JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 05 de junho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Virgínia Abdalla VIRGÍNIA ABDALLA 18/05/2020


 Colaboração Alexandre Cury

 
“A situação de pânico está se tornando insustentável. O isolamento já está afetando a vida econômica do planeta e a incerteza de novos desafios já bate à nossa porta. Nenhuma certeza - mas muita esperança e fé. “

“Como você acha que os consumidores irão se comportar pós-isolamento:   comprando para compensar o tempo em casa ou mais conscientes da nova situação e menos impulsivos?”
 
Confira o que nossos entrevistados responderam:
 
“Acredito que as pessoas estão entendendo que o maior valor que elas tem não são coisas que elas adquiriram, mas, sim, pessoas que elas conquistaram!Esse período de afastamento tem mostrado que o indivíduo pode viver com menos coisas, mas não sem seus familiares e amigos.
No período pós quarentena teremos mais abraços e menos impulsos de compra!Os primeiros locais a se reerguerem devem ser os que permitam encontros, como restaurantes, bares e cafés!”
Giovanna Meireles – Diretora geral do CESUBE e Palestrante

“Creio que serão situações diversas. A pandemia do Covid 19 veio e mudará nossos hábitos.  A grande maioria da população irá reduzir o consumo não essencial até pela falta de recursos. O consumidor compulsivo, se tiver renda, poderá continuar com os mesmos hábitos.  Principalmente no início, já que fomos surpreendidos e temos demanda reprimida.  Agora para isto acontecer, quem vai ter que se adaptar são os fabricantes, fornecedores, lojistas. O consumidor sairá mais exigente e cuidadoso com o que comprar, quando comprar e como pagar. A reinvenção deverá acontecer do lojista para o cliente. Exemplificando: vi dia destes uma advogada paulistana preocupada com sua coleção de 400 pares de sapatos. O que fazer com eles? Esta será a pergunta do consumidor, o que fazer? Precisa mesmo? E a resposta é: a atratividade terá que ser dada por quem vende.”
 
KarinAbudMauad - Economista
“A crise, a incerteza e as dificuldades vieram para todos. Tanto para os empresários como para os consumidores. É uma cadeia, que atinge todas classes sociais. Para mim todos vão ficar mais conscientes e irão consumir com mais responsabilidade e prudência. Mesmo depois que tudo se estabilizar vamos ter um novo modo de pensar, viver e consequentemente consumir.”
 
Ana Miriam Moura Vasques – Empresária de moda

“Eu acredito que não vão comprar pra compensar o tempo, que isso tudo que está acontecendo vai dar uma “cabeça” diferente ao povo Brasileiro, que, sabendo das dificuldades, vai ter que ter um enfrentamento. As pessoas vão consumir normalmente, vão voltar , não de uma vez, mas lentamente, a circular....Até acho que está voltando, mesmo algumas cidades, não totalmente liberado, mas estão voltando ... Vamos torcer pra dar tudo certo!!”
 
Heli Andrade – Deputado Estadual
 
“No momento está tudo muito imprevisível para sabermos como será o comportamento dos consumidores em geral. Que vamos sair mais fortalecidos e com mais coragem de tomar decisões para seguir adiante isso sim, acontecerá. Vai mudar, a forma que consumimos  e vivemos além de repensarmos valores e ritmos acelerados mas aquelas comprinhas.... ah isso não vai deixar de acontecer. Temos só que compreender esse tempo de processo. Minha marca por exemplo, já está incluindo há tempo peças atemporais, como forma de evitar o descarte e o mau investimento. Acredito também que elas vão ser mais conscientes pois nos provamos que quantidades não fazem falta! E pensar para frente, cada um na sua maneira e como pode!”
 
Ana Paula Sabino Ciabotti – Empresária de moda
 
“Acho que a própria condição pós pandemia não irá permitir a compra compulsiva ! Assim sendo acho que estarão mais consciente!”
 
José Arlênio Veneziano – Empresário
Gramado e brindes
 

Em tempos de reclusão, Isabella Lucas brindou novo ano de um jeito improvisado e nem por isso menos charmoso no último dia 13.
O local? Jardins emblemáticos da Villa  Mariana, onde ela passou toda a sua infância e juventude ao lado dos seus familiares queridos.
Com ela, suas tias Cecília e Márcia, a prima Marcella e suas amigas Carol Venceslau e Lilian Andrade.
Isabella festejou o niver em piquenique glamoroso
Isabella e seu pai Asclepios Lucas
Com Cecília e todas as precauções
Com a amiga Lilian Andrade
Piquinique na Villa Mariana
 
BdayElci
 
Ela é querida por todos. Uma pessoa ímpar pelo jeito de enxergar a vida e as situações impostas no nosso cotidiano. E completar mais um ano de vida, é uma dádiva. Elci de Paula, comemorou ao lado da família e virtualmente recebeu o carinho dos amigos. Parabéns!!
 
Elci com o marido Antônio Carlos
Com a filha Nayara
Com o filho Murilo
A aniversariante com o bolo e ao lado da mesa preparada especialmente para a data
 
 
IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Na véspera do niver, Jorge Alberto Nabut foi surpreendido com uma serenata com o tenor Thiago Neves acompanhado do violinista Leandro Oliveira. Presente das amigas!!!


Minha querida amiga Maria Angélica Maia Alves também aniversariou dia 15 cercada do carinho do marido e dos filhos. Na foto,
Renzo, Angélica, Bárbara e Matusalém José  Alves
 
Victória Weitzel e Eduardo Vitali se casaram em clima intimista. Felicidades ao casal!!
 
Enfeitando a coluna de hoje, a foto do querido Gabriel Ximenes, pelas lentes do fotógrafo Diego Rodrigues!!
 
O advogado Celso Neto, comemorou ontem, mais um ano de vida. Na foto, ele recebe o carinho da amada Isabela Maciel. Parabéns!!
 
O advogado Wagner Leopoldino sopra velinhas hoje. Parabéns!
 
A empresária e diretora da FIEMG Regional Vale do Rio Grande, Miria Rezende, comemora mais um ano de vida amanhã. Parabéns. Na foto, tirada esse ano, ela está na Sapucaí, realizando o sonho de assistir ao desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro.
 
Vaniana Cecilio Helou também é uma das festejadas taurinas!
** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ.
O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia