputa acirrada entre os dois, Verstappen e Sebastian Vettel também contribuíram para o friozinho na barriga que infelizmente terminou com uma batida entre os dois. Uma corrida para ninguém botar defeito, onde o resultado final, sinceramente, foi o que menos deu emoção de noticiar, visto que, mais uma vez, e diga-se de passagem, brilhantemente Lewis Hamilton chegou em primeiro e Bottas em segundo. Mas desta vez Hamilton superou as expectativas, o meu sortudo favorito foi brilhante! Na última volta, ele passou Bottas e assumiu o seu lugar no topo do pódio. Quem ficou com o terceiro lugar foi Leclerc, que, novamente, foi prejudicado pela Ferrari, tanto no início da corrida ao largar com composto macio, como em uma de suas trocas de pneus. O garoto, desta vez, só chegou em terceiro graças ao erro de seu companheiro de equipe Sebatian Vettel, que tirou Verstappen do caminho. Se não fosse a batida entre Vettel e Verstappen, o “Meu atrevidinho favorito” teria chegado em terceiro lugar, deixando a Ferrari comer poeira. Assim como, se não fosse a rodada do piloto da Alfa Romeu, Antonio Giovinazzi, que  perdeu o controle do seu possante, rodou, parou na caixa de brita e obrigou a direção de prova a acionar o safety car, Hamilton não teria tido a ajudinha que teve. Foi graças ao safety car que Hamilton fez seu único pit stop, sob a bandeira amarela na pista, e conseguiu alcançar o topo do pódio. Ou seja, uma corrida para ninguém botar defeito, bem na corda bamba, do jeito que eu A-D-O-R-O, repleta de pegas e com intercorrências que mudam completamente o curso das coisas. Fazem pilotos e equipes sambarem com o parquinho completamente incendiado. Que esta semana passe voando e que o GP da Alemanha seja exatamente assim, imprevisível e extremamente excitante.

DEU O QUE FALAR
Não é que a minha forma criativa de eleger o melhor piloto do mundo deu o que falar? Não foi uma nem duas manifestações; esta semana o negócio teve quente e os leitores ficaram com os dedinhos nervosos para se manifestarem. E eu? Fui ao delírio! Sinal de que, assim como eu, você, que está aí do outro lado, quer ver o circo pegar fogo. Na nota disse que, se alguém quisesse acrescentar mais algum piloto, eu não me oporia. Então, para não contrariar ninguém e, também, não deixar nenhum coleguinha de fora desta disputa criativa, para não dizer lunática, pouco provável e insana, que tal dar uma chance a todos os pilotos da categoria? Seria realmente um must! Agora, retomemos o juízo, vamos parar de sonhar e vamos voltar para a órbita terrestre. Vamos nos divertir com o campeonato que temos? Agora, o negócio está animado; a última corrida foi extremamente excitante e cheia de adrenalina, mesmo que do meio para o final. O parquinho está divertido; nunca é tarde para dar o play na brincadeira. Vamos aguardar o nosso playground ser aberto na próxima semana na Alemanha, enquanto seu lobo não vem. Que tal curtir a stock car? Naquele parque os brinquedos são menos velozes, é verdade, mas a brincadeira sempre pega fogo e as disputas são de tirar o fôlego. Hoje tem a etapa de Santa Cruz do Sul, terminando sua leitura. Vale grudar os olhinhos na TV e acompanhar mais uma etapa eletrizante da Stock. 

E O MEU DESEJO É...
Sem sombra de dúvida, um dos meus maiores desejos para a Fórmula 1 este ano é que o parquinho permaneça em chamas até o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. O GP Brasil é, sem dúvida, um máximo e este ano acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de novembro, em São Paulo, no autódromo de Interlagos. Os ingressos já estão sendo comercializados no site oficial do evento: gpbrasil.com.br. Tem para todos os gostos e bolsos. O melhor é que os ingressos podem ser parcelados em até cinco vezes no cartão de crédito. Quem ainda não foi assistir a uma corrida de Fórmula 1 não pode perder esta oportunidade; é uma experiência e tanto.

NO CANTEIRO DAS HORTALIÇAS
É gostoso demais poder comer uma alface com gosto real de alface e isso, minha gente, é fácil, fácil. Se você tem um espaço um pouco maior em casa, é só plantar! Um canteiro de 1 metro quadrado é uma excelente solução para garantir uma horta orgânica em pequenos jardins. Com o solo devidamente preparado, dá para plantar diferentes espécies de hortaliças no espaço. Sugiro que você o divida em quatro partes iguais. Em cada uma delas, escolha suas hortaliças favoritas e mãos à terra! Regue o canteiro diariamente, se possível de manhã bem cedo ou no final do dia. Não se esqueça de dar uma adubada no canteiro mais ou menos de 60 em 60 dias. Na hora de plantar, não se esqueça de deixar uma distância entre as mudas e sementes para que a hortaliça possa crescer e se desenvolver.

O ESPAÇO CERTO
Se você é como eu, quer saber exatamente qual o espaço entre uma muda e outra. Quer saber, também, depois de quanto tempo que plantou vai poder colher e comer as suas próprias hortaliças. Pois bem, quando pesquisei, vi que no caso das alfaces, por exemplo, era bom deixar um espaço de 20 cm entre uma muda e outra. Mas, cá entre nós, quem é que vai para a horta com uma trena ou régua? Ninguém, né, minha gente. Portanto, o negócio funciona assim: para a alface e outras folhas, deixe um palmo aberto entre uma muda e outra. No caso do repolho, deixe o triplo desse espaço. É que a planta cresce, abre e depois é que a cabeça se fecha, portanto, ele precisa de muito mais espaço mesmo. Cenoura, rabanete e beterraba, por exemplo, precisam apenas de um palmo fechadinho entre uma e outra muda. Agora, se o negócio for plantar brócolis e couve-flor, é melhor deixar uns dois palmos abertos entre uma muda e outra. Viu, nem precisou da trena. E vai por mim, esses cálculos dão certinho.

TEMPO DE COLHER
Bom, esse é super, hiper, ultrafácil. Alface, por exemplo, em 30 dias após o plantio, você já estará comendo da sua produção. A cenoura demora em média uns 90 dias, no mínimo, para a colheita e quanto mais elas ficarem no solo, maiores elas serão. Já a couve-flor exige tempo médio de mais ou menos 120 dias para a colheita, enquanto o brócolis demora 90 dias. A couve-flor deve ser colhida antes das suas flores desabrocharem. Na semana que vem, chega ao fim nossa sessão mãos à horta, quando falarei sobre a importância da rotação de cultura. Fique de olho no Fica Dica do próximo domingo.

LA CASA DE PAPEL
Não se fala em outra coisa! A terceira temporada de La Casa de Papel está no ar. Oito episódios dão a medida perfeita para a nova etapa que se encontra um tanto quanto mais madura e centrada majoritariamente em seus arcos principais. Durante boa parte dos episódios, tudo está alinhado e o ritmo é sempre instigante, mas, ainda assim, a série se prende muito à urgência da colisão entre os assaltantes e a polícia – elemento este já visto em larga escala anteriormente. Mas, por mais que a repetição do embate entre os dois lados exista, desta vez há uma questão social e política maior. Independentemente de ser uma perseguição entre o lado do governo e o dos assaltantes sem entregar nenhuma mudança drástica, La Casa de Papel não se alonga tanto em alguns assuntos repetitivos para se dedicar a uma nova perspectiva de um plano que poderia ser exatamente igual ao anterior, mas acaba sendo total e completamente diferente. A graça da nova temporada está na abordagem mais realista e brutal do que realmente pode acontecer em um roubo que não se resume apenas no ouro conquistado, mas se firma a partir das escolhas de quem está ao redor dele.

HAKUNA MATATA
Sim! Hakuna Matata é lindo dizer! Há alguns bons anos, eu digo e repito: os seus problemas você deve esquecer, isso é viver, é aprender! Um simples desenho infantil me ensinou, desde muito cedo, a não esquecer completamente os problemas na geladeira para sempre, mas a congelá-los e VIVER. Que seja por alguns minutos sem respirá-los, mas sempre viver, porque os problemas serão uma constante em nossas vidas. E a minha primeira lição de como ser feliz não no final do percurso, mas sim durante a caminhada da vida, eu aprendi com O Rei Leão e seus amigos Timão e Pumba, desde muito cedo. E para a alegria geral da nação e para ensinar esta lição de uma forma muito divertida a esta nova geração ele está de volta. O Rei Leão está em cartaz em todo o Brasil e já levou quase um milhão de pessoas aos cinemas. Em uma nova versão, Simba, um jovem leão cujo destino é se tornar o rei da selva, cai em uma armadilha elaborada por seu tio Scar, que faz com que Mufasa, o atual rei, morra ao tentar salvar o filhote. Consumido pela culpa, Simba deixa o reino rumo a um local distante, onde encontra amigos que o ensinam a ter prazer pela vida. Uma história e tanto para quem sabe o que é ter um amigo. Para quem valoriza uma boa amizade e sobretudo para quem sabe o que é deixar de viver na inércia para realmente aproveitar o caminho e VIVER os pequenos momentos de felicidade que nos são concedidos todos os dias. A você, leitor, de qualquer idade, eu recomendo. Assista e cante, mesmo que no pensamento, Hakuna Matata, porque realmente é lindo dizer e, sim, vai entender!

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia