JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 19 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Gisele Barcelos CHECKLIST MUNDO 27/05/2019

 

Quando o assunto é viagem a nossa tendência é  sempre pensar na alegria de descansar da rotina e conhecer um novo lugar, mas peço licença na coluna de hoje para olhar além de indicações de destinos perfeitos para curtir o feriado ou dos sorrisos nas fotos de férias. 

Na última semana, a morte de um grupo de turistas brasileiros no Chile chocou o país e, mais que uma caça ao culpado pela tragédia, o fato precisa acender um alerta sobre o cuidado com segurança em nossas viagens. Os viajantes foram encontrados mortos em um apartamento alugado pelo AirBnB, por suspeita de vazamento de gás no imóvel que estava há 15 anos sem vistoria.   Longe de mim questionar as vantagens do AirBnB. Sou uma das defensoras da plataforma e sei o quanto contribui para o bolso do viajante. Entretanto, assim como qualquer outro serviço contratado, exige atenção e, muitas vezes, a empolgação com os passeios, as novas experiências e as paisagens do destino acabando tomando nosso foco. Porém, precisamos incluir no planejamento ações para prevenir ou, pelo menos, minimizar riscos. Por isso, reuni abaixo cinco medidas para ajudar a viajar de forma mais segura e fugir de eventuais perrengues.

1 - Não contrate apenas pelo menor preço

Na busca por economia, o fator preço geralmente influencia grande parte das nossas decisões. Não só em relação a hospedagem, mas também para a contratação de passeios. Pechinchas apelam ao nosso bolso, porém é preciso cautela. Por exemplo, será que aquela empresa vendendo um passeio de lancha a preço de banana oferece colete salva-vidas e está com os barcos em boas condições? Sempre pesquise por referências antes de contratar qualquer serviço de viagem.

2 - Não confie em fotos de divulgação

As fotos de divulgação tanto de hotéis quanto de empresas de passeios nem sempre são confiáveis. Edições profissionais podem mascarar um quarto de hotel velho e mal cuidado, assim como bancos de imagem podem dar uma visão ilusória sobre um pacote de excursão. Então, use a internet a seu favor e veja as informações reais divulgadas por outros viajantes. Um site chamado TripAdvisor ajuda bastante nesse processo, pois reúne fotos tiradas por viajantes e avaliações sobre passeios, hospedagem, restaurantes e agências de diversos lugares do Brasil e do mundo. No caso do AirBnB, sempre leia os comentários de hóspedes anteriores e pese bem as críticas feitas. 

3 - Pergunte!

Apareceram dúvidas? Uma boa pedida é entrar em contato direto com a empresa ou dono da propriedade. Com a tecnologia, além do telefone, podemos contar com email, chat no Facebook e atendimento via whatsapp. Então, vamos aproveitar esses canais. É também uma boa forma de testar a facilidade, rapidez e a disposição de atendimento caso algo não transcorra conforme o programado. 

4 - Faça bom uso do Google Maps

Uma das minhas maiores preocupações em viagens é se a região onde vou me hospedar e também outra áreas que desejo conhecer são seguras. Então, encontrei no Google Maps um excelente aliado para verificar os endereços. Além da vista aérea das ruas, é possível escolher um local e optar por visualizar as ruas como se estivesse andando por elas. O google já fotografou milhares de cidades inteiras - até Uberaba - então dá para ver se a hospedagem fica num lugar mal encarado, por exemplo, ou avaliar o exterior do prédio para ter uma noção se a construção é muito antiga. 

5 - Vai para fora do Brasil? Contrate um seguro viagem!

Seguro é algo que a gente faz torcendo para não precisar acionar. Sei que muitas vezes a gente até pensa em cortar o seguro para economizar, mas acredite: não compensa. A dor de cabeça que você terá se precisar de atendimento médico fora do Brasil ou se envolver num acidente de carro (e o custo também!) será infinitamente maior do que o valor gasto com a cobertura.  Hoje é possível fazer a cotação e contratar até pela internet. Veja aqui 

*Gisele Barcelos é uma jornalista viajante, que adora pesquisar e montar roteiros para aventuras pelo Brasil e exterior. Além de escrever sobre política no Jornal da Manhã, é autora do blog Checklist Mundo, onde compartilha suas andanças e experiências pelo mundo afora. 

 

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia