JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 01 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Gisele Barcelos CHECKLIST MUNDO 15/02/2021


Continua depois da publicidade


Turismo de café oferece roteiros diferentes em Minas e São Paulo

Fazendas apresentam a história de um dos produtos mais consumidos no Brasil

Em decorrência da pandemia, o Carnaval de 2021 será sem foliões, marchinhas e festas, mas isso não impede que os brasileiros aproveitem de maneira segura o período que faz parte da cultura do país. Esse momento de adversidade é, inclusive, um convite a pensar “fora da caixa” e desfrutar de outros destinos e possibilidades que o Brasil oferece (e são muitos!).
Uma das alternativas permite conhecer um pouco mais de um dos produtos mais apreciados no país: o café, estrela de roteiros por fazendas espalhadas pelo território nacional e onde é possível curtir a data com tranquilidade. Há opções que oferecem uma imersão no mundo da bebida, incluindo visitação a lavouras, hospedagem em casarões históricos, degustações especiais e até passeios de balão.

Em Minas Gerais, a Rota do Café Especial abrange um percurso de 35 km que compreende os municípios de Carmo de Minas e São Lourenço. O roteiro permite vivenciar uma experiência única, com visitas a fazendas centenárias, que contam um pouca da história da bebida e como ela é produzida; explicações de guias e paradas em mirantes. O turista também pode desfrutar de um belo passeio de balão e aproveitar a vista privilegiada da região, repleta de plantações de café e fazendas em meio às montanhas da Serra da Mantiqueira.

Outro atrativo imperdível é o banho de café: uma banheira com água sulfurosa e café especial que dá ao visitante, literalmente, um banho com diversos benefícios para a pele e a saúde.

Ao final da tarde, há ainda a chance de contemplar o belo pôr do sol em Carmo de Minas. Com cerca de 1.400 metros de altitude, o local disponibiliza um mirante que é ponto de encontro de fotógrafos e de apaixonados pelo fenômeno natural.

Com a pandemia, houve a adoção de medidas preventivas, as fazendas limitaram grupos de turistas a até seis pessoas e substituíram a van e o micro-ônibus usados em passeios por um veículo menor.




Continua depois da publicidade


No interior de São Paulo, o município de Itapira abriga a Fazenda Águas Claras, datada de 1870 e que serviu de lar para imigrantes italianos que vieram trabalhar com a produção de café na época. O local proporciona ao visitante vivenciar a fabricação do produto, além de se hospedar em acomodações de estilo colonial e aproveitar várias opções de lazer.

Adaptada ao turismo rural, a antiga Casa Sede foi cuidadosamente restaurada, preservando as características originais. A rusticidade das madeiras nobres aparentes e os altos-relevos das portas e janelas transmitem a sensação de estar em um casarão histórico.

Outro destino ligado à história do Café no Brasil é o Vale do Paraíba, no Sul do estado do Rio de Janeiro. A região abrigou o Vale do Café, onde o grão foi a principal fonte de renda no Século XIX e garantiu ao Brasil a liderança na produção e exportação do produto à época.

Atualmente, é possível agendar visitas e se aprofundar na história e na cultura cafeeira. Integram o Vale os municípios de Vassouras, Valença, Rio das Flores, Barra do Piraí, Piraí, Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Paty do Alferes, Miguel Pereira, Paraíba do Sul e alguns distritos, como Ipiabas e Conservatória, que pertencem a Barra do Piraí e a Valença.

A Fazenda Vista Alegre, localizada em Valença, é uma das mais importantes do século XIX e já foi cenário de novela, com sua arquitetura impressionante. O local realiza visitas históricas que incluem lanche e almoço, além oferecer hospedagem para grupos.

*Gisele Barcelos é uma jornalista viajante, apaixonada por pesquisar novos destinos e montar roteiros para aventuras pelo mundo afora. Além do conteúdo para o portal do Jornal da Manhã, é autora do blog Checklist Mundo e do instagram Checklist Mundo, onde compartilha dicas para ajudar todo mundo a viajar mais e melhor.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia