JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 29 de julho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Reginaldo Baleia Leite REGINALDO LEITE 03/07/2021


Continua depois da publicidade


GP da Estíria - Em casa

Foto/Oldstar

Neste último final de semana foi realizada a oitava etapa do calendário da F1 2021, denominado GP da Estíria, localizado em Spielberg, Áustria; um dos cenários de maior beleza de todo campeonato. Max Verstappen venceu com bastante tranquilidade

SUPERIOR. Essa foi a 3ª vitória do piloto nesta pista. (2018, 2019 e 2021). As duas anteriores só aconteceram devido a falhas no equipamento dos alemães. Em 2018, aconteceu a falha de pressão de combustível no carro de Hamilton depois de assumir a ponta e liderar por 25 voltas. Em 2019 a alta temperatura no dia afetou o rendimento das flechas de prata. Essa vitória de 2019 só veio depois do holandês empurrar Leclerc para fora nos momentos finais. Primeira vitória da unidade de potência Honda depois de seu retorno à categoria em 2015 com a McLaren.

Já em 2021 foi por mérito próprio, ele venceu com sobras e sem ser ameaçado em momento algum da etapa. Provando que o carro taurino vive sua melhor fase desde 2013.

MORNA. Ao contrário da etapa anterior na França, esse GP austríaco foi sem embates pela ponta, pois no restante houve boas disputas. Perez e Bottas foram bons protagonistas. A Red Bull repetiu a tática usada na França com Max, desta feita com Perez. Porém não funcionou, pois, a equipe demorou a efetuar a troca.

Essa troca de pneus deveria ser realizada pelo menos duas voltas antes. O que daria ao mexicano a chance de assumir o último degrau do pódio. Pararam Perez na volta 54 de um total de 71. Seriam 17 voltas para ultrapassar Bottas num circuito de 4.200 metros. Com Max na França realizaram a troca há 21 voltas do final numa pista com 5.800 metros.




Continua depois da publicidade


DEGRAU. Somente os 4 primeiros colocados completaram 71 voltas. Lando Norris, 5º colocado terminou com 1 volta de desvantagem. De Norris a Giovanzzi, 15º, todos tomaram 1 volta do quarteto dianteiro. Schumacher terminou com 2 voltas e Latifi e Mazepin há 3 voltas dos líderes.

DESTAQUES. Primeiro - Lando Norris conseguiu o 4º posto na classificação, o melhor da F1 B, com a punição de Bottas (segundo na classificação), largou na P5. Assim Norris ganhou o 3º posto e terminou em 5º, sendo o novamente o 1º da F1 B.

Segundo - Carlos Sainz Jr largou de 12º e terminou na 6ª posição, apagando, assim, o péssimo desempenho demonstrado na classificação. Uma ótima recuperação.

Terceiro - Gasly foi bem em todos os treinos, largando na 6ª posição. Já na 1ª volta, ele sofreu um toque de Leclerc que largou da P 7. Para o francês, a corrida acabou aí, e Leclerc foi para os boxes reparar os danos. Quando voltou à pista, se viu na última colocação. O monegasco a partir daí imprimiu um bom ritmo e conseguiu ainda terminar na 7ª posição. Yuki Tsunoda se redimiu da punição que sofreu ao atrapalhar Bottas nos treinos, se classificou em 8º e, com a punição, largou de P 11.

Neste final de semana a F1 repete o circuito de Red Bull. Para o filme não ser exatamente o mesmo, a Pirelli vai oferecer uma gama de pneus diferentes dos usados no final de semana passada. Será usada uma gama de pneus mais macios, C3, C4 e C5. Tanto C3 quanto C4 estavam na etapa passada como médio e macio. E agora serão duros e médios.

Esperamos assim que não se repita outra corrida morna e sem disputa pela ponta. Mudou o carro e o piloto que está vencendo todas, mas o que os torcedores querem e gostam é ver duelos na disputa pelo primeiro lugar.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.

Continua depois da publicidade

Leia mais



DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia